Mapa turístico 2017
Fisio

Presidente do TCE/BA é reeleito

A expectativa é de prosseguir superando metas e de trabalhar com o objetivo de fazer com que o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) aproxime-se ainda mais da sociedade, para que esta tenha a real dimensão da importância do que é e para que serve um Tribunal de Contas. Esta foi uma das afirmações do presidente do órgão, conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo, ao ser reempossado no cargo, em sessão especial do dia 05/01/16, juntamente com o vice-presidente conselheiro Gildásio Penedo Filho, e o corregedor, Antonio Honorato de Castro Neto.

 “Nosso grande desafio continuará sendo mostrar qual é a nossa função. Que o que gastamos não é custo, mas sim investimento. Indubitavelmente, precisamos ser mais conhecidos para sermos mais cobrados. Para, a partir daí, sermos ainda mais efetivos”, declarou também o presidente reempossado. Logo após o ato de posse da Mesa Diretora, o governador Rui Costa recebeu a Medalha Jorge Calmon, que havia sido concedida pelo TCE/BA durante as comemorações do seu centenário para as autoridades e personalidades que tenham contribuído para o desenvolvimento da Corte de Contas da Bahia.

 A Mesa Diretora do TCE/BA foi reconduzida por meio de eleição, realizada no dia 17 de dezembro de 2015, para cumprir um mandato de dois anos, no biênio 2016-2017. Apesar de ter sido simples e despojada, a solenidade contou com a presença de algumas das maiores autoridades do estado, e, além do governador Rui Costa, estiveram presentes, entre outros, o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Eserval Rocha, o presidente em exercício da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Adolfo Menezes, o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, Francisco Neto, secretários estaduais, deputados e representantes do Ministério Público e da Defensoria Pública. Também prestigiou a posse o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, Clóvis Barbosa de Mello.

 Trabalho conjunto

 No seu discurso, o presidente do TCE lembrou a importância da colaboração de todos os servidores e conselheiros para o êxito dos dois primeiros anos de gestão da Mesa Diretora. E citou a escritora Clarice Lispector - "Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza vai chegar mais longe" – para ressaltar a importância dos agradecimentos aos seus pares, que lhe deram um voto de confiança ao reelegê-lo, e a todos os servidores da casa.

 Ele destacou as transformações que foi possível implementar no Tribunal de Contas durante os anos de 2014 e 2015, entre as quais estão a reorganização dos setores administrativos; o fortalecimento das ações de controle externo, com a criação de uma coordenadoria e de uma escola de auditoria; a implantação do processo eletrônico e a introdução de vários benefícios aos servidores. Salientou, ainda, a transparência que o TCE/BA adota para todos os seus atos, dando como exemplo o portal eletrônico, “que prima pela abrangência dos dados e pelo detalhe das informações”.

 Em relação às perspectivas futuras, o conselheiro ressaltou que desde o exercício de 2000, o Tribunal de Contas do Estado da Bahia trabalha com a filosofia de planejamento estratégico quadrianual, já estando definidas, portanto, as diretrizes para o exercício de 2016, por meio da Resolução nº 168, de 15 de dezembro de 2015. São quatro iniciativas institucionais e 29 iniciativas estratégicas. Todas alinhadas com os dez objetivos estratégicos estabelecidos para o quadriênio 2014/2017. 


 

Fonte: Ascom do TCE

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados