Mapa turístico 2017
Fisio

Policiais Civis assinam requerimento para não trabalhar no Carnaval

O Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) lançou uma campanha em protesto à aderência à escala do carnaval, segundo eles, imposta pelo Governo do Estado. O movimento teve início em 07/08/17 e já teve a adesão de policias de Porto Seguro, Eunápolis, Ilhéus e Itabuna. Eles assinaram o “Requerimento de Desistência” da prestação do serviço durante o carnaval baiano de 2018. De acordo com o sindicato, no carnaval do ano passado, a diária paga foi de R$114,00 e a hora extra R$186,00. A categoria reivindica R$230,00 pelo pagamento da diária e R$ 450,00 equivalente às 12 horas extras.
Eles também reivindicam o decreto de promoção, os reajustes lineares dos anos de 2016 e 2017 e o Projeto de Reestruturação das Carreiras encaminhado pelas entidades da Polícia Civil à SAEB. Segundo a categoria, até o momento, o Governo do Estado não demonstrou disposição em negociar com os servidores.
O Sindpoc informa que vai participar de reuniões e mobilizações em todas as coordenadorias do interior, nas delegacias de Salvador e Região Metropolitana para discutir a possibilidade de não aderência à escala do carnaval. Além disso, estão previstos uma assembleia e um ato político em Salvador, com o objetivo de reunir os policiais civis de todo o Estado. A data ainda será definida.
De acordo com o presidente do sindicato, Marcos Maurício, o requerimento não tem caráter de greve e nem de paralisação. Ele afirma que os policiais manterão os serviços conforme a carga horária normal de 40 horas semanais. O impasse gira em torno do cumprimento da escala do carnaval. “Esse quadro reflete a gestão ruim da Secretaria de Segurança Pública que, atualmente, alega não possuir recursos nem para comprar uma água mineral para as unidades policiais. O Governo do Estado deve rever a forma como administra a Segurança Pública e ter maior sensibilidade com os policiais que diariamente doam suas vidas em defesa da sociedade!”, protesta Maurício.
O carnaval da Bahia está previsto para ser realizado em Caravelas, Prado, Mucuri, Alcobaça, Porto Seguro,Cabral, Belmonte, Canavieiras, Ilhéus,Itacaré, Barra Grande, Morro de São Paulo, Itabuna, Valença, Juazeiro, Salvador e Região Metropolitana. Será protocolado, no final de agosto, o Requerimento de Desistência dos policiais baianos, na sede da Polícia Civil, Praça da Piedade, centro da capital baiana.
Sindicato afirma que vai trabalhar no carnaval
O Sindpoc informa aos associados que vai estar disponível no período de carnaval. A sede da entidade, que fica no Edifício Barão de Cotegipe, na região central da cidade, estará fechada, mas o associado poderá contar com atendimento através do telefone dos diretores de plantão durante os dias de folia. Os policiais são orientados pelo sindicato a não se deslocar de sua cidade sede para outra, sem o pagamento de diárias conforme estabelece o artigo 68 da lei 6.677/94.


Fonte: Sindipoc

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados