Mapa turístico 2017
Fisio

Saúde: prontuário eletrônico está sendo implantado em Porto Seguro


Desde outubro de 2016, unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil começaram a implantar o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), onde são registradas informações dos pacientes que podem ser compartilhadas por todas as unidades de saúde do município. O objetivo, segundo o Ministério da Saúde é conferir mais agilidade no atendimento e melhorar a eficiência na gestão dos gastos públicos.
Em Porto Seguro, a implantação começou em abril deste ano, na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Praça do Coelho, onde já está em funcionamento como unidade piloto. Na UBS Cambolo o sistema está em fase de implantação. Até o final do ano, a meta da Secretaria Municipal de Saúde é implantar o sistema em até 50% das UBS - além de Praça do Coelho e Cambolo, as unidades do Paraguai, Parque Ecológico, Trancoso e Miraporto. Até 2018, espera-se completar as outras 50% restantes.
Segundo Josiany Garcia, superintendente de Atenção básica, o município tem atualmente 27 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 39 Estratégias de Saúde da Família (ESF), as antigas equipes de saúde da família. O objetivo é que cada uma dessas equipes esteja capacitada e habilitada até 2018 para atendimento com prontuário eletrônico. Desta forma, cada profissional poderá inserir e coletar dados dos pacientes no ato do atendimento, a começar pela recepção, onde fará o cadastro, passando pelo acolhimento, sala de procedimentos, farmácia, médico, enfermeiro ou dentista. Cada um desses profissionais terá acesso às informações ligadas ao seu atendimento específico.
A implantação envolve diversas variáveis como quantitativo ideal de equipamentos (cada sala deve ter seu computador para acesso de cada profissional), conectividade (internet), qualificação de pessoal e apoio de tecnologia da informática. De acordo com Josiany, embora a implantação esteja em fase de testes, o PEC já vem trazendo maior celeridade no atendimento, além de as informações serem mais fiéis à realidade, proporcionando um diagnóstico mais preciso, com atendimento mais adequado e melhor auxílio na redução de custos. “A grande vantagem é o diálogo entre as redes de atenção – o prontuário primeiro será unificado nas unidades de saúde, e depois será utilizado nas outras unidades, como as hospitalar (UPA 24h, Hospital Municipal)”, afirmou.
Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) – Criado pelo Ministério da Saúde, é uma documentação eletrônica com o histórico, procedimentos realizados e os resultados de exames dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidos na Atenção Básica. A verificação é em tempo real de informações como disponibilidade de medicamentos e visitas de agentes de saúde aos pacientes. Estas informações têm transmissão 100% digital da rede municipal à base nacional possibilitando, ainda, que o Ministério da Saúde confira online como está sendo investido o dinheiro do SUS na saúde do brasileiro. Os municípios também podem utilizar versões próprias ou privadas. Em suma: a disponibilidades desses dados permite o planejamento para a ampliação do acesso e da qualidade da assistência com melhor aplicação dos recursos públicos.

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados