Mapa turístico 2017
Fisio

Comunidade de Coroa Vermelha realiza caminhada pela paz

Estudantes, professores e indígenas de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália realizaram uma caminhada pela paz no dia 01/11/17, que percorreu as ruas do centro do distrito e a BR 367, encerrando em frente à Escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha.


A caminhada fez alusão ao assassinato de dois indígenas, o menino Samuel Davi Carvalho de Oliveira, de 4 anos, e Jessy Jhoes Ferreira, 20, assassinados no dia 22/10/17.


Samuel, que estudava na escola indígena, foi baleado quando brincava na frente de casa, numa rua no bairro Carajás, em Coroa Vermelha. Com ele estavam o pai, que não foi atingido, e dois jovens, que foram baleados. Segundo relatos das vítimas, dois homens chegaram ao local atirando.
Eles foram socorridos no Hospital Municipal Professor José Maria de Magalhães, mas o menino não resistiu aos ferimentos e morreu. Os homens foram transferidos para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.

“Com as mortes de Samuel Davi (04 anos) e Jessy Jhones (20 anos) percebi que providências teriam que ser tomadas rapidamente. São muitos assaltos e vemos a criminalidade crescendo. Temos que cobrar das autoridades competentes ações preventivas e, junto com a educação, desenvolver algo que possa dar um “norte” às crianças e os jovens de forma geral para que eles não passem a acreditar que o crime é a melhor e única opção”, disse  o idealizador da caminhada, Ronny Paiva.

Prisão

Em 24/10/17, a polícia civil prendeu o índio Moisés Maia Santos, 22, acusado de ter disparado os tiros que mataram o menino Samuel. Segundo a polícia, Moisés, que é filho de um cacique de uma aldeia em Coroa Vermelha, costumava andar armado, estaria envolvido em tráfico e já teria praticado outros delitos. A posse de um terreno pelo pai de Samuel seria o motivo do atentado, de acordo com as investigações.

 

 


Fotos: O Baianão

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados