Mapa turístico 2017
Fisio

Cruz Vermelha promove ações em Porto Seguro

Pouca gente sabe, mas a Cruz Vermelha, uma organização mundial que promove princípios humanitários para a paz, o respeito e ajuda mútuos e a compreensão entre os povos, tem uma equipe em Porto Seguro desde janeiro de 2017. O trabalho é coordenado por Sérgio da Silva Couto Júnior, bacharel em direito e pós-graduado em Marketing e Gestão de Educação, e um dos fundadores, juntamente com Rosana Vieira e Niedja Souza.
Como em todo o mundo, o trabalho baseia-se nos fundamentos universais da instituição, tais como humanidade, imparcialidade, independência e voluntariado. A equipe é formada por 16 pessoas que se dividem entre coordenação e três grupos de trabalho. Sérgio e Rosana foram voluntários da Cruz Vermelha no Rio de Janeiro e pioneiros na legalização de refugiados no Brasil. Chegaram a apoiar a Karitas, instituição católica mundial que atua com refugiados, e legalizaram o primeiro afegão no Brasil. Depois optaram por morar na Costa do Descobrimento.
O ano de 2017 foi de implantação e apresentação da equipe ao poder público municipal, projeção de parcerias e pesquisas junto à comunidade.“Foi um ano difícil para todos. Tanto para o cidadão, como para as organizações e para o país, que está em crise”, afirmou Sérgio, que avaliou o estabelecimento de parcerias como um dos maiores desafios, devido ao comprometimento necessário. Mesmo assim, Cruz Vermelha já desenvolveu palestras sobre cidadania, enquanto prepara-se para a execução de projetos a partir de 2018. “A Cruz Vermelha também abraça projetos de outras instituições, acolhendo ações que visam minimizar o sofrimento humano”, informa o coordenador, ressaltando o atendimento sem fronteiras às comunidades.

Jovens e carentes

O foco dessa equipe está na educação, saúde do idoso, cidadania e comunidade. Para conhecer as necessidades locais, a Cruz Vermelha coletou diversos dados. Um levantamento sócio-econômico na cidade mostrou que 60% da população recebe um salário mínimo e 20% recebem dois salários mínimos. Segundo a pesquisa, Porto Seguro é uma das cidades com população mais jovem do Brasil e tem uma evolução populacional muito acima da média brasileira – dado que o Jornal do Sol também apurou recentemente, conforme publicado na edição nº 388. Numa pesquisa com 320 pessoas do bairro Frei Calixto, a equipe colheu dados e opiniões sobre as carências da área, para execução dos projetos.
Estes dados vão nortear os projetos a serem implantados. Dentre eles estão o “Lar doce Lar”, que é uma casa para a terceira idade; um curso de Primeiros Socorros em Santo André, vilarejo de Santa Cruz Cabrália; o projeto Voluntários, que capacita pessoas para o trabalho na Cruz Vermelha; e o projeto Expectativa de Vida, para crianças e adolescentes, criado pelos representantes brasileiros.

Conheça mais

A Cruz Vermelha é uma instituição mundial, sem fins lucrativos, formada por voluntários e tem como missão agir, em caso de guerra, e preparar-se, na paz, para atuar em todos os setores das Convenções de Genebra e em favor de vítimas de guerra, civis ou militares; contribuir para a melhoria de saúde, prevenção de doenças e o alívio do sofrimento através de programas de treinamento e de serviços que beneficiem a comunidade, de acordo com as necessidades e peculiaridades nacionais e regionais, podendo, para isso, criar e manter cursos regulares, profissionalizantes e de nível superior; organizar, dentro do plano nacional, serviços de socorros em emergências às vítimas de calamidades; recrutar, treinar e aplicar o pessoal necessário às finalidades da instituição; incentivar a participação de jovens voluntários, qualificando-o às finalidades da instituição.

Contatos através do Facebook: Cruz Vermelha Brasileira – Porto Seguro - Bahia

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados