Proibidas, festas de final de ano serão atípicas em Porto Seguro

Causou polêmica, com tons de indignação e também de aprovação, a decisão do governo da Bahia, Rui Costa, que determinou a suspensão de festas de fim de ano e proibiu eventos com mais de 200 pessoas em todo o Estado. Publicada dia 5 de dezembro, no Diário Oficial do Estado (DOE), a decisão permite cerimônias de casamento e solenidades de formatura, desde que limitadas a até 200 pessoas, sem realização da parte festiva. Em Porto Seguro, a medida gerou suspensão de eventos em bares, barracas e hotéis, que buscam se reinventar para oferecer a seus clientes alternativas para as comemoração de Natal e Réveillon.

O governador foi enfático ao determinar o cancelamento de todos os eventos festivos. “Quero reafirmar que não será permitida nenhuma festa de final de ano em dezembro. Passei para o secretário de Saúde e vou pedir ao secretário de Segurança Pública que faça o monitoramento das redes sociais para qualquer bar, barraca, ou ente comercial que esteja chamando festa nos meses de dezembro e janeiro. À polícia, que atue preventivamente, faça notificação desse ente comercial, avisando que não será permitido. E a polícia fará o bloqueio de entrada desses estabelecimentos”, anunciou. Em Salvador, até a Festa da Virada, com Ivete Sangalo e Gusttavo Lima, que seria transmitida online, foi cancelada.

A decisão reverberou em Porto Seguro, onde a prefeita baixou o Decreto 11.263/20, permitindo o funcionamento das barracas de praia, porém sem shows e sem pista de dança. Permanecem proibidas de funcionar as casas noturnas e similares e reservas indígenas. Ficam suspensos também os eventos científicos, passeatas, feiras, circos, eventos desportivos e religiosos, com presença de público superior a 200 pessoas.  Escolas públicas e privadas, faculdades e universidades também continuam sem previsão para recomeçar as aulas presenciais.

Pelo decreto municipal, considerando suas peculiaridades, em algumas localidades, os estabelecimentos estão autorizados a funcionar em horários específicos. No Quadrado, em Trancoso, até às 02h00; na Passarela do Álcool e Avenida 22 de Abril, até às 23h; na Rua do Mucugê, no Arraial d'Ajuda, até às 04h. De 23 a 31/12, os restaurantes, bares, lanchonetes e barracas de praia poderão funcionar até às 04h, mas sem shows. E, com relação ao comércio, de 18 a 24/12, poderá funcionar até às 21h. 

© 2021 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade