Câmara se divide sobre construção da nova sede do Legislativo


A construção da nova sede da Câmara de Vereadores de Porto Seguro foi pauta nas reuniões do Legislativo em 2017 e divide opiniões. Conforme afirmou o presidente da Câmara Evaí Fonseca, a localização do novo prédio já está definida, e deverá ser no Centro Administrativo Municipal, em terreno doado pela prefeitura.
O Centro Administrativo fica às margens da BR 367, próximo à entrada para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, onde já funciona o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), onde tem previsão de inauguração ainda em janeiro deste ano, o novo fórum e, futuramente, a nova sede do Ministério Público Estadual.
O vereador Élio Brasil (PT) disse que foi questionado pela população sobre a mudança. Ele considera que a Câmara tem, atualmente, uma sede com localização privilegiada. “Nossa Casa está bem-estruturada e localizada em um ponto estratégico. Não sou contra, mas sugiro discutir mais detalhadamente o assunto”, disse. Outros vereadores também se manifestaram. Rodrigo Borges (PV) disse ser contrário à mudança, que entende como “um gasto desnecessário”. Lázaro Lopes sugeriu que o assunto fosse “analisado com cautela”. Enquanto isso, o vice-presidente, Aparecido dos Santos – Cido (PSD) se mostrou favorável à nova sede porque acha que haverá mais espaço: “vai dar mais conforto e segurança para os moradores.”
Mas o “conforto” poderá incomodar. Para fazer a mudança, que envolve diretamente a população, ninguém ouviu, até agora, a opinião pública. E a distância do centro da cidade para a nova casa do Legislativo poderá criar obstáculos ao acesso da comunidade.
Evaí Fonseca, presidente da Câmara, disse que a obra já está em licitação e que não vê necessidade de levar o assunto à discussão com a comunidade. “Nossos vereadores não têm privacidade para receber as pessoas em suas salas. Estamos com pouco espaço. Licitamos a parte arquitetônica para termos noção do valor. Mas ainda tem parte elétrica, hidráulica e etc.” Segundo Evaí, o terreno, doado pela prefeitura, tem 10 mil m2 e terá uma área construída de cerca de 2,5 mil m2. “Todos estão indo para BR”, disse, citando as instituições públicas que já estão cotadas para o local. 

Em 2017, a atual sede  da Câmara de Vereadores, localizada no Centro, em frente à pça. ACM, passou por uma reforma que custou aos cofres públicos o valor aproximado de R$ 136 mil.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2018 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade