Inteligência Emocional: A chave para o sucesso no mundo dos negócios (e na vida pessoal)

 

 

 

 

 

Na escola, aprendemos um pouco de matemática, leitura, noções de interpretação, uma versão afunilada da história. Mas, quando vamos para o “mundo real” descobrimos que precisamos de bem mais que isso para sermos bem-sucedidos na vida. Tanto na vida pessoal quanto no mundo dos negócios, precisamos de duas coisas que seriam de suma importância que fossem ensinadas na escola: Educação/Inteligência Emocional e Educação Financeira.

Este mês, a coluna Mulher Empreendedora tratará da Inteligência Emocional como fator primordial para o sucesso, inclusive no âmbito profissional. Conhecer-se bem abre as portas para o mundo, já que melhora a forma como você lida e reage (ou não) às coisas à sua volta. Um bom líder, dentre outras características, interage de maneira saudável com as pessoas, é um bom ouvinte, toma decisões com sabedoria e separa perfeitamente decisões e opiniões pessoais das profissionais. Mas isso só é possível com a Inteligência Emocional.

Para falar um pouco mais sobre o tema, conversamos com a psicóloga Alanna Morais, que atua com mulheres e casais de Porto Seguro e região. Dentre outras ações, ela realiza workshops e oficinas terapêuticas voltadas para o empoderamento feminino. 

O que é Inteligência Emocional?

O conceito de inteligência emocional é a capacidade de um indivíduo administrar as próprias emoções e usá-las a seu favor, além de compreender as emoções das outras pessoas, construindo relações saudáveis e fazendo escolhas conscientes. Em resumo, aprender a lidar com as suas emoções e as dos outros.

Qual é a melhor forma de ter Inteligência Emocional?

Como o velho chavão filosófico de Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo". Só fazendo um mergulho em nós mesmos (autoconhecimento) é que poderemos fazer essa conexão, porque tem que existir uma conexão entre relacionamento intrapessoal (eu comigo) e interpessoal (eu com os outros) para ressoar nas relações. Uma vez que identifico as minhas vulnerabilidades e potencialidades, saberei administrar as situações. Todavia é desafiador, porque sempre fugimos desse encontro! Eu comigo. Característica essencial do feminino, a empatia é uma das chaves mestras para inteligência emocional. 

Como uma pessoa com Inteligência Emocional lida com desafios?

Autoconhecimento, autocontrole, motivação, habilidades sociais, empatia. Diante de um desafio, o primeiro passo é parar para compreender de forma macro as situações geradoras do problema e identificar quais os recursos internos e externos se tem para resolver tais situações. Preste atenção em suas emoções. Seja empático, se coloque no lugar do outro, leia as emoções das pessoas e será ainda mais fácil conviver em grupo. Lembrando que empatia nada tem a ver com sentir o que o outro sente em essência, mas respeitar o que esse outro está sentindo, mesmo que você não aprove, goste. Manter-se motivado. Esse sentimento impulsiona a seguir em frente, ainda que tudo pareça confuso, você saberá o que fazer e quando fazer. E, por último, uma pessoa emocionalmente inteligente, também é assertiva, diz não quando é preciso. Isso é fundamental!

Como a Inteligência Emocional pode tornar a pessoa mais feliz e quando esta busca deve começar?

Conhecimento é poder! E não se trata apenas de conhecer as emoções, mas saber utilizá-las no momento certo e com as pessoas que convivemos. Vivemos um tempo em que

estamos muito preocupados com nossa saúde emocional e a qualidade dos nossos relacionamentos. Não poderia ser diferente, pois esse equilíbrio é fundamental para nosso bem-estar psíquico e para a construção de relacionamentos saudáveis. Alguns estudos sobre a felicidade afirmam que estabilidade emocional no lar tem mais influência na felicidade futura de crianças do que dinheiro ou um bom desempenho acadêmico. Então, quanto mais cedo tivermos contato com as nossas emoções, codificaremos as emoções dos outros e assim, desenvolveremos compaixão, a empatia, o altruísmo e a atitude positiva, estas ressoam e produzem a sensação felicidade.

De que maneira este fator pode ajudar a ter sucesso na carreira e nos negócios?

A Inteligência Emocional hoje é pré-requisito de muitos processos seletivos. Não basta dominar a técnica, mas a arte de se relacionar. É desafiador lidar com o outro, ou mesmo outros. Respeitar aspectos ambientais, culturais e emocionais, muitas vezes, totalmente distintos dos seus e como um maestro, ressonar todos esses ruídos e transformar em melodia. É assim o dia a dia em uma empresa, no mundo corporativo cada vez mais competitivo. Com a internet reduzindo e ampliando as conexões humanas, se destaca aquele que conseguir adentrar o universo das relações, de forma a saber fazer e saber fazer com os outros.

E falando especificamente do universo feminino ...

Profissionais mulheres são melhor avaliadas do que gestores homens em quase todas as competências que formam o conceito de Inteligência Emocional como autoconhecimento, empatia, gestão de conflitos, adaptabilidade e orientação para resultados. É o que aponta um estudo global com 55 mil profissionais, de diversos níveis de gestão, realizado pelo Hay Group, divisão da consultoria Korn Ferry, que usou dados coletados entre 2011 e 2015 em 90 países. Todavia com a repressão machista, ainda carregamos alguns estereótipos de emocionalmente incapaz, emotivas demais. E até estimulam a concorrência entre as mulheres. Essa pesquisa mostra justamente o contrário. É necessário cada vez mais estimulemos a união e a empatia entre as mulheres, principalmente no universo corporativo.

Qual a dica para alguém que precisa controlar as próprias emoções?

Participar de vivências de autoconhecimento, meditação. Um processo psicoterapêutico seria fantástico para esse mergulho na sua essência. A vida sempre acontece no caminho e é preciso saber trilhar o que sentimos. E esse é um processo que requer desejo, disciplina e perseverança. Olhar para si favorece a todos os aspectos da vida! "Sou a única pessoa no mundo que eu realmente queria conhecer bem" (Oscar Wilde). Por isso a importância do autoconhecimento.


Kássia Luana é consultora de comunicação, imagem e vendas. Contatos fone (73) 99832-4856 (WhatsApp)

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade