Empresários do Extremo Sul participam de feira de panificação

 

Por meio do Sebrae Conecta, eles tiveram acesso aos últimos lançamentos tecnológicos e produtivos do setor

O Sebrae realizou entre os dias 24 e 27/07/18 uma missão empresarial com empreendedores do setor de panificação. Eles tiveram a oportunidade de participar da Fipan 2018 (Feira Internacional de Panificação), realizada em São Paulo. No evento, foram apresentadas as inovações da indústria de panificação, confeitaria e de estabelecimentos como restaurantes, pizzarias, bufês e rotisseries, além da efetivação de negócios durante a sua realização.

Promovida há mais de 25 anos e considerada a principal feira de negócios no país nesse setor, a Fipan recebeu um público formado por profissionais e gestores de padarias, restaurantes, supermercados e outros estabelecimentos ligados ao dia a dia da produção e comercialização de alimentos. Segundo o proprietário da empresa Bolo do Rei, Arlei Ferreira Cantão, a feira de negócios proporcionou uma visão diferenciada do seu empreendimento, com novidades, inclusive visuais, na área de panificação e que atraem os consumidores.

A empresa surgiu na cidade de Linhares (ES) e há mais de um ano e três meses inaugurou uma filial em Teixeira de Freitas. Em breve, uma nova filial será aberta em Vitória capital do Espírito Santo. “Antes de começar, eu achava que sabia tudo por ter trabalhado muitos anos como gerente comercial de uma grande empresa. Quando decidi empreender, percebi que tinha muito que aprender ainda”, destaca. Ainda segundo o empresário, o Sebrae foi a peça fundamental para fazer a empresa funcionar. “Eu precisava mudar o conceito de trabalhar, precisava lapidar a forma de gerir meu negócio e o Sebrae foi o coração do desenvolvimento dessa empresa”, ressaltou.

O gerente regional do Sebrae em Teixeira de Freitas, Alex Brito, destaca que a participação do empresário em feiras especializadas como esta é de grande importância para inovar no mercado e agregar valor aos produtos. “O empreendedor precisa reciclar seus conhecimentos, isso oportuniza diversas ações que poderão ser implantadas na sua empresa gerando resultados satisfatórios. E a Fipan reúne o que há de mais moderno no segmento, e apresenta todas as tendências de mercado.”

 

Pequenos negócios baianos contrataram 188% a mais que em 2017

Saldo foi registrado no primeiro semestre, segundo estudo do Sebrae, com base em dados do Caged

O primeiro semestre de 2017 foi bom para as micro e pequenas empresas (MPE) baianas, que fecharam o período com um saldo positivo de 4.821 empregos gerados. Mas um levantamento do Sebrae, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, mostra que o período foi ainda melhor este ano: os pequenos negócios do estado geraram surpreendentes 13.921 vagas, quase três vezes mais empregos que no mesmo período de 2017. O crescimento, de 188%, merece ainda mais destaque se comparado à média brasileira de janeiro a junho, que foi 45% maior que em 2017.

Segundo o gerente regional do Sebrae em Teixeira de Freitas, Alex Brito, os resultados registrados comprovaram a perseverança e capacidade de desenvolvimento do empresário baiano. “O empreendedor acaba dando impulso à nossa economia em todos os setores, gerando emprego e oportunizando a inserção de profissionais no mercado de trabalho com mais vagas disponíveis”, disse.


Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade