Plano Safra bate recorde de R$ 158 bilhões em financiamentos

O total de crédito rural liberado na safra 2014/2015 somou R$ 158 bilhões e ultrapassou a meta do Plano Agrícola e Pecuário, de R$ 156 bilhões, conforme informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Foram aplicados R$ 115,6 bilhões em custeio e comercialização, além de R$ 42,4 bilhões em investimento, entre julho de 2014 e junho deste ano.

“Essa confiança do setor do agronegócio está relacionada às políticas de apoio ao produtor rural, principalmente por meio do crédito rural, com forte impacto no aumento da produção e da produtividade agropecuária. E o volume de recursos disponibilizados e as condições de empréstimo rural se mantiveram em níveis satisfatórios ao atendimento das necessidades de financiamento da atividade agropecuária”, explica o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, André Nassar.

Médio produtor

As contratações para o médio produtor, por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), atingiram R$ 11,8 bilhões em recursos para custeio. Já para operações de investimento, o programa aplicou R$ 4,7 bilhões. Ao todo, o Pronamp contou com R$ 16,105 bilhões para a safra atual.

Entre os programas da modalidade investimento, o financiamento destinado ao Programa de Sustentação do Investimento (PSI-BK) contabilizou R$ 10,2 bilhões, dos R$ 5,5 bilhões programados, aplicação que alcançou 187% de aumento. Soma-se ao montante aplicado pelo PSI, mais R$ 1,8 bilhão desembolsados pelo Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas (Moderfrota), destinado ao financiamento de máquinas e equipamentos.

O Programa Agricultura de Baixo Carbono respondeu por R$ 3,3 bilhões, de um total disponibilizado de R$ 4,5 bilhões. Para o Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro) e o Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem (Moderinfra) foram disponibilizados R$ 500 milhões para cada um e investidos R$ 289 milhões e R$ 389 milhões, respectivamente.

O Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop) e o Programa de Capitalização das Cooperativas de Produção Agropecuária (Procap-Agro) tiveram recursos disponíveis de R$ 2,1 bilhões e R$ 3 bilhões, dos quais já foram aplicados R$ 1,1 bilhão e R$ 2,2 bilhões, respectivamente.

No Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro), que conta com R$ 1,7 bilhão, foram aplicados R$ 1,4 bilhão. A consolidação dos recursos contratados na safra 2014/2015 foi feita pelo Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Fonte: Ministério da Agricultura.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2018 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade