Jogador de Porto Seguro estreia na primeira divisão do futebol alemão

 

Cauly Oliveira Souza, de 23 anos, saiu do Brasil aos 10 anos de idade e atualmente desponta como a promessa portossegurense para o futebol profissional europeu. Filho do músico Nito Dantas e de Carla Oliveira (Cacau), nasceu em Porto Seguro e foi pra Alemanha morar com a mãe. Ao embarcar o menino para a Europa, o pai fez um pedido: que Cauly continuasse em alguma escola de futebol.

E assim foi feito. O investimento no dom do filho vem revelando um importante talento para vencer desafios dentro do futebol alemão, que tem provado estar no topo do esporte mundial. Em agosto, Cauly estreou na primeira divisão do futebol alemão pelo SC Paderborn, contra tradicional Bayer Leverkusen. Apesar da derrota por 3 x 2, Cauly entrou no segundo tempo e teve boa atuação.

O interesse pelo futebol surgiu aos três anos de idade. No Brasil, o torcedor do Botafogo, como o pai e os avós Neilton Dantas de Souza e Vânia Vieira de Souza, jogou, dos cinco até aos 10 anos, na Escolinha de Futebol do Bach, fundada há duas décadas em Porto Seguro. O menino foi descoberto pelo Colônia (1. FC Köln), clube alemão da cidade de Colônia, e onde Cauly fez toda categoria de base, vindo a ser campeão da Copa da Alemanha sub-19.

Posteriormente, o jovem talento recebeu proposta do Fortuna Köln, da terceira divisão, e assinou contrato para duas temporadas. Em seguida, mais uma proposta, desta vez, do MSV Duisburg, da segunda divisão, por outros dois anos. Nos 55 jogos da última temporada pela “zebra” da segunda divisão, o jogador ofensivo marcou dez gols.

A eletrizante trajetória tem reservado valorosas oportunidades. Para a temporada 2019/20, foi contratado pelo SC Paderborn, onde assinou por dois anos até 30 de junho de 2021 e está disputando a primeira divisão da Bundesliga.

Camisa 10

"Cauly é um dos nossos jogadores favoritos e estamos felizes em anunciar que ele escolheu Paderborn, apesar de suas outras ofertas", disse o gerente geral de esporte, Markus Krösche, no site oficial do clube.

Cauly, que é ambi-destro, joga como meia atacante, e tem na velocidade, nos dribles e no último passe suas principais armas contra os adversários. O botafoguense que não esconde a vontade de defender o time brasileiro no futuro, vai vestir, nada mais, nada menos que a "pesada" camisa 10, como diz o pai. “E vai enfrentar clubes como o Bayer de Munique e Borussia Dortmund”.

Dono de dupla cidadania, o atleta afirma que deseja ter a oportunidade de vestir a camisa canarinho, mas não descarta a possibilidade de vestir a camisa germânica. Esta poderá ser uma difícil decisão. Mas, por enquanto, isso não importa, pois o que vale é aproveitar cada chance, já que ele encontrou uma maneira especial de unir o melhor do futebol brasileiro à evolução do futebol alemão.

Para Porto Seguro, já é motivo de orgulho que ele configure no cenário brasileiro como o primeiro portossegurense a disputar a primeira divisão do campeonato alemão. A nós, cabe torcer e vibrar junto com ele após cada vitória!


Alexandra Soares

Legenda 1: Cauly Oliveira Souza impressionou na sua primeira partida pelo SC Paderborn  Foto 1: Wilfried Hiegemann

Legenda 2: O pegueno botafoguense Cauly com o avô Neilton Dantas - Foto 2: álbum de família

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade