Mais seis mil são beneficiados pelo Bolsa Atleta

Considerado o maior programa de patrocínio individual do mundo, o Bolsa Atleta completa neste ano uma década de atuação, com mais de 43 mil bolsas concedidas e 19.566 atletas contemplados. Os investimentos nos dez anos podem alcançar a marca de R$ 625 milhões nas cinco categorias (Base, Estudantil, Nacional, Internacional e Olímpica/Paralímpica).
Com a escolha do País como sede olímpica e paralímpica em 2016, o governo federal criou, em 2012, a mais alta categoria do programa, a Bolsa Pódio, destinada a atletas com chances de disputar medalhas nos Jogos Rio 2016.
Atualmente, 238 atletas de modalidades individuais (olímpicas e paralímpicas) são patrocinados com bolsas que variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil. Entre dezembro de 2013 e julho de 2015, o investimento foi de aproximadamente R$ 43 milhões.
Do total dos contemplados no exercício 2015 do Bolsa Atleta, 4.160 são da categoria Nacional que receberão bolsa no valor de R$ 925,00 ao mês. 1.102 atletas são da categoria Internacional. Estes contarão com patrocínio de R$ 1.850,00 por mês.
Os atletas das categorias de Estudantil e Base, com 324 e 271 contemplados, respectivamente, receberão apoio de R$ 370,00 mensais. Já os atletas da categoria Olímpico/Paralímpico, que neste ciclo beneficiará 236 pessoas, receberão bolsa de R$ 3.100,00 ao mês. Entre as modalidades com mais contemplados estão: atletismo (825); natação (499); handebol (322); tiro esportivo (300); tênis de mesa (260); e taekwondo (242). Na listagem publicada nesta quarta-feira, são 4.802 atletas de modalidades olímpicas e 1.291 de paralímpicas.
Impacto
Para ter uma ideia da importância da iniciativa, dos 860 atletas convocados para o Pan-Americano e Parapan-Americano de Toronto, 660 são apoiados pelos programas do governo federal, o que corresponde a 76,7% da delegação brasileira. Desse total, 501 são patrocinados pelo Bolsa Atleta e 159 pela Bolsa Pódio.
A oferta de condições mínimas para que os atletas se dediquem, com exclusividade e tranquilidade, ao treinamento e competições, pôde ser medida no pódio. Das 141 medalhas conquistadas pelo Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, 121 foram conquistados por atletas e equipes que recebem patrocínio do governo federal por meio destes dois instrumentos.
Os bolsistas conquistaram medalhas em modalidades já consagradas como natação e ginástica artística e em modalidades ainda sem tradição no País, como badminton, tênis de mesa e canoagem velocidade dos Jogos Pan-Americanos.
O programa
O Bolsa-Atleta foi criado pela Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e regulamentado pelo Decreto nº 5.342, de 14 de janeiro de 2005, ano em que entrou em vigor. O público beneficiário são atletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade.
Os atletas que tiveram o nome publicado no DOU deverão assinar o Termo de Adesão (disponível na área restrita do site www2.esporte.gov.br/snear/bolsaAtleta) e encaminhá-lo ao Ministério do Esporte por via postal.

Fonte: Ministério do Esporte

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2017 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade

Por favor, publique módulos na posição offcanvas.