Extração de madeira é a infração mais comum em Porto Seguro, diz ICMBio

 

 

De acordo com analistas ambientais do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), as infrações mais comuns no extremo sul da Bahia estão ligadas à extração ilegal de madeira para artesanato. “Há uma preferência por madeiras mais avermelhadas”, afirma Luís Carlos Andreatta, analista ambiental. A analista Raquel Miguel explica que, entre as madeiras mais cobiçadas estão Paraty, Maçaranduba, Arruda, Bastião de Arruda, Putumuju, Gindiba, Arapati, Braúna, Juerana e Currupixa.

 

Em Porto Seguro, a Coordenação Regional da 7º Região (CR7) atua desde 2009, em apoio à gestão de 29 unidades de conservação federais (UC) na Bahia e no Espírito Santo. Os conflitos de terra e de interesses são grandes obstáculos para a CR7, já que algumas populações que ocupam essas áreas de conservação não desenvolvem atividades de preservação. Para a equipe, desconhecer a política pública de preservação do meio ambiente de seu próprio país é um grave problema que leva à degradação. “A população vê a gente como inimigo, mas precisa enxergar que é necessário, por exemplo, proteger a nascente de um rio”, enfatiza Raquel.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), criado em 2007, é vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. Sua função é monitorar o uso público e a exploração econômica dos recursos naturais nas UCs, onde isso for permitido, obedecidas as exigências legais e de sustentabilidade.

Sobre o ICMBio

A CR7 cobre uma área de cerca de 920.465,06 hectares e importantes fragmentos da Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado, além de áreas costeiras e marinhas. Além de Porto Seguro, abrange os municípios de Santa Cruz Cabrália, Belmonte, Nova Viçosa, Caravelas, Alcobaça e Prado.

Entre suas atribuições estão a de executar as ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as UCs instituídas pela União, de forma a promover proteção, preservação e conservação da biodiversidade, tendo poder de polícia ambiental para tal.

É de responsabilidade do CR7 a cobertura de famosos e importantes parques, como o Parque Nacional de Monte Pascoal, o Parque Nacional do Descobrimento e Parque Nacional do Pau Brasil, bem como de reservas extrativistas, como Resex Corumbau (que vai da praia do Espelho até o Riacho das Ostras) e Refúgio da Vida Silvestre (RVS) como o do Rio dos Frades.

 


Fotos: Parque Nacional do Pau Brasil, por Oscar Artaza 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade