Fiscalização alerta sobre defeso do camarão

Atendendo a uma denúncia junto à Secretaria de Meio Ambiente de Porto Seguro (Sema), a equipe de Fiscalização, em parceria com a Cipa, realizou uma operação na Tarifa de Pescadores e proximidades, no Centro de Porto Seguro, visando coibir o comércio e a pesca do camarão, que se encontra em período de defeso.

O defeso vai de 15/09 a 31/10, ficando proibida a pesca do crustáceo, que só pode ser comercializado se o estoque tiver sido declarado anteriormente ao Ibama. Segundo o coordenador de Fiscalização da Sema, Macxuel Campeche, a secretaria realizou o monitoramento, mas não foi realizada apreensão. Alguns pescadores foram notificados e apresentaram declaração de estoque junto ao Ibama. "Essa ação serve como prevenção e orientação aos pescadores, que recebem o seguro do defeso e alguns ainda teimam em praticar a pesca predatória", informa o coordenador.

Em caso de apreensão, a pesca é configurada como crime ambiental, passível de multa, que varia de R$ 700 a R$ 100 mil, mais R$20 por quilo apreendido.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade