Depois do tremor de terra, deslizamento de rochas deixam moradores de Guaratinga apavorados

Rachaduras e deslizamentos de rochas vêm assustando moradores da cidade de Guaratinga, a 119 quilômetros de Porto Seguro. O fenômeno aconteceu na região do Córrego do Ouro, localizada na zona rural.

Fotos e vídeos registrados nos dias 04 e 05/02/19 pelos próprios moradores mostram que os deslizamentos ocorrem em blocos, causando muita poeira ao redor. As informações são de que os deslizamentos têm sido frequentes. Mas que os pedaços da rocha que se desprenderam por uma altura de cerca de 80 metros, apesar de deixarem danos à propriedade rural, não teriam machucado nenhuma pessoa.

Sobre as dimensões destes fragmentos, há informações de que havia pedaços de cerca de 100 metros de largura, 50 de altura e 10 de espessura, com peso estimado em mais de 700 mil toneladas. Um grupo formado por pessoas da comunidade foi à prefeitura relatar o fato à Defesa Civil e afirmou que outros estrondos foram ouvidos. Estas informações teriam sido enviadas à Brasília, no Distrito Federal e a expectativa é de que um haja uma avaliação por parte de um técnico. A orientação é que os proprietários de terras localizadas nos arredores dessas rochas retirem pessoas e animais dessas localidades, bem como evitem aproximação das mesmas, para prevenir acidentes.

No dia 28/01/19, um tremor de terra, com 2,5 de intensidade foi registrado no município e também deixou os moradores apavorados. Ao sentir o terremoto, muitas pessoas saíram de casa e das lojas, para tentar fugir dos riscos e entender melhor o que estava acontecendo. “Senti a terra tremer nos meus pés”, disse uma moradora. “É, pessoal, a terra tá tremendo!”, disse um homem que gravou as imagens da agitação das pessoas.

Os fenômenos estão intrigando moradores e pesquisadores. As causas estão sendo levantadas. Sabe-se que Guaratinga é um município de exploração mineral onde, há décadas vem sendo extraídas rochas em grandes blocos para o mercado de paralelepípedos da região. A extração é uma atividade exploratória que interfere diretamente no comportamento do meio ambiente.

As montanhas rochosas da cidade são objeto de admiração da comunidade local, de geólogos e de atletas de esportes radicais que se aventuram a escalá-las. Alguns moradores mais antigos da cidade contam que também já tiveram a experiência de pisar o solo rochoso da imponente estrutura.


Fotos: Guarananet

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade