Pataxós são condenados por homicídio em Porto Seguro

Na quarta-feira, 17/02/16, em julgamento realizado no município de Eunápolis, dois índios pataxó suspeitos de sequestrar e matar o fazendeiro Raimundo Domingues Santos, de 55 anos, foram condenados pela Justiça por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado.

Lourisvaldo Conceição Braz foi condenado a 18 anos de prisão e Valtenor Silva Nascimento, a 16. Procuradores da Fundação Nacional do Índio (Funai) entraram com recursos em favor dos índios.

A vítima foi vista pela última vez no dia 9 de agosto, na cidade de Porto Seguro, na região sul da Bahia, quando foi buscar alguns animais que estavam na fazenda dele, ocupada dias antes pelos índios. A família de Raimundo desconfiava que o homem estava sendo feito refém pelos acusados.

Um dos Pataxó foi preso no final de outubro pela Polícia Federal, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal de Eunápolis. A prisão ocorreu na Fazenda Brasília, no distrito de Montinho, em Itabela, quase um mês depois da captura do primeiro suspeito, localizado no município de Teixeira de Freitas.


Fonte: G1

Foto: TV Bahia

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2017 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade

Por favor, publique módulos na posição offcanvas.