Prefeitura abre sindicância contra taxista que teria agredido turista


A Secretaria de Trânsito e Serviços Públicos de Porto Seguro informou que está abrindo sindicância para apurar os fatos ocorridos no dia 07/12/17, no ponto de táxi da balsa, quando um condutor de táxi teria agredido um turista que estava usando o serviço Uber, de transporte oferecido por aplicativo. Durante o período da investigação dos fatos, o condutor e o alvará do táxi ficarão suspensos.
De acordo com o prefeito em exercício, Beto Nascimento, é fato que a utilização desses aplicativos divide opiniões. “É legítimo o direto dos taxistas de manifestação, desde que de forma pacífica e ordeira, mas é inadmissível ameaçar qualquer cidadão, ainda com o agravante de o fato ter ocorrido com um turista, que é a principal fonte de renda da economia do município”.
O Secretário de Transito e Serviços Públicos, Eriosvaldo Renovato Dias, salientou ainda que estão sendo tomadas as medidas administrativas cabíveis e que conta com o bom senso de todos para que a cidade não seja prejudicada.
Em Porto Seguro, o serviço Uber continua ilegal em razão de uma lei aprovada, promulgada e publicada pela Câmara Municipal. “Enquanto a Lei estiver em vigor tomaremos medidas para coibir o uso ilegal do aplicativo”, completou o secretário.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2018 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade