Setembro amarelo: Uesc desenvolve ações para prevenção ao suicídio

Com a campanha de tema “Diga sim à vida, diga sim a você”, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), através do Departamento de Ciências da Saúde (DCS), em parceria com o CDRH e apoio da Proex, Adusc, DCE, Afusc, Unati, está promovendo ações de prevenção ao suicídio. A iniciativa é uma referência ao Movimento Mundial Setembro Amarelo que estimula a prevenção do suicídio.

Durante o mês de setembro serão realizadas diversas atividades com o objetivo de discutir formas de prevenir o suicídio, que tem se constituído em um problema cada vez mais comum em nossa sociedade. Desde 2015, a partir de uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria, este mês é voltado para discussão desse assunto tão delicado, que provoca marcas profundas tanto nas pessoas mais próximas a quem tenta ou comete o suicídio, quanto em quem não está envolvido diretamente.

“O suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata um brasileiro a cada 45 minutos e uma pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da Aids e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentaram tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio. Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. Evita-se o assunto, o que só colabora para o aumento dos casos, pois as pessoas muitas vezes não sabem que podem procurar ajuda,” alertou o professor Cristiano Bahia, diretor do DCS.

Como incentivo à discussão do assunto e ao pedido de ajuda, está sendo divulgado o Disque 188, número do serviço de apoio emocional e prevenção do suicídio.


Fonte: Ascom Uesc

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade