Saúde promove ação contra o tabagismo no Terminal Rodoviário

Em alusão ao Dia Mundial Sem Tabaco, 31 de maio, a Secretaria de Saúde realizou um trabalho de conscientização no Terminal Rodoviário de Porto Seguro, propondo uma reflexão sobre os malefícios decorrentes do uso do cigarro, responsável por desencadear diversas doenças, a exemplo do câncer de boca e pulmão.

A ação teve a parceria da Vigilância em Saúde e a Atenção Básica, e levou ao público as informações em forma de teatro, cartazes e abordagens ao público. "O primeiro passo é o fumante compreender a necessidade de mudar o comportamento, avaliar os impactos negativos que o uso do cigarro provoca, pois a ingestão do tabaco leva a agravos terríveis a saúde”, disse a coordenadora do Programa Deixando de Fumar sem Mistérios, Odete Rocha.

Vestida de "morte", com roupas pretas e máscara cadavérica, a educadora física da Academia de Saúde, Susley Schmidt, abordou passageiros, funcionários das empresas de ônibus, taxistas, motoristas e colaboradores que atuam no terminal rodoviário. A forma criativa e chocante teve a intenção de gerar reflexão quanto aos números de mortes entre os fumantes em todo o mundo, sensibilizando as pessoas para conhecerem as ações antitabagismo desenvolvidas no município.

De forma direta, usando linguagem informal e atualizada, as agentes de combate às endemias, que integram a Equipe de Educação Popular em Saúde (EPS), forneceram conteúdo informativo, por meio da apresentação teatral, enfatizando alertas e advertências quanto às composições altamente tóxicas contidas no cigarro.

Programa Deixando de Fumar sem Mistérios

A epidemia global do tabaco mata quase 6 milhões de pessoas por ano. Destas, mais de 600 mil são fumantes passivos (pessoas que não fumam, mas convivem com fumantes). O Programa Deixando de Fumar sem Mistério, acessível a todos, é desenvolvido em todas as unidades de saúde do município, assentamentos rurais e áreas indígenas, e prevê ações que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), com o objetivo de reduzir a prevalência de fumantes e a consequente mortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, seguindo um modelo no qual são realizadas ações educativas, através de grupo de apoio, no intuito de prevenir a iniciação do tabagismo, além da disponibilização de medicamentos para o tratamento.


Fonte: Ascom Secretaria de Saúde

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade