Pousada Tororão: aconchego no coração do Arraial

Quando veio passear em Arraial d´Ajuda com a esposa Teresa, em 2013, João Eduardo de Drumond Verano não imaginava como isso transformaria a sua vida e da sua família, para sempre. Ele, 30 anos um influente advogado em Brasília e ela, uma atuante professora de inglês, decidiram então deixar para traz a vida atribulada na cidade grande para viver os encantos “desse fim de mundo”. Em apenas uma semana, alugaram casa, matricularam a filha Laura na escola, voltaram a Brasília e quando viram, já estavam morando aqui e ele já tinha trocado a gravata e a camisa de botão pelo short e o chinelo.

A história da Pousada Tororão, que significa murmúrio das ondas do mar, em tupi-guarani, foi um outro capítulo, que só se desenrolou dois anos depois. “Alguém comentou que havia uma pousada à venda na rua do Mucugê, mas quando soubemos o preço, vimos que não tinha chance. Mas ficamos namorando a ideia”, lembra ele. Um ano depois, encontraram o dono do empreendimento, que pretendia investir em outro lugar, a conversa evoluiu e o negócio tornou-se possível.

E assim a família assumiu a administração de um patrimônio localizado no coração de Arraial d´Ajuda, onde a rusticidade confortável de 22 apartamentos divide lugar com pés de biribiri, cacau, dendê, manga, caju, jabuticaba e espécies de mata nativa. Ali, onde mora um casal de esquilos e onde o hóspede acorda com o canto de canários da terra e de sabiás. E tem ainda a mascote Duda, uma dócil cadela da raça labrador, que faz amizade com quem se aproxima e até recebe carta de hóspedes quando vão embora.

Público selecionado

“O Arraial d´Ajuda é fantástico, o público é selecionado e a localização valorosa da pousada é o primeiro atrativo. Quando o hóspede sai à noite e se depara com a rua do Mucugê toda iluminada, com opções de gastronomia de várias partes do mundo, aí começa a paixão”, conta o empresário. Outro aspecto que chama muito a atenção dos clientes em seu estabelecimento são os funcionários. “Só tenho elogios, eles são fora de série. Não temos rotatividade, são o nosso grande patrimônio”, resume.

São esses mesmos funcionários que garantem o alto padrão de limpeza e higiene que João e Teresa tanto prezam. João Eduardo Verano, que é rotariano, com expressiva participação social na comunidade, é também motociclista “desde sempre”, como ele gosta de dizer, membro do Motoclube Rebel Bikers. Por isso mesmo, volta e meia, quando não está pegando a estrada, sedia e estimula encontros de motociclistas.  

A pousada Tororão, que também recebe pets, oferece ainda piscina, estacionamento exclusivo e todos os apartamentos são forrados, possuem varanda com rede e espreguiçadeiras, ar condicionado, frigobar, TVs de LCD e TV a cabo. Combinações que, como o tempo mostra, têm garantido o sucesso do empreendimento. “Em quatro anos eu não me lembro de um hóspede ter ido embora insatisfeito. 95% dos nossos hóspedes são reincidentes. Não dá outra”, brinca João Verano.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade