Caixa vazio nos municípios e fila em Brasília

Centenas de prefeitos eleitos, de todos os Estados, fazem filas imensas na porta dos Anexos da Câmara dos Deputados, há dias, atrás de verbas de emendas parlamentares do Orçamento vindouro. A pressão é tamanha que eles ainda trouxeram a Brasília líderes partidários locais e vereadores – os grandes cabos eleitorais de deputados. Com acesso restrito aos prédios por causa da pandemia do coronavírus, as filas duram horas debaixo de sol ou chuva, mas eles não arredam os pés, confiantes das promessas dos políticos aliados da capital. Todos saem com a garantia de que boa parte será atendida.

 

União...

A PEC 3/21, já chamada de a PEC da Imunidade – por dificultar a prisão em flagrante de mandatários de qualquer instância pela Justiça – conseguiu unir em Brasília os lobbies das Polícias Civil, Federal e do Ministério Público.

...contra a impunidade

Procuradores e delegados esqueceram as diferenças das carreiras – e sobre projetos confrontantes de interesses das classes – e voltaram ao Congresso Nacional para pressionar deputados e senadores a derrubarem a proposta. Em telefonemas, também.

Afago de Lira

Aliás, essa PEC da Imunidade também já é apelidada de Emenda Daniel Silveira, em alusão ao deputado preso por decisão monocrática do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, por ataques aos ministros da Corte.

 

Casa nova

Daniel Silveira vai estrear no PTB, conforme antecipamos, e deve disputar para Senado ano que vem.

 

Sobe e desce

Há uma correria no mercado para a compra de ações da Petrobras, depois da mega desvalorização em poucas horas, com a demissão do presidente da empresa, Castello Branco. Os investidores apostam em lucro alto assim que a petroleira se recuperar do susto. Essa corrida, aliás, lembra o que houve no tombo gigante da empresa durante a operação Lava Jato, da Polícia Federal, que desvalorizou o preço da ação. Muita gente apostou que a petroleira se reergueria. E acertou. E ganhou muito.

 

Bailando sozinho

O único candidato ao Governo de Pernambuco que tem mídia gratuita em todo o Nordeste é o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB). Em todas as obras que o presidente Bolsonaro inaugura, ele está lá com o discurso afinado para desancar seus adversários. Com o sorriso sempre pronto, não perde um flash.

 

‘Lei’ do retorno

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, decidiu que as rodovias do Paraná terão 100% dos recursos do leilão aplicados no Estado. A definição foi feita junto com parlamentares da bancada federal do Paraná, por uma mudança no projeto de concessão de mais de 3 mil quilômetros de rodovias.

Em suma

Com a decisão do ministério, qualquer valor usado para desempate na licitação será utilizado integralmente em obras na própria rodovia.

 

Pé no freio 1

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), usou as mídias sociais para divulgar que a situação atual mostra uma combinação perigosa com números crescentes da pandemia do Covid-19 e a lotação acima de 90% dos leitos de UTI. Câmara decidiu suspender as atividades econômicas e sociais em 63 municípios das 20h às 5h, a partir de hoje. Eventos e aulas em escolas municipais estarão proibidas até 12 de março.

Pé no freio 2

Na Bahia, o governador Rui Costa decretou lockdown de hoje à noite até às 5h da segunda-feira em todas as cidades, exceto para atividades não essenciais.

O curioso...

... dessas decisões é que governadores e prefeitos esperaram o feriadão de Carnaval. Mesmo que não tenha havido festas, os comércios funcionaram normalmente. E em muitos casos com aglomerações nas ruas.

 

Adeus, nanicos

A Câmara decidiu colocar no comando da subcomissão que analisa a reforma eleitoral um deputado da forte bancada do Republicanos. O Progressista também se destaca entre os titulares. Não haverá vida fácil em breve para os partidos ‘nanicos’.


Foto: Marcello Casais Jr./Agência Brasil

Brasília, sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021. Nº 3034

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)

©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Dedo na tomada

O Coletivo Nacional dos Eletricitários, que reúne empregados da Eletrobrás, alertou aos consumidores em folder distribuído por whatsapp e redes sociais que a conta de luz pode subir até 16% a curto prazo com a iminente privatização da estatal, que fornece hoje 50% da energia consumida no Brasil. Explica: A venda abrange 15 grandes usinas espalhadas pelo País, que vendem a energia entre R$ 40 e R$ 60 o MegaWatt Hora (MWH), enquanto no mercado livre os preços do MWH variam de R$ 200 a R$ 800 – tabela que deve ser seguida pelo novo concessionário privado, se não houver regulação federal. Ainda destacam que a empresa é superavitária em bilhões de reais/ano, sem prejuízos, o que não justificaria vendê-la em prol de lucro.

Barragens

Um detalhe citado é que a Eletrobrás administra 47 barragens hídricas nestas usinas (algumas têm 60 anos), com fiscalização rigorosa e sem incidentes de rompimento, como no caso de mineradoras.

Olho no caixa

Já o Governo federal, de sua parte, prevê a capitalização imediata de R$ 16 bilhões para o Tesouro, e enxugamento na folha salarial federal.

 

Liberdade, liberdade...

Há mais de dois anos o Conselho Nacional de Justiça omite no site do Banco Nacional de Mandados de Prisão o número de pedidos de detenção em aberto no País. Na última publicação sem o ‘filtro’ atual no portal, eram vergonhosos 400 mil não cumpridos.

 

VAR político

A Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil, criada em 2019, soltou um comunicado nas redes sociais conclamando eleitores e admiradores do presidente Jair Bolsonaro a denunciarem num e-mail qualquer postagem que considerarem ofensiva a ele ou a familiares. E conclui: VAMOS PROCESSAR TODOS. Assim, em caixa alta.

 

Café com leite

A cúpula do PT – Gleisi Hoffmann e Fernando Haddad, em especial – conversa hoje com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). Ele é cotado para o Governo de Minas Gerais. Mas Romeu Zema (Novo), atualmente, está muito bem avaliado nas cidades do interior, indicam pesquisas na mão do governador e de Kalil.  

 

MERCADO

 

Motor fundido

Uma conta de um empresário do setor: mais de mil trabalhadores vão perder emprego em concessionárias da Ford apenas em Minas Gerais, com o fechamento da montadora.  

 

Concurso$

Donos de empresas que promovem grandes concursos no País estão estupefatos com a incompetência do Núcleo de Concursos da UFPR, pelo desastre no cancelamento da prova da Polícia Civil no domingo. Foram mais de 100 mil inscritos. O salário de diretores de uma empresa do tipo esbarra nos seis dígitos. O lucro vai a sete dígitos.

 

Rio no gás

Há 20 anos, quando começou o avanço forte na capital Rio de Janeiro, o kit gás no porta-malas de táxis – e depois em veículos de passeios – era um monstrego até ridicularizado por quem desconfiava da eficiência. Hoje mais de um milhão de veículos trafegam com GNV no Estado, com boa rede de postos, sem sofrerem o assalto do preço da gasolina. Deve-se principalmente ao engenheiro Wagner Victer, ex-secretário de Desenvolvimento do Governo estadual à época, a aposta no investimento.

 

Novo mercado

Um exemplo de como o mercado da internet avançou. Fundada em meados dos anos 2000 direto do quarto de um dos sócios no Rio de Janeiro – o outro teclava na garagem de casa em Porto Alegre – a Hostnet, empresa de tecnologia que auxilia outras em negócios da Internet, realiza seu 13º treinamento para novos franqueados. A rede já conta com 40 unidades no Brasil. A Hostnet vale dezenas de milhões de reais.

 

Zé Esplanador

Intrigado com o cancelamento do concurso para a Polícia Civil do Paraná, o Zé Esplanador, nosso leitor cujo lema é ‘Perguntar não ofende, Cobrar é de direito’, deixa essa: Para quê uma universidade federal se mete a fazer concurso em vez de focar no ensino superior? O Zé acha que uma patota de professores-empresários poderia explicar essa. E não apenas na Federal do Paraná.


Foto: Agência Brasil

Brasília, quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021. Nº 3034

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)

©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

2020 não acabou

Organizadores de grandes eventos no País ainda repensam a agenda para este ano, a despeito do início (muito tímido) da vacinação contra a pandemia do Covid-19. A ABF Franchising Expo, a maior do setor, foi transferida do meio do ano para 29 de setembro a 2 de outubro, no Expo Center Norte (SP). No Rio de Janeiro, a Expo Franchising ABF Rio será de 11 a 13 de novembro. Ainda há dúvidas sobre a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, feiras de turismo em capitais e a realização do Rock’n Rio, apesar das divulgações.

 

Lula lá (na cela)

A repercussão nacional da sondagem da Paraná Pesquisas, feita a pedido da Coluna, sobre a concordância ou não dos brasileiros a respeito da condenação do petista mostra que o ex-presidente Lula da Silva ainda é forte na mídia e na cabeça do povo. E só.

Foram-se os anéis

A despeito da iminente decisão do STF sobre a anulação ou não da condenação de Lula, índices mostram que o petista não é tão forte eleitoralmente como anos antes.

Aliás...

... o sonho eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, já disse a amigos, que disputará a reeleição, é confrontar com Lula no pleito do ano que vem, se ele estiver ficha-limpa.

 

O Literato

Faleceu aos 96 anos em São Paulo o editor e escritor baiano Gumercindo Rocha Dorea, dono da editora GRD, que lançou grandes escritores como Rubem Fonseca, Nélida Piñon, Gerardo Melo Mourão e Ignácio de Loiola Brandão. Foi o pioneiro no lançamento de ficção científica no Brasil e editor de vários livros de Plínio Salgado.

Bons tempos

Gumercindo foi o maior descobridor de talentos literários do País numa época em que a literatura de ficção era valorizada pelas editoras, que hoje focam em best-sellers internacionais visando mercado de mídia.

 

Isolamento social

O ministro Edson Fachin, do STF, reconheceu o pedido de suspensão de ações de despejos e remoções de comunidades quilombolas no contexto da pandemia.

 

Êpa, êpa

A prefeitura de São Jerônimo (RS) citou ‘castramento’ de idosos para vacinação contra o Covid-19, e a informação viralizou nas redes, corrigida em Diário Oficial.

 

MERCADO

 

Taxiando

Quem entende do setor acha que há muito vento e pouca turbina nesse projeto da companhia aérea da Itapemirim, que quer começar a operar com um airbus apenas.

 

Na pista 1

A Mercado Livre está reforçando sua rede de entregas via iFood, Rappi e entregadores autônomos. Circulou na praça que vai acabar com a rede de caminhões. Oficialmente, a empresa avisa que vai manter a logística com as 600 carretas e 10 mil vans, investindo em todos os modais.

Na pista 2

A Mercado conta hoje com 51 carros elétricos para entregas no Brasil. E emprega 36 mil colaboradores no País, diretos e indiretos.  

 

Apps de Comida

A Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com os principais aplicativos de delivery de comida (Rappi, Ifood e Uber Eats) cresceram 149%. Dezembro foi o mês com mais demanda. O acumulado desde março soma 189% de alta no ano.


Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Gov SC

Brasília, terça-feira, 23 de fevereiro de 2021. Nº 3031

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)

©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Sergio Cabral, o remanescente na cadeia

 

Dos quase 300 réus que foram presos pelas fases da Operação Lava Jato de Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, apenas o ex-governador carioca Sergio Cabral continua na cadeia. Para o Ministério Público Federal, manter Cabral na cela é fundamental na guerra de bastidores com a Polícia Federal. Quem conhece o outro lado das portas aponta que os procuradores não engolem o fato de a PF fechar acordo de delação premiada – caso de Cabral – com aval do Supremo Tribunal Federal. O ex-governador teve seu acordo com a PF homologado pelo ministro Edson Fachin, do STF, há um ano. É o único colaborador da Lava Jato que ainda vê o café passar pelas grades toda manhã.

Café na mesa

Fernando Cavendish, da Delta, com muitos contratos fraudulentos – em especial no Rio – fechou delação com o MPF, foi condenado a 11 anos de prisão recentemente, e segue em prisão domiciliar.

Passou perto

Cabral, que chegou a ser cotado para vice na chapa de Dilma Rousseff, amarga por ora 17 condenações que somam mais de 300 anos de prisão nas costas.

 

Tô longe

Não havia confirmação até ontem à noite de que o presidente do DEM, ACM Neto, venha hoje à posse do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), seu ex-chefe de gabinete na prefeitura de Salvador. Estão hoje como água e vinho.

 

Custo Castello

Há anos, nas mãos de diferentes presidentes da República, a Petrobras é a moeda eleitoral mais preciosa no cofre do Governo, na política de controle de preços dos combustíveis (que por sua vez, claro, seguram a inflação). Desta vez, a conta no mercado chegará alta a médio prazo, porém tão forte como anteriores.

Custo Brasil

A Bovespa está registrando altas retiradas de capitais do Brasil desde a demissão do presidente da petroleira, Castello Branco, decidida pelo presidente Jair Bolsonaro. São multinacionais que confiaram no discurso de Bolsonaro, na sua passagem por Davos, sobre segurança jurídica e novos tempos sem ingerência na empresa de capital aberto.

 

Previsib...

Previsibilidade é uma palavara alheia ao vocabulário do dia a dia de Brasília, mas ao citá-la tanto nos últimos dias, Bolsonaro resgatou a figura de Aécio Neves. A palavra foi o mote da campanha derrotada do tucano contra Dilma Rousseff em 2014.

 

Carro chefe

A ministra Damares Alves montou o Grupo de Trabalho ministerial para análise da vindoura Política Nacional de Direitos Humanos. Será sua bandeira da gestão.

 

Ôh, dona Kátia!

Senadora que sugeriu medidas sanitárias no Senado, Katia Abreu colocou mais de 30 convidados dentro de uma sala de comissão, ontem, mesmo sob aviso da Polícia Legislativa sobre as restrições contra a pandemia. A turma prestigiou sua posse como presidente da Comissão de Relações Exteriores.

Os fiscais

Conhecido pelo discurso – e prática – de austeridade desde os tempos de deputado, o senador Reguffe vai comandar a Comissão de Fiscalização e Controle. O senador Marcos do Val será o vice. Ambos do Podemos.

 

Degradação

O centro antigo do Recife, dos mais históricos do País, está degradado, relatam moradores da capital. A antiga sede do Diário de Pernambuco - que deveria se transformar num museu - está destruída. Por ali batia ponto o fundador Assis Chateaubriand. Nas ruas do entorno, pedintes de várias nacionalidades: venezuelanos, colombianos, equatorianos e brasileiros.

 

Termômetro

A Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com supermercado aumentaram 28% entre março e dezembro, analisando operações de 42 mil usuários do app. O ticket médio de dezembro foi de R$ 343,98.

 

ESPLANADEIRA

# Calzoon Sucos e Calzones inaugura 22 franquias até abril em todas as regiões do. # Shoptime aderiu à campanha #RespiraXingu, para ajudar a região a enfrentar a pandemia da Covid-19. # A Direcional Engenharia completa 40 anos com recorde de lançamentos e de vendas, com R$ 697 milhões faturados apenas no 4º trimestre de 2020. # O cantor e produtor Richard Martin lança em março o novo single "Even the Rain".


Foto: Arquivo/Agência Brasil

Brasília, quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021. Nº 3032

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)

©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Maioria apoia condenação de Lula

EXTRA

Maioria apoia condenação de Lula

Uma sondagem nacional da Paraná Pesquisas exclusiva para a Coluna revela que a maioria da população brasileira concorda com a condenação judicial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do tríplex do Guarujá, que o tirou das eleições presidenciais em 2018 e o matém ficha-suja. Entre os ouvidos, 57% consideram justa a condenação, 37,6% injusta – e 5,4% não opinaram. Entre os jovens de 16 anos e adultos até 44 anos, o índice similiar foi maior, chegou a 59% a favor da condenação. O Supremo Tribunal Federal incluirá em breve na pauta do plenário a ação da defesa do líder político, que pede anulação da condenação baseada na suspeição do então juiz federal  Sérgio Moro.

Radiografia popular

Na região Nordeste, onde o petista é forte eleitoralmente, houve empate em 47% entre contra e a favor. As maiores discrepâncias foram nas regiões Sul (63,8% a favor da condenação, 30,1% contra) e Norte/Centro-Oeste (61,5% a favor, 33,5% contra).

Em queda

Um dado curioso é o que aponta que Lula vem perdendo apoio da população de baixa renda. A Paraná ouviu 2.264 pessoas por telefone em 200 cidades de todos os Estados, entre os dias 16 e 19 de fevereiro. Mais detalhes no portal da Coluna.

 

Quem demitiu

A decisão de expulsar o deputado federal Daniel Silveira (RJ) do PSL partiu principalmente do advogado do partido e vice-presidente, Antônio Rueda, que não quer se indispor com ministros do STF e TSE.

 

Bala na agulha

Eram 5h45 da manhã quando um concurseiro soltou um berro no Aeroporto de Cumbica e fez o salão de embarque, lotado, cair em choro e revolta ontem pela manhã. Provenientes de variados voos de diferentes capitais, a turma iria para Curitiba, para a prova da Polícia Civil, que abriria 400 vagas para delegado, escrivão e papiloscopista. O grito foi o anúncio do cancelamento da prova.

Balela 1

A FUNPAR/ UFPR, organizadora do concurso para mais de 100 mil inscritos, de todo o País, emitiu um comunicado às 5h42 da madrugada de ontem (isso mesmo) alegando que “após checagem na madrugada” constatou que nenhuma das instalações para aplicação das provas estava adequada diante da pandemia do Covid-19.

Balela 2

A balela revoltou os concursados, e a organizadora pode esperar enxurrada de ações na área cível. Bastidores dão conta de que a banca não conseguiu dar conta do trabalho, como contratar fiscais suficientes e cuidar da logística de entrega e coleta das provas. Um contrato de realização de um concurso do porte passa dos sete dígitos de lucro.

 

Fora da curva

Três deputados do PDT e quatro do PSB, partidos de oposição, votaram contra a prisão do bolsonarista Silveira decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF. O partido Novo, o Novo.. também foi pró-Silveira.

 

Dois pesos...

Ao passo que em Curitiba, o procurador Deltan Dellagnol saiu ofuscado com o encerramento da Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro o produrador-chefe Eduardo El Hage já foi alçado ao cargo de chefe do novo Gaeco.

... duas medidas

Mas a rádio corredor das bancas espalha que no ‘caso Nythalmar’, o prodígio advogado que atuou na Lava Jato Rio, há troca de mensagens no mínimo curiosas entre El Hage e o advogado, além de mensagens a serem questionadas no material da Operação Spoofing. A troca de mensagens envolve também o juiz Marcelo Bretas.

 

MERCADO

 

Na garagem

Jorge Sampaoli, o técnico hermano que se despede do Atlético Mineiro, colocou à venda sua Range Rover blindada por R$ 419 mil.

 

Banca digital

Mais um grande jornal vai migrar para o digital, seguindo tendência da comunicação no mercado. O Diário do Nordeste, de Fortaleza, após 39 anos de impresso.

 

ESPLANADEIRA

# Procon-SP e Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais debatem hoje sobre implementação da Lei Geral de Proteção de Dados. # 5àsec anuncia novo modelo de negócio, o HUB. # Sem Parar anuncia o PIX como nova opção de pagamento. # O Instituto Democracia e Sustentabilidade promove quarta-feira, das 10h às 11h30, na 1ª Roda de Conversa com Jornalistas.

 

A seção Esplanadeira divulga informações de cultura, esporte, mercado, ações sociais e outras, sem qualquer contrapartida de anúncios ou financeira. Envio de sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Foto: Arquivo/Agência Brasil

Brasília, segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021. Nº 3031

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)

©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados