Jovens talentos se apresentam no “Natal em Harmonia”, em Trancoso

Iniciativa sociocultural do Mozarteum Brasileiro, aberta à comunidade, o evento terá muita música,

programação extra para crianças e jovens e distribuição de presentes

Com apresentações de canto, dança e música instrumental alusivas à data, cerca de 300 jovens e crianças da região, entre 5 e 18 anos, participam da tradicional iniciativa do Mozarteum Brasileiro, o Natal em Harmonia. Em sua 6ª edição, o evento é um marco das comemorações natalinas no Sul da Bahia, que tem como protagonistas grupos de música de escolas públicas e organizações sociais de Porto Seguro, Trancoso e Arraial d’Ajuda. O ingresso é um brinquedo novo ou seminovo, que será distribuído por um Papai Noel às crianças e jovens presentes ao espetáculo.

Um dos objetivos do Mozarteum com essa ação socioeducativa é promover a magia do Natal e despertar a sensibilidade e a habilidade musical no público infanto-juvenil. Cada escola apresentará uma atração natalina, e todos os alunos, no final, executarão a canção Noite Feliz. A iniciativa promove a integração dos jovens da região e abre a oportunidade para cada um expressar seus talentos.

Para envolver toda a comunidade nas atividades culturais da região, o Mozarteum incentiva e sensibiliza moradores e comerciantes a contribuírem com infraestrutura e logística, por meio da oferta de transporte para os alunos, bufê de frutas e presentes, além de voluntários para ajudar na organização. Os interessados devem entrar em contato com Suleide Jacques: Tel.: (73) 3668-1487; Cel. (73)99976-2836/ 99937-9739.

O Natal em Harmonia será realizado no dia 07/12/2018 – sábado, das 14h30 às 18h00, no Teatro L’occitane, que fica na Estrada Municipal de Trancoso, km 19, s/n - Trancoso, Porto Seguro - (73) 3668-1487.

O evento tem como mantenedores EMS, Groupe L´Occitane e  patrocínios da Lei de Incentivo à Cultura, BNP Paribas, Bradesco, Garde Asset Management, Crowe e realização do Mozarteum Brasileiro, Ministério da Cidadania e Governo Federal.

O Mozarteum

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko, é uma das mais conceituadas associações culturais do país e tem como objetivo valorizar e difundir a cultura musical. Por meio da organização e promoção de espetáculos de música erudita e da manutenção de uma série de atividades educativas em São Paulo e Trancoso, sul da Bahia, fomenta a inclusão social e estende o acesso ao melhor da música para o maior número de pessoas.

Desde 1981, início de suas atividades, vem atuando para cumprir dois grandes objetivos: trazer a excelência musical internacional para o público brasileiro e, ao mesmo tempo, incentivar o desenvolvimento pessoal e social por meio de várias iniciativas de cunho cultural e educativo. Traz ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo e abre espaço em sua programação para a apresentação de orquestras jovens e novos talentos brasileiros.

Em sua trajetória, realizou mais de 1.500 concertos, que foram vistos por mais de dois milhões de espectadores, em salas de concertos e locais públicos. Mais de nove mil alunos passaram pelas masterclasses e 240 jovens talentos foram encaminhados às melhores instituições musicais nacionais e europeias, por meio de bolsas de estudos concedidas pela instituição.


Fonte: Press Services Soluções Integradas em Comunicação - Foto: Divulgação

Festival de Jazz em Trancoso leva grandes atrações ao vilarejo

 

Durante os dias 15 a 17/11/19, Trancoso viveu dias especiais. O Mastercard Jazz Trancoso movimentou a Praça do Bosque e o Quadrado histórico proporcionando à comunidade local e aos turistas a oportunidade de assistirem a grandes apresentações musicais, gratuitamente.

Apresentaram-se renomados artistas como Daniel Jobim, Toninho Horta, Happy Feet Jazz Band e Gabriel Guedes, além de diversos músicos locais que levaram muito jazz e blues com pegada brasileira. Um dos pontos altos do festival foi a apresentação da Orquestra Jovem Ecoar que emocionou o público presente. Também houve participação especial de Elba Ramalho que subiu ao palco e cantou Villa Lobos ao lado de Wagner Tiso. O sucesso do festival traz boas expectativas para a realização de uma segunda edição.

Ator baiano é sucesso na dança, teatro, TV e também nas passarelas

Ele é de Guaratinga, uma cidadezinha de 20 mil habitantes, a 120 quilômetros de Porto Seguro. Mas, à custa do seu talento, muito esforço e dedicação, está conquistando o Brasil e, quiçá, o mundo. O ator Hallily Suzza'h, nascido na pequena cidade de economia rural, está com a carreira em franco crescimento. Aos 28 anos de idade, já estudou na Europa e atualmente mora em São Paulo, onde garante participação em importantes espaços teatrais, passarelas e emissoras de TV.

Desde pequeno, Hallily, que transformou o Souza da certidão de nascimento no Suzza’h artístico, já sabia que gostava de arte. Ele, que saiu de Guaratinga para estudar tem orgulho da cidade onde nasceu, mas foi em Porto Seguro que seus olhos brilharam quando subiu ao palco pela primeira vez, no Centro de Cultura. Hallily Suzza'h está no caminho do sucesso e sabe bem disso.

Em Porto Seguro conheceu o teatro através do diretor Rod Pereira, com quem teve a oportunidade de subir no palco pela primeira vez no musical Mar Morto, de Jorge Amado. Mais tarde, conheceu o diretor Adriano Cutrim, que, segundo ele, foi um dos responsáveis por tudo o que sabe de teatro hoje. “Descobri que eu gostava de atuar quando subi pela primeira vez no palco do Centro de Cultura, há cerca de 10 anos. Foi incrível e veio como um sonho, uma visão. É isso o que eu quero e que eu vou fazer”, conta.

Segundo ele, a arte sempre esteve presente na sua vida desde criança. “Minha mãe me levava para a igreja e lá eu já ia à frente, falava em público, cantava e, na maioria das vezes até sem ensaiar. O próprio pastor falava: ‘cadê o nosso pastorzinho? Vamos chamá-lo para cantar uma música aqui para a gente’. Começou tudo aí”, disse Hallily. Depois surgiu a vontade de estudar e fazer teatro, e as oportunidades de ir para fora do país, onde estudou e se se formou. “Fora isso, tive a grata surpresa de descobrir que também consigo modelar (risos)”.

De Porto para São Paulo

Atualmente mora em São Paulo, onde freqüenta o curso técnico de teatro musical na TeenBroadway, uma das escolas mas renomadas de teatro musical em São Paulo, cuja responsável é  Maísa Tempesta, a primeira brasileira a compor um musical na Broadway, nos Estados Unidos. E está sendo agenciado pela Model Brazil Agency, agência de modelos, que tem parcerias com respeitadas produtoras como a Mesa de Booker e ECM Produções. 

Através dessa agência e suas parcerias, o ator, que tem se mostrado polivalente, teve oportunidades em programas como Casos de Família, Domingo Legal e Eliana, no SBT, compondo plateias que têm lhe conferido visibilidade, além de espaço em revistas e desfiles. Outro trabalho de destaque foi desfilar para Josh Lamonaca, cabeleireiro de Londres, que o escolheu pessoalmente entre 30 modelos. O cabeleireiro é quem cuida das madeixas de vários famosos, como Neymar, Cristiano Ronaldo e outros grandes nomes da TV.

Aqui no Brasil contracenou e estudou com atores, diretores e produtores de filmes, séries, novelas em Hollywood, musicais da Broadway e de novelas na Rede Globo, como o vilão Sebastião Quirino, na novela Novo Mundo, da Rede Globo. “Tive o prazer de ter uma oficina com ele e a honra de ser convidado por ele para maquiá-lo quando ele estava fazendo a Greta Garbo. Foi uma experiência divina.”

Vida de artista

Mesmo com tantos compromissos, o ator mantém contato e bom relacionamento com a família. A mãe, Júlia dos Santos, mora em Camaçari e o pai, Israel, em Serra/ES. “Meus pais me apoiam em tudo o que eu faço com relação ao teatro”. Hallily diz que a vida de um ator exige muita ralação. “Como toda pessoa que escolhe a arte, seja cantando, atuando, modelando, dançando, é arriscado. Já passei alguns perrengues de aceitação, de entendimento.”

Quando fez a escolha, alguns familiares perguntavam a ele com iria trabalhar. “Não sabem como é difícil ser ator. Tem que estudar muito para conseguir trazer no palco algo que convença quem está assistindo. É muita dedicação, estudo, leitura, muito conhecimento. Isso requer tempo, dinheiro, disponibilidade.”

Uma situação bem desafiadora foi quando ganhou a bolsa de estudos de teatro, para estudar em Torino, na Itália. “Uma cultura totalmente diferente, e eu, estrangeiro lá, estudando, não podia trabalhar direito, porque o visto não me permitia trabalho integral. Então eu tive que me virar como pude. Lavei prato, cuidei de casa, de criança, de cachorro. Fiz de tudo um pouco para sobreviver. Mas nunca passei necessidade. Quem escolhe fazer qualquer coisa voltada à arte sabe que tem essas dificuldades.”

Atualmente Suzza’h faz parte da montagem de um musical para o final do ano, com Juliana Pezzi, professora de balé e diretora. Ele busca reconhecimento, um personagem e espaço nas redes de TV. “É o sonho de todo ator”. E continuar trabalhando com musical. “Posso juntar canto, dança e interpretação, que são coisas que eu amo fazer e estudei para isso”.

No coração, o jovem tem muito amor pelo que faz e gratidão a Deus pelas oportunidades: “Tudo que faço na minha vida, primeiro pergunto a Deus. Falo com Ele, acredite quem quiser, Ele sempre me responde. O crescimento e reconhecimento são confirmação de Deus, que é fundamental na minha vida e na minha trajetória.”

Exposição Negra Soul retrata protagonismo feminino

 

No dia 23/11/19, foi iniciada a exposição Negra Soul, idealizada pelo servidor público e produtor cultural, Lucas Nicácio, e o fotógrafo, Roberto Reis. A exposição está aberta até o dia 20/12, no Centro de Cultura de Porto Seguro.

Segundo os organizadores, o objetivo é fortalecer a rede de proteção e as políticas públicas para as mulheres, em específico a lei Maria da Penha e a sua aplicação no município. E fortalecer a identidade da mulher negra, sua beleza, seu protagonismo na sociedade. Outras duas exposições estão marcadas: "Jokana Baixú" - mulher bonita em Patchorã (língua pataxó), no mês do índio, em abril de 2020; e mulheres "Ciganas", em julho do mesmo ano.

"Queremos exaltar a beleza da mulher e falar um pouco dos seus anseios, sonhos, dificuldades de viver, ser reconhecida e valorizada em um sociedade machista, onde muitas mulheres são mortas pelo simples fato de tomar uma decisão", disse o produtor cultural, Lucas Nicácio. São parceiros na iniciativa, a secretaria de Assistência Social e as superintendências de Promoção da Igualdade Racial e a de Trabalho, Emprego e Renda.


Fonte: Ascom PMPS

Academia de Letras abre inscrições para I Concurso Literário

Estão abertas, até 15/10/19, as inscrições para o I Concurso Literário, organizado pela Academia de Letras de Porto Seguro. As inscrições são gratuitas. Serão avaliadas publicações nas categorias: poesia, conto e crônica. As comissões avaliadoras analisarão as obras de acordo com critérios como criatividade, comunicabilidade, originalidade, estética e valorização da cultura baiana, conforme edital.

Podem participar do concurso estudantes devidamente matriculados em instituições públicas ou particulares de Porto Seguro. Os candidatos podem inscrever somente uma obra literária em cada categoria.

O primeiro colocado das três categorias receberá como prêmio um notebook. A premiação deste Concurso Literário acontecerá em fevereiro de 2020. Inscrições e mais informações estão disponíveis no site: www.albportoseguro.com.br ou pelo número (73) 98146-2198.

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade