Mapa turístico 2017
Fisio

Conta de luz pode ficar mais barata

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a redução dos valores referentes às bandeiras tarifárias amarela e vermelha. Essas bandeiras são aplicadas quando fica mais caro produzir energia e o efeito final é uma conta de luz mais alta para o consumidor. Em reunião extraordinária, dia 26/01/16, ficou estabelecido que a diminuição dos valores das bandeiras é válida a partir de fevereiro.

A bandeira vermelha passará a ter dois patamares: R$ 3,00 e R$ 4,50, aplicados a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. A bandeira amarela cai de R$ 2,50 para R$ 1,50, a cada 100 kWh.

A decisão desta terça foi baseada em estudos da Superintendência de Gestão Tarifária da Aneel. A agência divulgou, dia 29/01, a bandeira tarifária a incidir sobre as contas de luz de fevereiro. Desde março de 2015 está em vigor a a bandeira vermelha, o que significa conta de luz mais cara.

Bandeiras tarifárias

As bandeiras tarifárias coloridas (verde, amarela e vermelha) foram criadas para informar o consumidor a respeito dos custos que são repassados à conta de luz com o acionamento de usinas termelétricas, que geram uma energia mais cara e são ligadas quando as hidrelétricas produzem menos por causa do baixo nível de seus reservatórios.

 A medida vale a partir de 1o de fevereiro de 2016 e a bandeira vigente para esse mês, e seu patamar caso seja vermelha, serão conhecidos no dia 29 de janeiro. 


 Fonte: Portal Brasil

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados