Mapa turístico 2017
Fisio

Bahia lança editais para construção de centros de canoagem


Destaque nos Jogos Olímpicos Rio 2016, a canoagem baiana trouxe medalhas para o estado e revelou talentos. Em 07/06/17, o Governo da Bahia lançou editais para licitação de construção de três centros de treinamento, nas cidades de Itacaré, Ubaitaba e Ubatã. O evento de lançamento foi realizado na Governadoria, em Salvador.
O investimento do Governo do Estado no projeto será de R$ 3,2 milhões. As propostas de construção devem ser recebidas até 07/07/17. Após análise, será assinada a ordem de serviço. “Considerando que cada um desses centros levará entre seis meses e um ano para ficar pronto, eu acredito que, a partir do início do primeiro trimestre do ano que vem, já teremos pelo menos um pronto. Ao longo do segundo trimestre, os outros dois estarão prontos, de forma que os três centros de canoagem deverão ser operacionais ainda no primeiro semestre de 2018”, explicou o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster.

O evento teve a presença dos medalhistas olímpicos Isaquias Queiroz e Erlon Silva, além de prefeitos das cidades contempladas, treinadores e outros atletas da canoagem. Isaquias acredita que o êxito nos Jogos Olímpicos 2016 foi importante para o desenvolvimento do esporte no estado. “Acho que o meu resultado e o do Erlon foi fundamental para esse projeto. Agora é dar continuidade ao nosso trabalho”, declarou.
Erlon também comemorou o investimento. “No decorrer das Olimpíadas, a gente sabia que a canoagem poderia crescer se tivéssemos um bom resultado. A gente hoje vê que a canoagem valorizou bastante, principalmente na Bahia. Com esse novo projeto, vamos ter mais talentos. Estou muito feliz com essa conquista”, disse.
Próximas gerações
Durante o evento, o governo apresentou as canoas que foram doadas à Bahia pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBC) e que serão distribuídas entre os quatro núcleos do projeto de iniciação esportiva localizados em Itacaré, Ubatã, Ubaitaba e Salvador, cabendo 13 embarcações para cada núcleo. São 52 barcos doados por meio do programa Canoagem Brasileira 2024.
A doação de canoas para as instituições tem a intenção de abrir novos polos de canoagem e paracanoagem, visando espalhar o esporte pelo Brasil, com foco nos Jogos Olímpicos de 2024 e 2028. “A equipe de 2020 está na água, dificilmente surge uma outra pessoa que consiga vir a toque. Nós temos que pensar no futuro. Esse é trabalho da confederação agora”, comentou o presidente da CBC, João Tomazini.
Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), assinou também um termo de cooperação com a Associação Cacaueira de Canoagem. “Eu estou muito emocionada com essa conquista. O nosso trabalho não vem só da Olimpíada para cá, a gente trabalha há mais de 30 anos e hoje somos reconhecidos mundialmente”, destacou a presidente da Associação Cacaueira, Camila Lima.
Na capital, também será construído um centro de treinamento, que deverá funcionar no Parque de Pituaçu. O projeto básico da unidade de Salvador está em processo de elaboração e não faz parte deste edital.


Fonte: Secom/GOVBA - Fotos: Paula Fróes

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados