Mapa turístico 2017
Fisio

Claudia Leitte estreia como "salva-vidas" no Carnaval

O carnaval de Claudia Leitte começa oficialmente no dia 24/02/17, data em que leva para Salvador seus blocos com o tema Claudia Leitte a Bordo – sendo seu trio transformado num verdadeiro “navio elétrico” em que ela aparece com roupas assinadas pela Água de Coco por Liana Thomaz com figurinos de Renato Thomaz.

 A estreia será como salva-vidas, no dia 24, no bloco Blow Out, seguida do bloco sem cordas, dia 25, como marinheira – com cordas náuticas em homenagem a sua primeira vez na pipoca. Para seu tradicional Largadinho, encenará uma comandante no dia 26, e uma pirata no dia 28.

 “Ela queria algo meio baywatch moderna. É uma peça inteira bordada à mão com paetês e vidrilhos e a palavra amor grafada. Para arrematar, uma jaqueta bomber de organza”, afirma Renato Thomaz.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Acessos: 192

Onda solidária invade o Carnaval

A Wam Brasil, uma das maiores comercializadoras de cotas imobiliárias do Brasil, juntamente com os demais parceiros, estará lançando no dia 23/02/17 o primeiro bloco de carnaval voltado para uma ação solidária.

O objetivo desta movimentação é a arrecadação de uma tonelada e meia de alimentos que serão doados para a Casa Ampare e Casa do Oleiro em Porto Seguro, e a Casa Dia em Arraial D’Ajuda. O Grupo Axé Moi já entra no bloco com uma participação de 400kg de alimentos, visando o bem estar e um carnaval mais feliz a todos os integrantes destas instituições.

A abertura do evento, no dia 23/02, conta com o desfile do bloco ondas pelas ruas de Porto Seguro, sendo a concentração no Trevo do Cabral a partir das 16h00, e a saída para o desfile às 18h00.

Quem quiser adquirir um abadá do bloco, deve comparecer ao stand da Wam Brasil localizado no estacionamento do Bosque do Porto Praia Hotel (Avenida Beira Mar, s/n bairro Taperapuã), e trocar10 kilos de alimentos (com exceção de sal) pelo seu abadá.  Mais informações sobre essa folia no telefone (73) 9 9172-2861, falar com Edilene.


 

Fonte: Ascom do Axé Moi

Acessos: 278

Suvaco do Cabral celebra 100 anos de samba

O Bloco Suvaco do Cabral foi fundado em 2016 e tem como objetivo principal evocar a temática do samba como elemento cultural da brasilidade. O bloco vai para a avenida este ano homenagear o centenário desse estilo musical, que foi marcado por nomes como Donga, Tia Ciata, Carmen Miranda, Pixinguinha, Ismael, Mauro de Almeida, Nelson Rufino, Dorival Caymmi, entre outros. 

O Suvaco sai no dia 04/03, fechando o Carnaval, com oficinas, campanhas com a temática da sustentabilidade, nas quais serão recolhidas latinhas de cerveja e refrigerante para doação à ONG Amigos dos Animais, e, claro, muito samba.

A concentração será às 16h00, no Trevo do Cabral. A programação inclui a Lavagem do Suvaco, às 17h30 e desfile às 18h00, animado pela Bateria do Suvaco.

Para participar, o folião deverá adquirir a camisa do bloco, que está sendo vendida a R$ 80,00, dando o direito a seis fichas de água e cerveja.

“O Samba-Enredo deste ano homenageia todos os ilustres sambistas da nossa história. O Suvaco tem como tema o samba, que é um aspecto muito importante da nossa cultura”, afirma a empresária Renata Tardin, uma das organizadoras.

Samba para o Carnaval 2017 - Suvaco do Cabral

 

“No centenário do samba, o Suvaco é o chefe da folia”

 

Chegou, chegou

Festejado é o centenário que chegou (ele chegou!!!!) (bis) 

É centenário (bis) ôoooh

O samba mostra ao mundo o seu encanto

 

Chegou Suvaco

E no compasso vem mostrar nossa raiz

E tem samba de primeira (tem sim)

Meu gingado é capoeira (é sim)

E as baianas que esplendor

Tia Ciata, hoje canto em seu louvor

É mestre Donga, Pixinguinha e Ismael,

Mauro de Almeida hoje o samba é lá no céu

Nosso Suvaco é o chefe da folia

E apresenta nosso grande trovador

 

Sou Sambahia

Onde habita a alegria

Dignidade, resistência é o meu valor

Na passarela é Suvaco e magia

Pode aplaudir que é o centenário que chegou

Chegou, chegou

Festejado é o centenário que chegou (ele chegou!!!!) (bis)

 

Sou o Suvaco que exalta os sambistas

Nelson Rufino, Batatinha e Riachão

Edil Pacheco e Caymmi em harmonia

Pra relembrar que o samba nasceu na Bahia

Acessos: 243

Campanha exige a proteção integral de crianças durante o Carnaval

Campanha #DeUmBasta engaja soteropolitanos para pressionar município a combater violência sexual contra crianças durante o Carnaval.

 Com dados subestimados, o Brasil não consegue proteger completamente crianças da violência sexual durante grandes eventos, como o carnaval. Segundo a Secretaria Especial de Direitos Humanos, há uma média de 47 casos por dia no país, que incluem vítimas de abuso, exploração ou turismo sexual. Porém, como eles se baseiam apenas em denúncias anônimas ao Disque 100, o número de casos pode ser maior.

Este é o foco da campanha #DeUmBasta, com a qual a organização internacional Aldeias Infantis SOS irá engajar cidadãos para pressionar municípios a viabilizar diagnósticos reais na construção de políticas públicas de combate à violência, até o dia 05/03. De acordo com o Disque 100, o Estado tem quatro denúncias por dia.

“Para desenvolver planos efetivos contra as violações, são necessários diagnósticos corretos. Embora os dados do Disque 100 sejam importantes, é necessário considerar também informações de delegacias, escolas, conselhos tutelares, hospitais, centro sociais ou qualquer outro espaço em que uma criança possa ter seus direitos violados”, explica a gestora nacional da Aldeias Infantis SOS, Sandra Greco.

A participação das pessoas se dará por meio de petições online, que poderão ser assinadas no site deumbasta.org.br. Todas as assinaturas serão entregues para as prefeituras das cidades escolhidas este ano para o trabalho, de forma solene, com possibilidade de conversa para discutir políticas públicas com o gestor de cada município. “Selecionamos cidades que possuem grande mobilização popular para o Carnaval e onde a organização já atua. Exigir que a administração pública faça o seu trabalho é um dever de todos”, afirma Greco.

Segundo ela, a campanha é o primeiro passo de um processo para a defesa e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em todo o Brasil, que vai do diagnóstico à implementação de medidas para isso.

“O carnaval, assim como outros grandes eventos, é uma tradição brasileira que deve ser festejada e nele não deveria haver espaço para a violência. Acreditamos no potencial de cada cidadão como agente de transformação da sociedade e, por isso, convidamos todos a mudar esse cenário, para que a violência sexual não seja um legado do período”. Presente no Estado desde 1981, o programa da organização em Lauro de Freitas fortalece famílias contra o ciclo da violência e pobreza.

Um ciclo permanente

A violência sexual deixa sequelas físicas e psicológicas de curto e longo prazo. Ela compromete saúde, autoestima, aprendizado e vida social das crianças e, pior, se torna um ciclo, pois tem o potencial de torná-las adultos que reproduzem essa violência. É para dar um basta nessa situação que a campanha se centra.

Sobre a Aldeias Infantis SOS Brasil

A Aldeias Infantis SOS é uma organização humanitária internacional, presente em 134 países, que atua há 50 anos em comunidades vulneráveis pelo Brasil, defendendo o direito de crianças e jovens. Oferece alternativas de cuidado e fortalece famílias e comunidades em 12 estados e no Distrito Federal, além de promover melhorias em políticas públicas para que nenhuma criança cresça sozinha.www.aldeiasinfantis.org.br


Fonte: Grupo CDI - Comunicação e Marketing

Acessos: 204

Dermatologistas dão dicas para o folião brincar o Carnaval

O Carnaval está chegando. É hora de se preparar para a folia! Pensando em quem vai aproveitar a festa na rua, a Sociedade Brasileira de Dermatologia alerta para os cuidados necessários com a pele durante os próximos dias. Veja as dicas:

- Evite queimaduras pelo sol! Use chapéu, óculos de sol e o filtro solar com FPS30, no mínimo, e reaplique a cada 2h porque o produto sai com o suor. Prefira o filtro solar físico que tem maior aderência à pele. Se possível, esteja de camisa para tambor proteger o corpo, principalmente os ombros
- Beba muita água para não ficar desidratado
- Evite "o contato com a pele exposta ao sol" de bebidas e picolés com frutas cítricas como limão, tangerina e caju
- Tente se programar para acordar cedo e aproveitar os blocos até às 10h00, fora do horário de pico do sol. Se preferir, deixe para curtir a folia depois das 16h00
- Vai levar as crianças para o bloco? Tome alguns cuidados com os pequenos: evite fantasias com tecidos sintéticos que esquentam e podem causar alergia, aproveite fantasias que tenham chapéus, principalmente os de aba larga, não deixe as crianças com roupas molhadas para não provocar micoses. Essa dica também serve para os adultos
- Escolha uma fantasia leve e não exagere na maquiagem. Use maquiagem, brilho e glitter de marcas de confiança para evitar dermatite de contato e alergias
- Proteja os pés de calosidades, traumas e risco de cortes. Use sapatos confortáveis, folgados ou tênis. Se tiver bolhas nos pés, não estoure para não infeccionar
- Os sprays de espuma contêm substâncias tóxicas, tome cuidado, pois o contato com a pele pode causar reação alérgica.
- Doenças sexualmente transmissíveis podem trazer uma série de danos à saúde. Por isso, não esqueça a camisinha e evite doenças como Sífilis, HPV, HIV, Hepatites B e C.
Lembre-se , caia na folia, mas não esqueça a proteção!


Fonte: FSB Comunicação

Imagem ilustrativa/Google

Acessos: 187

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados