Mapa turístico 2017
Fisio

Responsável por desmatamento na Pitinga pode ser processado

Moradores do Arraial d´Ajuda procuraram a redação do Jornal do Sol logo após o feriado da Semana Santa, denunciando que um empreendedor ligado à rede Tonziro, de Porto Seguro, promoveu a derrubada de árvores em uma área no Alto da Pitinga, para a construção de um condomínio, batizado de "Monte das Oliveiras". A ação teria sido iniciada na sexta-feira santa e na segunda-feira já não se encontravam os responsáveis no local.

Sem autorização para a supressão de vegetção, foram desmatados em torno de 5 mil metros quadrados de área verde para a construção de cerca de 140 apartamentos, de 50 metros quadrados cada. O crime foi denunciado aos órgãos ambientais pelas entidades Nossa Porto Seguro (NPS) e Observatório Social Porto Seguro. “Agora estamos levantando assinaturas para exigir a recuperação ambiental da área e a modificação do projeto”, diz um dos membros. As assinaturas estão sendo recolhidas através do site: https://secure.avaaz.org/po/petition/.
Responsável pode ser preso
O secretário de Meio Ambiente, Bené Gouveia, confirma que o empresário não tinha autorização da prefeitura nem de outros órgãos ambientais para promover o desmatamento. “Ele foi multado, o empreendimento foi embargado e a denúncia encaminhada para o Ministério Público, que poderá pedir a recuperação da área, sua indisponibilidade e até a prisão do responsável, por crime ambiental”, informa o secretário. Segundo ele, esse tipo de atitude é inadmissível nos dias atuais. “Que a punição sirva de exemplo para que outras ações como esta não se repitam”, salienta.

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados