Mapa turístico 2017
Fisio

Acusado de matar Lady Butterfly vai a júri popular em agosto

O mecânico Luan Santos Gonçalves, acusado de matar o dançarino Daniel José de Oliveira Junior, conhecido como Lady Butterfly, irá a júri popular em 30/08/17. O processo corre em segredo de justiça, mas o julgamento foi confirmado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

O crime aconteceu em 17/11/2013, em Porto Seguro. Luan é acusado de matar Daniel com golpes de faca, enquanto estava na residência dele, que morava sozinho e não deixou filhos. Um vídeo do dançarino saindo de casa para pedir socorro chegou a ser divulgado na internet, após o assassinato. Para a polícia, Luan alegou ter matado a vítima por legítima defesa.

O acusado está no presídio de Eunápolis, desde que foi encontrado em Vitória da Conquista e confessou o crime, em 20/11/17. Ele foi capturado enquanto tentava fugir para Três Lagos, no estado do Mato Grosso do Sul e alegou legitima defesa à polícia. Mas a polícia contesta o depoimento dele, com base nos laudos periciais e exames de corpo de delito. Para o delegado Élvio Brandão, responsável pelas investigações, não havia sinais de luta ou ferimentos no corpo de Luan, na época, e o crime teria sido passional. Segundo as investigações, Luan fugiu sem prestar socorro à vítima.

O assassinato de Lady Butterfly foi um choque para Porto Seguro, especialmente pela sua atuação no turismo da cidade. O dançarino era querido por turistas e conhecido pela sua performance extravagante nos palcos da barraca de praia em que trabalhava.

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados