Mapa turístico 2017
Fisio

Médicos do HDLEM mantém greve


Os médicos do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM), em Porto Seguro, decidiram manter a greve iniciada em 20/04/17. A decisão se deu em assembleia realizada em 25/04/17.
Os médicos querem um posicionamento do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a respeito das reivindicações dos profissionais, de melhorias das condições de trabalho e na estrutura física do hospital, pagamento dos salários em dia e reajuste salarial, que não é feito há três anos. Alguns problemas como o vazamento de água no teto do centro cirúrgico são antigos e ainda não foram resolvidos, de acordo com o sindicato. Falta material essencial para cirurgias e existe sobrecarga de trabalho dos médicos plantonistas. Eles pedem reforma do centro cirúrgico, regularização de insumos, aumento da equipe de plantonista e recebimento do salário até 10º dia útil de cada mês.
As paralisações são recorrentes, desde a administração anterior, pela Monte Tabor. Os atrasos dos pagamentos e as condições de trabalho e físicas do hospital sempre estiveram entre as reivindicações.
Segundo Fernando Corrêlo, diretor regional Extremo-Sul do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), representantes da IGH disseram que não poderão atender as reivindicações de imediato. O IGH alega que não houve repasse pela a Sesab para investimento no hospital. Eles informaram que ainda não receberam os salários de fevereiro, que seriam depositados em 26/04/17.
O HDLEM é o único hospital do extremo sul que acolhe pacientes de toda a região. Permanece o atendimento a emergências.


Fonte: Ascom Sindimed - Foto: divulgação

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Site desenvolvido em Software Livre
Jornal do Sol | Todos os Direitos Reservados