Doses da Covaxin sob suspeita

O enrolado com a Justiça deputado federal Luís Miranda (DEM-DF), pivô do tititi ontem sobre suspeita de compra irregular da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde, não contou a história toda ainda. A bomba jogada por ele no noticiário, de que alertou o presidente Jair Bolsonaro sobre esquema na pasta, saiu dois dias após o retorno dos Estados Unidos de seu irmão, Luís Ricardo Miranda, chefe da Divisão de Importação do Departamento de Logística do Ministério. Segundo consta no D.O. da União, em pesquisa pela reportagem, ele ficou em Miami por seis dias, em missão oficial, para acompanhar tratativas de doação e possível negociação de vacinas do laboratório Janssen Cilag. Luis Ricardo pode ter muito a contar para a CPI da Pandemia. Falta o convite.

Subindo...

Luís Ricardo Miranda é servidor de carreira da Saúde e foi promovido para o cargo atual em 2018, no Governo Michel Temer, pelo então ministro Gilberto Occhi.

Centenas de milhões

Conforme a Coluna noticiou meses atrás, há uma guerra velada de laboratórios dentro do Ministério da Saúde por vendas das vacinas em contratos vultosos. Miranda chegou a perder a função na gestão Pazuello, mas o ministro recuou e o manteve.

Lembrando bem...

... o deputado Luís Miranda, um neobolsonarista, acusado de picaretagem e estelionato, é filiado ao DEM, opositor ao Governo. Ele tenta proximidade com o presidente, que não o recebeu mais. Bolsonaro suspeita de sua ligação com o ex-ministro Luís Mandetta.

 

Salles  2.0

O novo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Leite, é cria de Ricardo Salles. São amigos de longa data, e ele será o representante de um grupo para a continuidade de sua política com madeireiros dentro da pasta – setor que foi amplamente consultado nos últimos dias sobre o nome.

 

Flechadas x EPIs

Passa bem o policial legislativo ferido no combate com os indígenas na Câmara dos Deputados. Ele levou flechadas nas duas pernas. Em mensagem para colegas, agradeceu o pronto socorro dos médicos da Casa e ressaltou o uso dos equipamentos de proteção individual. “A da perna esquerda ficou presa na caneleira. A outra atravessou o bornal e me atingiu. Os equipamentos impediram um mal maior”.

 

Janot x corrupção

A entrada do ex-Procurador Geral da República Rodrigo Janot no Podemos surge da sintonia dele com o combate à corrupção, uma das bandeiras do partido. Janot diz que vai apresentar ao senador Álvaro Dias (Pode-PR), presidente da legenda, três projetos sobre o tema. Janot diz que não tem nenhum projeto eleitoral por ora.

 

Crime brutal

Muriaé (MG) está surpresa com a prisão de um policial militar acima de qualquer suspeita. O elemento matou uma prima a tiros. Ele enganou a mãe dela para assinar 15 apólices de seguro de vida sem a jovem saber, visando prêmios de R$ 22 milhões. O crime foi tão premeditado que ele esperou os três meses de carência do seguro.

O pior

A jovem sobreviveu aos cinco disparos num salão de beleza, após ele entrar encapuzado. A Polícia Civil investiga se o PM a atacou depois no hospital, durante visita à prima na qual ficaram sozinhos. Ela teve piora do quadro no dia seguinte e faleceu.

 

Ciência no respirador

A ciência brasileira está na UTI e vai sucumbir se não tiver os recursos integrais do FNDCT, o principal fundo de fomento científico, que poderia injetar mais de R$ 7 bilhões em pesquisa e inovação ainda neste ano. A opinião é do coordenador do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz, o economista Carlos Gadelha. Ele detalha hoje o diagnóstico no 1º Encontro Norte das Fundações de Apoio, do CONFIES.

 

Rio de canteiros

Um estudo da ABF sobre o desempenho do sistema de Franchising no Rio de Janeiro no 1º trimestre de 2021 aponta que o segmento franquias de Casa e Construção foi o que mais cresceu na pandemia (+7,5% no faturamento e +7,7% em número de unidades). O volume negociado chegou a R$ 277 milhões.

 

No mais

Viva São João! Mesmo que virtualmente.

 

ESPLANADEIRA

#  Termina hoje o 1º Congresso de Recuperação de Empresas e Falência do Centro Oeste online, iniciativa da OAB/GO. # West Shopping, em Campo Grande, promove 1º torneio de xadrez do Clube Xadrez Carioca, dia 26. # Pietro Labriola, CEO da TIM, anuncia hoje entrada da operadora no Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, em evento no YouTube. # Direcional Engenharia participa, hoje, do Feirão Digital CAIXA da Casa Própria.

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Brasília, quinta-feira, 24 de junho de 2021 - nº 3119

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE) - ©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Foto: Facebook deputado federal Luís Miranda (DEM-DF)

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Pente-fino pode revelar festival de títulos eleitorais

No céu, no chão, na Europa: cadê Lázaro?

General de Moro vira lobista

Lula vai a Pernambuco tentar união

Homeschooling - ensino domiciliar à vista

 

Pente-fino pode revelar festival de títulos eleitorais

A visita dos deputados federais da comissão do voto auditável rendeu surpresas que o Tribunal Superior Eleitoral ainda vai revelar no pente-fino que passa nos títulos de eleitores. Apenas um caso: um cidadão de Goiânia (Zona eleitoral 135) possuía 70 títulos, todos com a sua biometria, mas com nomes diferentes - começavam com Cláudio, Claudionor, Claudiosnar... etc. Além disso, tinha fotos com camisas de diferentes cores para identificação. Questionados por mais casos, os técnicos da Secretaria de Segurança da Corte alertaram que, até agora, foram detectados (e anulados) mais de 70 mil casos de cidadãos com mais de um título - alguns com dezenas.

Modus operandi

A investigação avança para descobrir como os fraudadores atuavam - já que neste caso supracitado o elemento estava registrado na mesma zona eleitoral com todos os títulos.

 

Mágica ao avesso

Carlos Wizard deve reescrever sua biografia. De como se meteu no Palácio do Planalto com acesso fácil e em poucos dias queimou toda a sua bela trajetória empresarial.

 

 

Fator Lázaro

O estrago na economia da microrregião de Cocalzinho de Goiás, Águas Lindas e serra de Pirenópolis vai aparecer, a granel, quando os holofotes saírem do criminoso foragido Lázaro Barbosa e se voltarem para a população acuada.

ILE

Com sítios trancados, currais e pastos vazios, atividades paralisadas em comércios de margens de estradas, centenas de cidadãos em casa e até obras suspensas em chácaras, pode-se criar já o Índice Lázaro de Estagnação.

 

Av. Dormitório

Foi-se o tempo em que o coração financeiro do Rio de Janeiro era palco de até 400 ambulantes por dia. Um leitor da Coluna contou, segunda-feira à noite, cerca de 50 moradores de rua dormindo na Av. Rio Branco.

 

Rumo incerto

Pernambuco sente falta de liderança para coordenar a política no Estado. Sempre muito atuante, o ex-governador e senador Jarbas Vasconcelos (MDB) não dá indício do futuro partidário. Tal silêncio faz com que muitos políticos arrumem malas para mudança de rumos.

É que...

... Não sabem se ficam na frente popular do governador Paulo Câmara, se vão lançar candidato próprio no Recife e principais cidades, ou se vão continuar como sublegenda do PSB.

 

Tabelinha

Deputados federais e estaduais de São Paulo ligados aos prefeitos de suas cidades têm mais chance de ter seu trabalho aprovado pelo eleitorado. Pesquisa feita pela Consultoria Bateiah.com, em 35 municípios paulistas, constatou que mais de 40% dos eleitores aprovam o trabalho dos parlamentares ligados aos seus prefeitos.

Queimação

Mas o percentual cai drasticamente quando o parlamentar é apoiado por Bolsonaro: apenas 24,3% disseram ter grande chance de aprovar o trabalho de deputado federal ligado ao presidente. O índice fica em 22,5%, quando se trata de deputado estadual.

 

Povo & vacinas

Novo levantamento da Paraná Pesquisas com 2002 brasileiros, de 12 a 16 de junho, revela que 85,4% pretendem tomar a vacina contra o Covid-19, enquanto 12% dizem rejeitar qualquer dose. E mais: 63,9% disseram não conhecer quem vai tomar vacina, 34,5% conhecem alguém que tomou.

 

ESPLANADEIRA

# Tatiana Lobato lança portal 'Vendas Club', dedicado a conteúdos sobre vendas online. # Cantora Dani Coimbra lança, dia 24, single e clipe da música 'A Beleza é Você Menina', releitura de Bebeto. # Feninfra promove seminário digital, dia 25, "5G: tecnologia para gerar investimento, emprego e renda". ## Empresário Rodolfo Oliveira, CEO da XR Hotéis, fecha aporte de R$ 30 milhões para fazer franquia reversa na hotelaria nacional.

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Brasília, quarta-feira, 23 de junho de 2021 - nº 3118

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE) - ©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Foto: TSE

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

No céu, no chão, na Europa: cadê Lázaro?

General de Moro vira lobista

Lula vai a Pernambuco tentar união

Homeschooling - ensino domiciliar à vista

Revoada tucana pra longe de Lula

General de Moro vira lobista

Após contratar como CEO o general Guilherme Teophilo, estrela do ministério de Sergio Moro como secretário Nacional de Segurança Pública, o Instituto Combustível Legal pressiona parlamentares para atacar grandes devedores no setor, incluindo nos Estados. Acontece que a maior devedora, mesmo fora do setor, é justamente a ‘menina do olhos’ do Governo Bolsonaro: a estatal Petrobras. Em São Paulo a petroleira lidera, com débitos de R$ 3,6 bilhões; e no Rio ela é campeã, com incríveis R$ 9,4 bilhões.

Bomba (no consumidor)

O instituto, apesar do nome bonito, nada mais é do que a vitrine de lobby das grandes distribuidoras de combustíveis (BR Distribuidora, Ipiranga e Shell) contra os postos ‘bandeira branca’ – e , pelo visto, contra a sua patrocinadora Petrobras.

Mercado aberto

O movimento, por coincidência, acontece justamente quando o Governo Bolsonaro deu sinal verde para a Agência Nacional de Petróleo abrir o mercado para os donos dos postos.

Fim do oligopólio

Mesmo com contrato com grandes distribuidoras, os postos poderão fornecer combustíveis de outras bandeiras mais baratas, em mudança que deve ser implementada até o fim deste ano. Isso acaba com o oligopólio no setor.

 

Tropa no TSE

Comitiva de deputados e assessores visita hoje a Secretaria de Tecnologia do Tribunal Superior Eleitoral para conhecer de perto o trabalho da Corte nas urnas eletrônicas. A Comissão do Voto Auditável na Câmara (da PEC 135/19, que pede Cédulas Físicas para Plebiscito) aprovou requerimento do deputado Filipe Barros (PSL-PR).

Portas (e urnas) abertas

Cada deputado poderá levar até três especialistas em criptografia e segurança de dados eletrônicos. Além dos consultores técnicos parlamentares. A vista acontece num momento em que o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, se esforça para provar que não há qualquer brecha para fraude nas urnas, como comprovado em numerosos testes nos últimos 20 anos.

 

Festival de queimação

Há uma guerra de dossiês em Brasília contra alguns nomes cotados para a vaga do ministro Marco Aurélio no STF. Vale até pesquisa de fotos antigas achadas no Google.

 

Rocha$

O setor de mineração que envolve rochas ornamentais – boa parte com mercado de exportação – ganhou um apoio oficial de peso que vai ajudar a prospectar mais mercado. O Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) fechou Convênio de Cooperação Técnica e Financeira com a APEX-Brasil,

Rocha$ 2

O setor tem importantes relações com Europa e Ásia e movimentou a agenda de ministros. Participaram da cerimônia o chanceler Carlos Alberto França (MRE), e Bento Albuquerque (Minas e Energia), além de empresários do presidente da APEX-Brasil, Augusto Pestana e do Presidente do Centrorochas, Frederico Robison.

 

Refúgios

Uma sondagem da Ipsos no Brasil aponta que 78% dos entrevistados concordam que, para fugir de guerras e perseguições, pessoas podem buscar refúgio em outros países. Por outro lado, 16% discordam e 6% não souberam responder. Empatado com a Holanda (78%), o Brasil é o terceiro país que mais apoia a recepção de refugiados, atrás apenas da Argentina e da Itália (ambas com 79%).

 

Povo sofre

Quatro ministros do presidente Bolsonaro estiveram semana passada nas cidades de Petrolina, Jaboatão, Olinda, Caruaru, Igarassu, inaugurando ou  autorizando obras no valor de R$ 180 milhões. O governador Paulo Câmara (PSB) ou seus secretários não prestigiaram os eventos. Nessa briga política, o soco no estômago sobra para o povo, sempre.

 

ESPLANADEIRA

# Gisela Schulzinger, mestre em comportamento do consumidor, fala hoje sobre papel do design nos negócios no Meet Up #6, da École Intuit Lab. # Blue Sol Energia Solar promove pelo 2º ano consecutivo campanha "Doe sangue Mude vidas". # Logbank, do Grupo Stefanini, e TIP Brasil lançam plataforma de pagamento White Label para Internet Service Providers. # Evento "Muito mimimi ou um ressignificar necessário das palavras?" acontece dia 23. # Atividades presenciais das três unidades do Museu da Energia (SP) retornarão a partir de 1º de julho.

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Brasília, segunda-feira, 21 de junho de 2021 - nº 3116

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE) - ©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Foto: institutocombustivellegal.org.br

 

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Lula vai a Pernambuco tentar união

Homeschooling - ensino domiciliar à vista

Revoada tucana pra longe de Lula

Os vices para 2022: novela em cartaz

Esquerda raiz enfraquecida com desfiliações

 

No céu, no chão, na Europa: cadê Lázaro?

O clima é tão tenso na Polícia e tão propenso a palanques que o cenário não seria outro. Ontem, uma delegada da Polícia Civil do DF bateu boca com a deputada federal Magda Moffato (PL-GO), que fez sobrevoo de helicóptero e fuzil na mão, criticando a polícia de... Goiás por não ter capturado ainda o serial killer Lázaro Barbosa. Enquanto a gafe da parlamentar – sem qualquer experiência ou autoridade para capturar – irritou autoridades, a imprensa portuguesa não entende como 300 policiais, com todo aparato de armas, cães e aeronaves, caçam há 14 dias um homem sozinho, com uma arma e faminto: “Cadê o Lázaro?” foi manchete do Diario de Notícias de Lisboa ontem.

 

Na moita também

O ex-ministro do Turismo Marcelo Alvaro sumiu do mapa do Brasil. Nem os amigos mais próximos sabem dele. É ainda investigado no caso do ‘laranjal’ do PSL-MG.

 

Tenso

Na visita de deputados ontem no TSE, o grupo reparou que o ministro Alexandre de Moraes (STF) ficou a maior parte do tempo em ligações no celular. Um pouco tenso.

Aliás...

... repousam na mesa do ministro do STF dois pedidos de relaxamento de penas de Sara Winter e Oswaldo Eustáquio, sobre as restrições no inquérito dos ataques à Corte.

Liga o som

Momento descontração (curto) ontem na visita do deputados ao TSE. O ministro presidente Luís Barroso começou a responder uma pergunta de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o som falhou. O sistema automático anunciou: “Você precisa desbloquear as funções para continuar falando”. Risos no ambiente.

 

Apelo ao Fux

Dia 26 completa um ano da prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio. Se Moraes não acolher o pedido de liberdade (e desativação da tornozeleira), a defesa vai recorrer ao presidente da Corte, Luiz Fux, para soltura em habeas corpus.

 

Solar do Embaixador

A crise chegou para todo mundo, inclusivo do andar de cima. O embaixador Sérgio Amaral, nome brasileiro mais reconhecido no RP de Washington (EUA), colocou à venda sua casa colonial em Pirenópolis (GO). Pede R$ 2 milhões à vista.

Memorial

A mansão do século 19, muito bem conservada na Rua Aurora, tem histórico político. Era ali que o então presidente Fernando Henrique passava fins de semana com dona Ruth, e sentava à beira da calçada para tomar cerveja com o amigo embaixador.

 

Agora, o debate

Em cima da hora, o Governo convidou o conselheiro André Maciel, chefe da Divisão de Meio Ambiente II do Ministério das Relações Exteriores, para participar da audiência sobre a COP 26 na Comissão sobre o tema na Câmara. Um deputado da oposição convidou quatro integrantes de ONG e o Governo ficou no alvo.

 

Cadê o dinheiro?

O Banco Mundial não pegou leve com a Prefeitura do Recife, hoje sob comando de João Campos – e nas mãos do PSB há 10 anos. Os dados mostram que a capital de Pernambuco é  campeã do desemprego nacional. Ele está pagando um alto preço pela má gestão do seu antecessor, Geraldo Julio, que não o avisou sobre os cofres vazios.

 

Terceira onda

O Governo espanhol prolongou até 6 de julho as restrições em vigor aos voos diretos provenientes do Brasil e da África do Sul, devido ao “impacto das variantes”. E o brasileiro continua a pagar, com vidas e barrado no exterior.

 

Vacina & povo

O sentimento de esperança é predominante entre 47% dos brasileiros ouvidos pela TIM Ads ao serem questionados sobre a vacinação contra o Covid-19. Para 22% dos entrevistados, o imunizante simboliza alívio e apenas 4% declaram estar inseguros ou com medo da vacinação.

 

ESPLANADEIRA

# Julian Tonioli, partner da Auddas, fala dia 24 sobre Tech e Gestão: do early stage ao M&A, no CTO Talks. # Nando Reis e Allysson Mariano lançam música inédita "Ouçam Nossas Vozes" contra o preconceito aos pacientes de esquizofrenia. # HCor e Associação Médica Líbano-Brasileira oferecem consultas e exames gratuitos a refugiados. # FGV Conhecimento promove ciclo de webinars, e acontece dia 25 o primeiro  encontro "Aspectos gerais da nova Lei de Licitações e a etapa preparatória do certame".

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Brasília, terça-feira, 22 de junho de 2021 - nº 3117

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE) - ©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Foto: Print do Instagram da deputada federal Magda Mofatto (PL/GO)

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

General de Moro vira lobista

Lula vai a Pernambuco tentar união

Homeschooling - ensino domiciliar à vista

Revoada tucana pra longe de Lula

Os vices para 2022: novela em cartaz

 

Lula vai a Pernambuco tentar união

O ex-presidente Lula da Silva - cada dia mais candidato do PT ao Palácio do Planalto, agendou visita ao Recife para uma conversa séria e definitiva com os caciques locais do partido. Ele se refere ao senador Humberto Costa e à deputada Marília Arraes, para que deixem de ‘mimimi’ e se unam pelo seu palanque para Brasília e para o Governo de Pernambuco. O problema maior é o senador Humberto que, na última eleição para prefeito, panfletou e fez campanha no palanque de João Campos (PSB), desdenhando da colega petista. Pernambuco, sua terra natal, é o principal reduto eleitoral de Lula no Nordeste.

 

Caiu a pauta

O flagra dos bolsonaristas na deputada Luisa Canziani, gravando com microfone de lapela da TV Globo uma reunião no MEC, derrubou de vez seu pai, Alex Canziani.

Por tabela

Alex, ex-deputado federal do PTB, articulava com poderosos padrinhos ser nomeado secretário executivo do ministério. Caiu bem antes por causa da filha, expulsa do PTB.

 

Fio solto

Dado curioso no painel da Câmara sobre a aprovação da privatização da Eletrobras: o MDB liberou a bancada para votar. Muita gente do partido, por décadas, mandou na estatal. E ainda há fios soltos.

 

Sentou na janela

O senador e ex-presidente da República Fernando Collor deixa o PROS e vai se filiar ao PTB. Teve longa conversa com o presidente da sigla, Roberto Jefferson. Na esteira do assunto, Jefferson destituiu o deputado federal Nivaldo do comando do diretório em Alagoas para presentear Collor – que prometeu levar mais gente para o partido.

Laços históricos

Lindolfo Collor, avô do senador, foi ministro do trabalho do presidente Getúlio Vargas, fundador do PTB.

 

O cara errado

O diretor jurídico da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Flávio Werneck, virou celebridade. Mas por situação curiosa. Werneck tem sido confundido com o homônimo, cuja quebra de sigilo bancário, pedida pela CPI da Pandemia, foi negada pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso.

 

Cara na tela

A imagem do policial federal já ilustrou várias matérias de TV, que o identificam como o ex-assessor do Ministério da Saúde. Werneck é diretor de Estratégia Sindical do Sindicato dos Federais do DF e presidente da Associação Nacional dos Escrivães.

 

Sem conexão

O PDT de Pernambuco quer ser a cereja do bolo nas eleições de 2022. O presidente estadual, Wolney Queiroz, deu um ultimato ao PSB dizendo que se o partido fizer uma aliança com o PT, sua legenda deixará a Frente Popular da base do Governo estadual e passará a conversar com outras siglas.

É que...

... O presidenciável que será apoiado por Queiroz é Ciro Gomes (PDT), e não há a menor hipótese de uma aliança com o PT de Lula da Silva, que também é candidato.

 

Brasiillll

Um leitor de Coroa Vermelha, distrito de Santa Cruz Cabrália/BA, sofre um descaso da Coelba, a companhia de energia do Estado. Um cidadão – ainda não identificado – usa seu CPF há anos no município de Ipirá/B). Além disso, conseguiu na Justiça (com CPF ‘roubado’) um religamento da energia cortada por... decisão judicial. O bairro do ‘gato’ chama Pau Ferro.  Procurada, a Coelba ainda não se posicionou.

 

ESPLANADEIRA

#  Maple Bear fecha parceria com com YouFeel, startup focada em saúde mental que vai auxiliar seus colaboradores. # # Acontece dia 24  a webinar "Como elaborar uma estratégia de Transformação Digital do seu negócio em 2021", da WSI Master Brasil. # Jornalista Isa Colli lança dia 26 nova obra, 'O Reino do Tempo' , pela editora Colli Books.

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para reportagem@colunaesplanada.com.br


Brasília, sexta-feira, 18 de junho de 2021 - nº 3115

Leandro Mazzini, com Walmor Parente (Brasília/DF), Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE) - ©® 2011 – 2021. Coluna Esplanada - Todos os direitos reservados

Foto: Facebook

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Homeschooling - ensino domiciliar à vista

Revoada tucana pra longe de Lula

Os vices para 2022: novela em cartaz

Esquerda raiz enfraquecida com desfiliações

Assessor internacional a tiracolo com Eduardo Bolsonaro