Loredano Aleixo aposta no potencial de Cabrália para o turismo

O advogado Loredano Aleixo dos Santos Júnior é procurador do município de Santa Cruz Cabrália há 23 anos. Foi candidato a vice-prefeito com o médico Paulo Badaró, em 2012, pelo Partido Verde (PV).  Oito anos depois, é pré-candidato ao Executivo municipal pelo mesmo partido. Dentre as motivações para disputar o cargo, estão as oportunidades de crescimento que ele enxerga e acredita que a cidade precisa saber aproveitar.

“A gente vê a repetição dos erros ao longo do tempo. Entendemos que Santa Cruz Cabrália já perdeu duas grandes oportunidades que foram o advento do ano 2000 e a outra, na Copa de 2014”, diz. Na primeira, ele afirma que a cidade recebeu uma série de recursos, foi o foco de atenção do Brasil inteiro por muito tempo, pelo fato de ser o local do descobrimento, da Primeira Missa, mas que isso foi muito mal aproveitado.

“Depois chegou a Copa do Mundo, a seleção alemã ficou aqui e recebemos quatro meses de mídia espontânea, tudo o que uma cidade turística precisa, em todos os horários do dia, na televisão do mundo inteiro. A final da Copa do Mundo foi assistida por um bilhão de pessoas. Os alemães colocaram a taça no centro do gramado e fizeram uma dança indígena que aprenderam aqui com os nossos guerreiros pataxós. Isso passou praticamente em branco, a cidade aproveitou zero disso”, avalia.

Para Loredano, o advento do aeroporto, é a terceira oportunidade para Cabrália entrar de vez na condição que merece: ser vista como uma cidade mais ativa, em especial na questão turística. Ele compara a cidade a Porto Seguro, considerada como o principal destino turístico do Brasil no último ano, por pesquisa. “E Cabrália, infelizmente, ainda não conseguiu emplacar como o destino que merece”. Ele destaca que locais turísticos como o cais, o casario e a cidade histórica estão largados e esquecidos.

Outra motivação é um projeto para a educação: ao longo dos próximos quatro anos, pretende colocar pelo menos 70% dos alunos do município em escola de tempo integral. “Vejo como única forma de a gente conseguir melhorar a situação e reduzir bastante a violência. É a autoridade pública cuidando dessas crianças o dia inteiro”, aposta.

Respeito é bom

Para o pré-candidato, a melhor forma de se estabelecer como político é conquistando o respeito da população. “Como procurador do município, venho repetindo aos gestores um mantra que diz o seguinte: quando você faz certo, desagrada a dez e agrada a mil”. Segundo ele, para ter o respeito da população tem que fazer certo. “Quando você tem o conhecimento que eu tenho dos problemas do município, você pode ajudar muito, mas agora eu não sou o dono da caneta. Sou o procurador, apenas aconselho”, pondera. 

O candidato a vice na chapa é o vereador Cláudio Xêpa, também do PV, o mais votado da história de Cabrália, diretor de pesca do município de 2008 a 2016. “Ele sempre assumiu uma postura muito coerente. É oposição, mas não é radical, nunca deixa de justificar quando vota a favor ou contra e, com isso, ganhou o respeito da sociedade”. Loredano afirma que está buscando uma candidatura independente e livre dos vícios da política tradicional. Se eleito, segundo ele, a primeira coisa a fazer é “colocar pessoas capacitadas nos lugares certos”.

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade