Liga de Futebol elege diretoria dia 08 de outubro

 

Para o candidato Cristiano esta será a pior fase de campeonatos dos últimos anos

A Liga de Futebol de Porto Seguro está às vésperas da escolha da nova diretoria para o quadriênio 2021/2024. A convocação dos presidentes legais das associações filiadas para assembleia extraordinária já foi feita. A reunião será dia 8 de outubro, às 19h, na sede da liga, no Estádio Municipal.

Até o momento, o único candidato ao cargo é o atual presidente, Cristiano Ferreira. Segundo ele, a eleição é um processo democrático. “Quem for envolvido com esportes e tiver serviços prestados na área no município pode ser candidato”. Atualmente são 11 clubes filiados, que, por meio de seus presidentes, definem o representante da liga.

Como candidato à reeleição, Cristiano afirma que em 2021 quer uma liga mais forte. Neste momento de pandemia, os jogadores têm passado dificuldades, de acordo com o presidente. “Os Atletas não têm vínculo empregatício com nenhuma liga quando está fora do Campeonato Intermunicipal, ou seja, da seleção. E com o cancelamento da competição e a proibição de campeonatos municipais, muitos estão financeiramente prejudicados, pois sempre contam com essa renda extra contraída de jogos de fim de semana e do salário acertado no período do Intermunicipal”, conta.

Situação preocupante

Cristiano afirma que a situação é preocupante. “Teremos, provavelmente, a pior fase de campeonatos dos últimos anos, porque quando iniciar as liberações dos órgãos de saúde para as novas competições do calendário 2020, todas as Ligas de Futebol terão problemas financeiros - uma crise econômica séria de todas as prefeituras e empresas privadas, que geralmente apoiam as maiorias das entidades nestas competições municipais”. Desde maio, quando se pronunciou por escrito sobre o assunto, Cristiano reconheceu que “o investimento em esporte num momento crítico como este e, principalmente no futebol, onde vai ter aglomeração de muitas pessoas, certamente não será prioridade dos gestores municipais”.

Mas considerou também que, embora pensando no futuro da saúde da população, “temos que ter consciência do problema e não fingir que estará tudo perfeito e que teremos recursos. Não podemos iludir pais de família, atletas, que vivem desta fonte de renda durante os campeonatos e principalmente no Intermunicipal”. O presidente já considerava a possibilidade de não realizarem o Intermunicipal, que, de fato, foi cancelado.

Ele afirma ainda que os presidentes e representes das ligas e prefeituras terão que colocar toda suas energias na negociação e formação de uma seleção este ano, para poderem participar do Campeonato Intermunicipal 2020. “A maioria das seleções têm nas prefeituras a garantia de ajuda através das parcerias, podendo custear salários dos jogadores e da comissão técnica, em torno de 80% das despesas totais de uma seleção”, enfatiza.

Cristiano que a importância das medidas tomadas para a contenção do novo coronavírus é inegável, assim como as repercussões negativas no caixa das prefeituras e empresas privadas. E que é difícil fazer qualquer previsão, sem saber quando retornarão às atividades. “Por enquanto, estamos conseguindo suportar, mas não sabemos até quando vai ser possível. Só nos resta orar e ter fé em Deus que tudo irá passar”, conclui.

Comentários   

0 # Liga de FutebolBorges 04-10-2020 07:03
"Eu não entendi o que o presidente quer dizer com, 'quem for envolvido pode se candidatar'. É o estatuto quem vai dizer quem pode se candidatar! Ou não há estatuto na liga? Perguntar, espero que não ofenda."
Responder | Responder com citação | Citar
© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade