SAC Digital tem serviço de consulta a IPVA

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) disponibilizou, através do SAC Digital, um serviço de consulta e pagamento a dívidas relacionadas ao IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Na plataforma é possível emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) para efetuar o pagamento, evitando cobrança judicial.

Segundo o procurador chefe da Procuradoria Fiscal da PGE, Nilton Gonçalves de Almeida Filho, o objetivo principal é facilitar o acesso do cidadão ao serviço, que pode ser feito todo de maneira virtual, sem necessidade de deslocamentos.  “Essa iniciativa da PGE, além de trazer comodidade, praticidade e facilidade ao cidadão, contribui com a recuperação do crédito público”, explica. 

Descontos

Por meio do SAC Digital, o contribuinte pode quitar o débito à vista, com descontos que variam de 30% até 70% sobre a multa fiscal. O parcelamento do pagamento também pode ser realizado pela plataforma, no site da PGE, no site da Secretaria da Fazenda (Sefaz), ou ainda pessoalmente nos pontos de atendimento da Sefaz.

Para ter acesso à plataforma, é só baixar o aplicativo SAC Digital ou pelo site, no serviço “Consultar Débitos de IPVA inscritos na dívida ativa”, digitar o CPF do proprietário ou o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) do veículo. Para pagamento, basta emitir e pagar as DAEs.


Com informações da Procuradoria Geral do Estado (Foto: SAEB/Divulgação)

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Porto Seguro terá reconhecimento facial e de placas ainda este ano

Covid-19: veja a atualização de casos e vacinados na cidade

Aulas semipresenciais do Fundamental iniciam em 9 de agosto

BA - Mais de 900 mil eleitores possuem filiação partidária

Detran-BA divulga cronograma para os serviços de trânsito

 

Tanilza Spagnol renova mandato à frente do Rotary de Porto Seguro

Em uma reunião virtual bastante prestigiada, com a presença do novo governador distrital 2021/22, Jota Alves, de autoridades locais e de sócios representativos, o Rotary Club de Porto Seguro empossou Tanilza Spagnol, que foi reconduzida ao cargo de presidente e o jovem Hugo Casaes, como presidente do Rotaracty.

Durante a solenidade, o clube celebrou ainda a posse de três novos associados, Flávia Goroni Alves, Gledistoni Figueiredo e Lucas Mello. A nova associada, Flávia Goroni declarou sentir-se privilegiada em fazer parte do grupo. “Eu me identifico muito com o conceito do Rotary. Estamos nesse mundo para servir. Tenho certeza que será uma troca muito grande, com oportunidades de interagir e se doar nessa missão do Rotary”. Gladistoni disse que está aqui para “colaborar, aprender, ajudar, doar sem olhar a quem”. E Lucas também se disse honrado de fazer parte de uma instituição, tão respeitada no mundo inteiro. “É uma honra entrar para essa família. Espero contribuir, com o Rotary e com o próximo”.

O governador distrital 2020/2021 parabenizou a presidente Tanilza pelo trabalho realizado e disse aos novos empossados que eles são um presente para o Rotary. “Vocês vieram somar ao excelente trabalho que Porto Seguro já faz”, enfatizou.   Já o novo governador, Jota Alves, afirmou que a recondução da presidente Tanilza aos cargo é um reconhecimento pelo trabalho realizado. E também deu as boas vindas aos novos associados. “Dê trabalho a esse pessoal, para que eles se identifiquem com a causa rotária e reconheçam o quanto o Rotary é importante em nossas vidas”, sugeriu.

A presidente Tanilza Spagnol fez questão de citar e agradecer a participação dos membros da equipe nas ações desenvolvidas pelo clube. “Aceitei a renovação dessa missão, porque servir está dentro do meu coração”, salientou. Tanilza falou de alguns projetos desenvolvidos pelo Clube, como o Churrasco Fogo de Chão, Banco de Cadeira de Rodas, Ação Social no Mercado Municipal e o mais recente, Filtro de Barro, que pretende levar água potável para 400 famílias de Porto Seguro. “Tudo isso gerou o sentimento de quero mais, quero servir mais e servir melhor”, resumiu.


Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Comunidade de Arraial d´Ajuda se mobiliza pela revitalização da Lagoa Azul

Marinha fiscaliza embarcações em Caraíva

Estoque de Banco de Sangue Regional é crítico

Covid-19: veja a atualização de casos e vacinados na cidade

Rotary promove palestra online sobre perspectivas para o turismo

 

McDia Feliz beneficia Gacc Sul Bahia

 

A edição 2021 do McDia Feliz - uma das principais campanhas de arrecadação do país em prol de crianças e adolescentes está confirmada para o dia 23 de outubro. O evento, que está em sua 33ª edição, beneficiará 67 projetos de 56 instituições que atuam na oncologia pediátrica no Brasil, contemplando 19 estados mais o Distrito Federal. Na região, a instituição beneficiada será o Grupo de Apoio à Criança com Câncer – Gacc Sul Bahia, em Itabuna.

A tíquetes antecipados, que dão direito ao lanche e que tem renda revertida para o Gacc, podem ser adquiridos com a equipe de comunicação através do WhatsApp (73) 99114-0758. O valor é de R$ 17,00.

Cateteres

Segundo o diretor executivo do Gacc, Marcus Vinicius Rodrigues, para 2021, a entidade tem como objetivo a compra de cateteres para as crianças e adolescentes em tratamento.

“Estamos muito felizes por manter mais um ano a parceria com o Instituto Ronald McDonald. E, esperamos também, mais uma vez, firmar parceria com todos os nossos parceiros locais para que possamos realizar uma campanha estruturada, abrangendo mais pessoas e consequentemente beneficiando mais crianças em tratamento”, declarou. 

Protocolos

O McDia Feliz 2021, priorizando a saúde e segurança dos clientes, funcionários e parceiros da rede, seguirá uma série de medidas respeitando todos os protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde e pelo programa McProtegidos.


Com informações do Gacc

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Veracel divulga edital para área de Saúde do Trabalho

Jornada Pedagógica Pataxó discute retorno de aulas presenciais

Comunidade de Arraial d´Ajuda se mobiliza pela revitalização da Lagoa Azul

Cabrália comemora 188 anos de emancipação com entrega de obras

Detran-BA divulga cronograma para os serviços de trânsito

 

Porto Seguro terá reconhecimento facial e de placas ainda este ano

Na manhã de hoje, dia 27 de julho, o Governo Estadual da Bahia autorizou a ampliação de serviço de reconhecimento facial e de placas. O anúncio foi realizado em solenidade no Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na capital. O investimento é de cerca de R$ 665 milhões. E ainda este ano, Porto Seguro deve receber a tecnologia.

O governador Rui Costa afirmou que essa tecnologia serve para prevenir crimes, socorrer pessoas e para a funcionalidade da cidade. "Nós temos agora talvez a melhor tecnologia do país nesta área. Há cerca de três anos implementamos um projeto piloto de reconhecimento facial na cidade de Salvador, fruto de visitas que fizemos à Europa e à China. No piloto tivemos absoluto êxito, inclusive durante os carnavais, com a prisão de mais de 200 pessoas e a elevação substantiva da atividade da Segurança Pública", afirmou.

A Bahia já conta com 23 centros de comunicação instalados, todos eles conectados e o planejamento é que todas as cidades que fazem parte do projeto tenham acesso a esse recurso tecnológico. Agora, o próprio sistema identifica criminosos, suspeitos, armas e placas de veículos.

5%

Para o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, o investimento deve auxiliar a Segurança Pública, pois o sistema é capaz de identificar facilmente as pessoas que são procuradas, identificar crianças perdidas e pessoas desaparecidas. “Há pouco tempo, um coreano estava perdido da família aqui em Salvador e foi encontrado com a ajuda de algumas câmeras”, salientou. 

Na ocasião, o governador também convocou a iniciativa privada para integrar imagens de pontos comerciais, agências bancárias e outros locais de risco, já que o sistema permite esta ligação e as câmeras da Segurança Pública do Estado estarão em postes, viaturas e na palma da mão dos policiais.

Municípios

O governo do Estado revelou que o critério de escolha dos municípios para receber a tecnologia foi o tamanho e índices de ocorrências. Sendo assim, os 39 municípios que vão contar com a tecnologia ainda este ano são Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas, Simões Filho, Candeias, Dias D´Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, São Francisco do Conde, Pojuca, Itaparica, Madre de Deus, Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Brumado, Juazeiro, Paulo Afonso, Jacobina, Senhor do Bonfim, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Eunápolis, Valença, Itamaraju, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória, Ibotirama e Seabra. 

 Já em 2022, passam a utilizar também o sistema: Serrinha, Cruz das Almas, Santo Amaro, Euclides da Cunha, Catu, Santo Estevão, Maragogipe, Entre Rios, Amargosa, Esplanada, Cachoeira, Olindina, Ubaíra, Saubara, São Miguel das Matas, Nova Fátima, Caetité, Rio de Contas, Itiruçú, Érico Cardoso, Jussiape, Casa Nova, Capim Grosso, Pindobaçu, Novo Triunfo, Ponto Novo, Prado, Itacaré, Ubatã, Alcobaça, Cairu, Santana, Serra Dourada, Taboca do Brejo Velho, Lapão, Andaraí, Lençóis, Mucugê, Vale do Capão (Caetê-Açu/Palmeiras).

 


Com informações da Ascom/ Governo Estadual da Bahia (Fotos: Carol Garcia/GOVBA)

 Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

McDia Feliz beneficia Gacc Sul Bahia

Detran-BA divulga cronograma para os serviços de trânsito

Veracel divulga edital para área de Saúde do Trabalho

Jornada Pedagógica Pataxó discute retorno de aulas presenciais

Comunidade de Arraial d´Ajuda se mobiliza pela revitalização da Lagoa Azul

Comunidade de Arraial d´Ajuda se mobiliza pela revitalização da Lagoa Azul

A Lagoa Azul, em Arraial d’Ajuda já fez parte de um dos mais belos lugares para se visitar no distrito. Porém diversos fatores levaram à degradação desse patrimônio natural, que agora vê uma nova chance de voltar a ser o que era. 

Um estudo realizado pela Universidade de Campinas (Unicamp), Instituto Federal da Bahia (IFBA) e Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) comprovaram a viabilidade de se ter de volta o local como era antigamente. E a comunidade de Arraial d’Ajuda tem apoiado e se mobilizado para a revitalização.

Para tanto, foi criada uma campanha online para colher assinaturas de petição para o #SalveALagoaAzul e que pode ser assinada aqui. De acordo com o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Vereadores e um dos membros ativos da campanha #SalveALagoaAzul, Vinícius Parracho, a comunidade tem ajudado muito, assinando o documento e compartilhando também.

“Arraial d’Ajuda tem se preocupado com isso e torcido pela possibilidade de trazer de volta um lugar tão rico e simbólico, principalmente para quem teve a oportunidade de conhecer o local e que atestam a sua beleza. Muitos querem o local recuperado de novo. A intenção com a criação do da unidade de conservação e da recuperação é que a gente consiga criar lá um centro socioambiental e posso trabalhar o turismo com aspecto ambiental”, finaliza.

Turismo

Para Parracho, o local é de fundamental importância para a região tanto no aspecto turístico. “Se trata de uma formação singular e rara, ainda mais à beira-mar. Isso atraiu gente do Mundo todo durante um tempo. O próprio ator Robert De Niro esteve aqui para conhecer a Lagoa. É um espaço de importância gigantesca para turismo porque se trata de um ambiente único, exclusivo, singular e que as pessoas tanto procuram pelo mundo e compõe os atrativos que o distrito tem a oferecer”, declara.

Parracho ainda ressalta o aspecto meio ambiente, principalmente por se tratar de um local com diversas espécies endêmicas da fauna e da flora. “Preservar a Lagoa Azul traz ganhos enormes para o meio ambiente, pois além das espécies só encontradas neste local, ali é um berçário de tartarugas marinhas. E onde há água, há vida”, ressalta.

O vereador explica que a Lagoa Azul é resultado de uma formação de água de chuva e de nascentes  e que a degradação se deu por vários motivos: o desmatamento da parte superior e bordas das falésias desde a década de 60 a 80, quando foi retirada a mata local para o plantio de coqueiros, o que acelerou o processo de assoreamento e com uma grande quantidade de barro tem sufocado a Lagoa, além a ação do homem pisando pela região e retirando a argila branca das encostas das falésias.

Estudo

Parracho explica que através de um escaneamento do subsolo do local, verificou-se que o manancial da Lagoa continua lá soterrado no barro. “Outra informação fornecida pelo estudo é a de que se identificou também que houve uma redução significativa no volume de chuvas dos últimos anos. Ainda não sabemos se isso é definitivo ou se pode voltar a chover como antes, o que também auxilia na manutenção da Lagoa Azul. Por esses estudos preliminares, há uma grande chance de se salvar nossa lagoa”, afirma.

Agora, segundo o presidente da Comissão de Meio Ambiente, o objetivo é transformar o local em uma unidade de conservação, um espaço de preservação, pois entende que proteger a área com a Legislação vigente é insuficiente. “O nosso segundo objetivo é - após a finalização dos estudos sobre a Lagoa Azul – viabilizar e propor ao Poder Público a recuperação do local: desde o replantio nas bordas das falésias, até a retirada de excesso de barro, passando pela verificação das paredes das falésias, para não ter risco de desabamento”, relata ele, que acredita que com empenho este projeto possa se tornar realidade ainda no mandato do atual prefeito.

Para isso se tornar real, várias frentes estão sendo chamadas para se unir à campanha, como a Prefeitura de Porto Seguro, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, a Frente Parlamentar Ambientalista do Brasil e a Conservação Internacional, além de órgãos privados e empresas.


Fotos: Acervo do Grupo de Pesquisa de Recuperação da Lagoa Azul

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

IFBA lança edital para compra de produtos de agricultura familiar

UFSB realiza Seminário Diálogos Amefricanos

Governo reduz toque de recolher na Bahia

Marinha fiscaliza embarcações em Caraíva

Porto Seguro terá Patrulhamento Rural