Consumo de peixe pode reduzir o Risco de AVC

Uma dieta controlada e rica em Ômega 3 diminuiria a taxa de AVC em 23,2%

 

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) mata 6,2 milhões de pessoas no mundo a cada ano, ou seja, a cada 60 segundos, 6 pessoas morrem de AVC. Esta é a principal causa de morte em pessoas acima de 60 anos e a quinta principal causa em pessoas com idades entre 15 e 59 anos. Esse dado alarmante foi fornecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A organização listou, também, 10 fatores de risco que, se controlados, reduziriam em até 90% dos casos de AVC. Estes são: hipertensão, sedentarismo, colesterol alto, dieta ruim, obesidade, estresse, tabagismo, doenças cardíacas, alcoolismo e diabetes. Todos estes podem ser anulados por uma dieta equilibrada e balanceada. Consulte seu nutricionista.

Os ácidos graxos podem ser classificados em três tipos: saturado, monoinsaturado e poli-insaturado. O ômega 3 é uma gordura poli-insaturada. Uma alimentação balanceada e rica em Omega 3 diminuiria a taxa de AVC em até 23,02%. Ele pode ser encontrado em peixes oleosos e alguns frutos do mar e outros em fontes de ômega vegetais.

Para as crianças

Iodo, ácidos graxos e ômega-3 são nutrientes de suma importância para o desenvolvimento do sistema nervoso central e cognitivo das crianças. Cálcio, fosforo e zinco fortalecem dentes, ossos e auxiliam no correto funcionamento muscular. Também previnem doenças como obesidade e hipertensão.

E todos estes componentes estão presentes no peixe, que também é rico em vitamina D, A, B12, e pode ser introduzido na alimentação da criança a partir dos seis meses de idade, por meio de papas salgadas. O peixe também tem menor quantidade de gordura e calorias que carnes vermelhas (bovinas e suínas).

Escolha do peixe

É importante escolher muito bem os produtos à serem ingeridos. De preferência, produtos frescos. Porém, o mundo moderno, que exige praticidade, dá espaço para produtos de fácil preparo, que suportem o congelamento. Alguns restaurantes japoneses, por exemplo, congelam seus peixes por 24 a 36 horas antes de usá-los para servir sushis e sashimis.

Camarão, lagosta, siri, caranguejo, peixes gordos (como atum, sardinha e pintado, tainha) podem permanecer congelados por até 4 meses. Peixes magros (truta, pescada, bacalhau, linguado, entre outros), ostra e mariscos, podem permanecer congelados de 6 a 8 meses.

O congelamento correto é primordial para durabilidade e saúde do material a ser consumido. Por esta razão, o Porto Seguro Gastronomia indica a Multi Pescados Porto Seguro, que coloca a qualidade em primeiro lugar e é um dos locais mais tradicionais da cidade.

A Multi Pescados está localizada na Rua São Pedro, nº 70, Centro (rua da Tarifa, em frente à Colônia de Pescadores). Horário de funcionamento: segunda-feira a sexta-feira 8h as 17h; sábado e domingo das 8h às 12h. Telefones: (73) 3012-8509; 99107-8765/ 99180-6925 (Todos são WhatsApp).

Levando a edição de Maio do Jornal do Sol à Multi Pescados, você ganha um desconto de 10%. Aproveite!


Kássia Luana

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2019 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade