Operação Vetus prende agressores de idosos em 1.410 municípios do País

Conduzida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Vetus, que prendeu pessoas denunciadas por abusos e violência contra idosos em todo o Brasil, é a primeira no país e contou com a participação das polícias civis dos 26 estados e do Distrito Federal. O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou, nesta sexta-feira (04/12/20), que "esse é um crime de grande gravidade que traz um alto impacto na vida de um ser humano no sentido de tirar a dignidade justamente num momento da vida em que está mais fragilizado".

A operação integrada teve início no dia 1º/10/20 (Dia Internacional do Idoso), quando foram iniciados os trabalhos de investigação e de apuração de denúncias pelas polícias civis estaduais. Até às 18 horas de 04/12, foram apuradas, segundo o MJSP, 13.265 denúncias, com o atendimento de 13.862 vítimas e a prisão de 567 agressores em 1.410 municípios em todo o País. Estão sendo cumpridas 872 medidas protetivas e 275 mandados. A violência contra o idoso é crime que pode ter pena de dois meses a um ano de reclusão, além de multa.

Durante coletiva de imprensa sobre a Operação Vetus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do MJSP, André Mendonça agradeceu o trabalho conjunto entre as Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal que participaram da operação e disse que, "acima de tudo, este é um trabalho de aplicação prática dos princípios do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), que são a cooperação, atuação conjunta, coordenada e sistêmica dos órgãos de Segurança Pública”.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também destacou o trabalho conjunto entre os Ministérios e as polícias civis. “A Operação Vetus marca uma história na política da proteção do idoso. A partir dela, a gente vai mudar a política pública de atendimento aos idosos no Brasil. Não tem como a gente proteger os direitos fundamentais sem as forças de segurança. E essa operação integrada entre esses dois ministérios mostrou isso”, disse.

De acordo com o MJSP, a Operação Vetus teve o engajamento de todas as delegacias especializadas do País, “o maior número de efetivo já empregado numa operação policial”. Presente na coletiva, a representante do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, Ana Cristina Santiago, destacou a integração entre o MJSP e o MMFDH e agradeceu o apoio prestado nas ações conduzidas pelas polícias civis dos estados na operação, que é pioneira no Brasil.


Fonte: Ascom MJSP

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar