Alimentos para elevar a autoestima

Publicado na edição 426 do Jornal do Sol

Nestes tempos tão difíceis que estamos vivendo manter a autoestima elevada, cumpre um papel importante para passar por todas as dificuldades com mais tranquilidade, mantendo o equilíbrio emocional estável e fortalecendo a imunidade. Neste aspecto, alguns alimentos são fundamentais no processo. Acrescente estes alimentos a uma rotina alimentar saudável e é nítida a diferença de humor, de resiliência e resistência a doenças.

Chocolate amargo

O chocolate amargo estimula a produção de endorfina que potencializa o bem-estar e contribui para prevenir a ansiedade e o estresse.

Queijo

O queijo contém zinco e o consumo desse mineral é ideal para aliviar o estresse e evitar a depressão. Devido ao elevado índice calórico e gorduras deve ser consumido com moderação para evitar prejuízos à saúde.

Alho

Contribui para valorizar o sabor dos alimentos, ajuda no controle de peso, mantém a pressão arterial em equilíbrio, e consequentemente previne todo tipo de problemas cardíacos.

Frutos secos

As amêndoas, as nozes, o amendoim e as sementes de linho, abóbora e girassol potencializam a produção de serotonina, outro hormônio estreitamente associado com o bem-estar.

Frutas

Também produzem serotonina. Podem ser usadas em diversas receitas e substituem com vantagens os doces. Um purê de maçã com canela e um bom exemplo.

Pescado

Fontes de ômega 3, principalmente o salmão ou atum, que são ricos em ácidos graxos e, por isso, diminui estado depressão e estimulam o bom funcionamento cerebral.

Vegetais verdes

Ácido fólico e ferro: estas são as principais qualidades dos vegetais de folha verde que contribuem para produção de mais serotonina no organismo.

Incluindo estes alimentos nas refeições a sensação de autoestima e bem estar melhoram significativamente, e ajudam a promover a saúde.

Saúde a todos!


Maria Luiza dos S. Cardoso é nutricionista especialista em obesidade e emagrecimento

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar