Jeans: o modelo certo para cada tipo de corpo

PUBLICADO NA EDIÇÃO 412 DO JORNAL DO SOL

Se perguntarmos a qualquer pessoa qual seria o coringa de todo armário, com absoluta certeza a resposta seria: o jeans! É uma peça atemporal, prática e democrática, com inúmeros modelos e lavagens, capaz de agradar a gregos e troianos.

Mas você sabe como surgiu o bom e velho jeans? Por volta de 1850, auge da corrida do ouro nos EUA, um jovem mercador chamado Levi Strauss resolveu criar uma peça que fosse mais resistente à jornada diária nas minas, uma vez que eram frequentes as queixas dos mineradores, obrigados a substituírem suas roupas, devido ao desgaste ocasionado pelo árduo trabalho.

Sendo assim, Strauss confeccionou as primeiras peças com uma lona grossa utilizada em toldos para cobrir carroças. Logo depois, ele substituiu a lona por uma sarja de algodão e incorporou rebites à peça. De lá pra cá, o jeans esteve presente em vários momentos da história da moda: em 1935 foi criado o primeiro jeans destinado especialmente para nós mulheres; na década de 50 caiu nas graças da juventude dos EUA, marcada pela rebeldia cheia de charme de James Dean, e já na década de 70 o estilista Calvin Klein polemizou trazendo a peça pela primeira vez para uma passarela. A partir daí, o jeans incorporou-se ao dia a dia de todos nós, sendo usado desde um look casual até o ambiente de trabalho que não exija tanta formalidade.

Aprenda a escolher o modelo que mais favoreça seu tipo físico e arrase em qualquer ocasião. A seguir, algumas dicas de como fazer isso:

Corpo pera: Nesse caso, os ombros e a cintura costumam ser mais estreitos que o quadril. A dica é escolher uma peça que crie equilíbrio dos ombros em relação ao quadril. Opte por um jeans de lavagem mais escura, com bolsos grandes na parte de trás e sem muitos detalhes que chamem a atenção para a região dos quadris. Evite calças coladas tais como skinny e leggings, pois elas aumentam o quadril. Opte pelos modelos retos ou straight e pelos que tem a boca levemente aberta.

Corpo triângulo invertido: A medida dos ombros costuma ser maior que a medida da cintura e do quadril nesse tipo de corpo. O ideal então é criar uma proporção na parte de baixo, ou seja, deixar o volume para o quadril. Opte pelos modelos de calça flare, pantalona e as boot cut (retas até o joelho e boca mais larga). As calças estampadas também são muito bem vindas. Em contrapartida, opte por cores claras e sem muitos detalhes para a parte de cima.

 Corpo ampulheta: Ombros e quadril possuem a mesma medida e a cintura é mais fina. É o corpo próprio das brasileiras - com bumbum farto e cintura fina - e como tem facilidade de assimetria, o ideal é valorizar essas proporções. Opte pelos modelos retos ou straight, skinny, os de cintura alta ou baixa. Evite os modelos de boca larga.

Corpo retangular: As medidas dos ombros, quadril e cintura são praticamente as mesmas. O ideal é criar curvas nessa silhueta. Opte pelos jeans de modelos de boca levemente aberta, pelas pantalonas e pelas calças de cintura média e alta. Lavagens mais claras e detalhes laterais também ajudam.

Corpo oval: Nesse caso a medida da cintura é maior que a dos ombros e do quadril. A dica é alongar essa silhueta. Opte pelos modelos de lavagem escuras, sem muitos detalhes laterais, com tecido mais elástico e de corte mais reto ou as chamadas straight.

 


Mariana Guerra é mineira que mora na Bahia e consultora de imagem

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade