Alimentação saudável: fator de saúde e beleza femininas

Publicado na ed. 418 do Jornal do Sol

Para a saúde da mulher, uma boa alimentação é indispensável para prevenção de doenças crônicas como diabetes, hipertensão e dislipidemias. A boa alimentação ajuda a melhorar o condicionamento físico, estresse, atenção, disposição, regular o intestino, melhorar e controlar os sintomas da menopausa, sintomas da TPM e enxaquecas e até problemas como ansiedade, alterações de humor e depressão podem ser evitados com uma dieta adequada e hábitos saudáveis de vida.

Independente da fase em que se encontra, pode ser a adolescência, a gestação ou até mesmo a menopausa, a alimentação está aliada a inúmeros fatores positivos que melhoram o metabolismo como um todo promovendo a saúde e a beleza.

Na gestação, por exemplo, uma dieta pouco nutritiva pode ocasionar graves problemas para o desenvolvimento do bebê e afetar a saúde da mulher. Por essa razão, é fundamental o consumo de alguns alimentos, como oleaginosas, aveia, vegetais amarelos, entre outros. E é claro que é muito importante ter um acompanhamento individualizado, pois cada pessoa tem a sua necessidade nutricional.

Seguem algumas dicas para ajudar você a cuidar de sua alimentação:

- Hidrate-se: Beba no mínimo dois litros de água, pois isso faz bem à saúde e à beleza. A água regula as funções do organismo, hidrata pele e cabelos, evita cálculos renais e controla a saciedade, entre outros benefícios.

- Não faça dietas restritivas: Você pode até perder alguns quilos rapidamente, mas é muito provável que recupere todos eles em pouco tempo. O ideal é fazer uma reeducação alimentar de acordo com suas necessidades nutricionais.

- A comida faz parte da identidade do ser humano e da nossa organização em sociedade. Quando transformamos os alimentos em uma simples quantidade de calorias ou pontos, acabamos perdendo a noção de que as refeições devem ser apreciadas.

- Evitar consumo abusivo de açúcares, diminuindo ingestão de balas, doces, sorvetes, chocolates, refrigerantes.

- Evite fritar os alimentos. Prefira grelhar, assar, cozinhar ou refogar.

- Evite embutidos.

- Aumente o consumo de cereais integrais (aveia, linhaça, farelos).

- A alimentação pode desencadear ou acentuar o problema da acne. Uma dieta de alimentos que aumentam a taxa de glicose (alimentos com alto índice glicêmico) no sangue pode favorecer sim o aparecimento de cravos e espinhas.

- O aumento da queda de cabelo tem relação com a deficiência de vitaminas do complexo B, Zinco, Ferro e proteínas. Consumir alimentos variados (legumes, verduras e frutas).

- Para melhorar a TPM: Evitar alimentos inflamatórios (açúcar, gorduras, farinhas brancas e leites e derivados).

 - Pele: Consuma alimentos ricos em fibras, que auxiliam o bom funcionamento intestinal e contribuem para a eliminação de toxinas pelo organismo. Evite alimentos gordurosos e frituras em geral, evitando assim a oleosidade da pele e o aparecimento de acnes. Para garantir uma pele saudável, consuma alimentos ricos em vitamina A, C, vitaminas do complexo B e zinco.

- Cabelo: Consuma alimentos integrais (aveia, centeio, cevada, arroz integral), frutas, legumes, soja, leite e derivados. Uma alimentação rica em vitamina A, B e zinco é fundamental.

Uma boa escolha alimentar é melhor que muito creme importado. Acredite nisso.

Parabéns para todas as mulheres! Saúde a todas!


Maria Luiza dos S. Cardoso é nutricionista especialista em obesidade e emagrecimento

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade