La Torre Resort aplica testes Covid-19 em todos os colaboradores

Um dos principais valores do Grupo La Torre é o cuidado para com seus colaboradores, por esse motivo o empreendimento localizado na Praia do Mutá, no município de Porto Seguro – BA, está investindo em prevenção contra o Covid-19.

Mesmo sem casos suspeitos, a diretoria do resort decidiu ampliar as medidas de proteção ao novo coronavírus e como uma das primeiras empresas da Costa do Descobrimento, disponibilizou o teste, realizado a partir de 02/07/20, para 100% dos colaboradores do La Torre Resort.

Além dos protocolos de segurança já adotados, como o uso obrigatório de máscaras, distanciamento social, aferição de temperatura, dispositivos de álcool gel, treinamentos para todos os colaboradores, entre tantas outras iniciativas, a medida busca detectar o vírus e evitar que o mesmo se propague nos departamentos da empresa, iniciando a testagem pelos colaboradores que estão em regime de redução de carga horária, home office e também os que já retornaram às atividades de forma efetiva.

Segundo a diretoria do empreendimento “Os protocolos de segurança estão ativos desde de que pausamos nossas atividades, utilizando máscaras e disponibilizando álcool gel em todas as áreas do resort e transporte interno, além de acompanhamento constante da equipe técnica de higienização criada pelo La Torre para instruir, acompanhar e adequar as novas regras instituídas pela OMS – Organização Mundial da Saúde”.

O teste adquirido pelo La Torre Resort busca localizar a presença de anticorpos no sangue. A medida permite identificar pessoas que possam estar com uma infecção ativa há alguns dias, ou então pessoas contaminadas, mas com quadro clínico assintomático.

A diretora Operacional do La Torre Resort, Leila Dipp  comentou que “Precisamos cuidar dos nossos colaboradores ainda mais nesse cenário de incertezas. Ter com quem contar é muito importante, equilíbrio, saúde física e mental, incluindo o monitoramento constante é essencial e é o que estamos fazendo”. Dipp também citou sobre a dificuldade do acesso aos testes através da saúde pública: “Disponibilizar recursos, realizar a compra deste material para empresa privada, e organizar o transporte são os desafios, mas conseguimos e essa semana iniciamos os testes, contamos que em tempo hábil todos sejam testados “.

A diretoria também afirma que todos os cuidados e medidas foram tomadas de acordo com as recomendações dos órgãos sanitários e da saúde para que a testagem ocorresse na enfermaria do resort. O procedimento é bem simples, basta coletar uma gota de sangue, da ponta do dedo do colaborador. O resultado fica pronto em até 30 minutos. Vale ressaltar que os dados coletados na testagem serão repassados e utilizados pela Secretaria e Ministério da Saúde.


Fonte: Mídia Mutá

“Boas práticas na retomada do turismo” é tema de live na segunda, 06/07

A Lab Turismo vai realizar live com o tema: “Boas práticas na retomada do turismo”, tendo como exemplo, a cidade de Bonito/MS. Decorridos mais de 90 dias dos efeitos mais críticos da pandemia no Brasil, o setor continua sendo um dos mais impactados. São mais incertezas do que certezas, preocupação que cresce quando se vêm que os primeiros destinos turísticos que fizeram a reabertura, como Gramado e Foz do Iguaçu, voltaram a impor restrições logo em seguida.

Bonito tem demonstrado há muitos anos ser um exemplo consolidado de uma boa gestão e ordenamento do turismo. Para enfrentamento da pandemia e organização da sua reabertura, foram elaborados criteriosos protocolos para os principais segmentos envolvidos no turismo. Também foi realizada uma atualização do Direcionamento Estratégico do Destino no formato do Plano de Retomada do Turismo, processo que envolveu mais de 200 lideranças locais.

Com tudo isso, diante da reabertura do turismo em Bonito, no dia 01 de julho, serão abordadas nessa live questões como: o que faz de Bonito um dos destinos mais organizados e bem sucedidos do país? Como estão organizando a retomada em bases sólidas e com responsabilidade? O que faz dos protocolos de segurança de Bonito os mais bem elaborados do país? Como foi elaborado o Plano de Retomada do Turismo? Quais os aprendizados dos primeiros dias de reabertura do turismo?

Para abordar esses assuntos Richard Alves, sócio fundador da Lab Turismo, conversará com Augusto Mariano, secretário de turismo de Bonito, e com Matheus Oliveira, gerente regional do Sebrae. A live será no dia 06/07/20 (segunda-feira) às 19h00 (horário de Brasília), transmitida pelo canal no YouTube da Lab Turismo.

Informações nos perfis @richardalvesturismo, @marcelinhasaad e @lab.turismo


Fonte: Ascom Lab Turismo

Santa Cruz Cabrália: comércio reabre dia 11/07 com uma série de medidas

O comércio em Santa Cruz Cabrália está autorizado a abrir as portas dia 11/07/20. A decisão foi discutida em reunião do prefeito Agnelo Santos com o empresariado local e os secretários de Turismo e de Saúde, dia 03/07.

O município estabeleceu alguns critérios para o retorno. Para que o comércio volte a funcionar, o empresariado tem que obter o selo "Ambiente Seguro". São 27 tópicos, pré-estabelecidos, para que o comerciante, de qualquer setor, principalmente aqueles relacionados ao turismo (hotéis, pousadas, bares, restaurantes, etc), tem que seguir para adquirir o selo. O funcionamento, por enquanto não vai ser como anteriormente à pandemia, mas já incentiva à reestabelecer a economia.

As empresas vão passar por inspeções sanitárias e fiscalização e assinar um termo de responsabilidade que garante o cumprimento das regras para a aquisição do selo "Ambiente Seguro".

São elas:

- Informar a todos os funcionários sobre as regras citadas abaixo, referentes ao protocolo do novo coronavírus (Covid-19).

- Fazer uma tabela diária com horário e valor da medição de febre, verificação de tosse e dificuldade em respirar, de todos os funcionários. Caso algum deles apresente febre acima de 37,8°C e/ou quadro gripal, encaminhá-lo a Central Covid (Terra de Cabral). A temperatura corporal varia de 36°C a 37,4°C; acima desta medida, pode-se considerar febrícula. A partir de 37,8°C considera-se febre.

- Orientar os funcionários a forma correta de lavar as mãos com água e sabão. Essa deve ser feita em, pelo menos, 20 segundos. Pode-se usar desinfetante que tenha, no mínimo, 70% de álcool, cobrindo toda a superfície das mãos.

- Orientar os funcionários que, ao tossirem ou espirrar, cobrir a boca com o antebraço ou usar um lenço de papel, que deve ser descartado imediatamente no lixo após o uso. Evitar tocar nos olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam devidamente higienizadas.

- Alertar os funcionários para evitarem o contato próximo: apertos de mãos, beijos, abraços, postos de trabalhos compartilhados, partilha de alimentos, utensílios, copos, toalhas e objetos. Evitar o contato direto com clientes sempre que possível.

- Atentar aos funcionários para o uso obrigatório de máscaras e de mais EPI’s (caso estes sejam necessários). Orientar os clientes sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras no município.

- Providenciar um local, ou uma cadeira, que fique reservada somente para uso de pessoas suspeitas de infecção. Caso chegue algum cliente e este passe mal, ele deve ser conduzido a esse local onde ficará isolado dos outros clientes.

- Por turno, faz-se necessário um funcionário orientado e disponível para atender alguém que sinta mal estar. Este deverá ser encaminhado para o local previamente reservado. Em seguida, ligar para a Central Covid e orientar o cliente a seguir as orientações. Após a saída do cliente, o funcionário responsável pelo local reservado, deve providenciar a higienização do mesmo. Durante todo o procedimento, é obrigatório o uso de todos os EPI’s e evitar o contato físico.

- Os locais em que houver pessoas suspeitas de contaminação, devem ter a higienização reforçada, bem como descontaminação da área.

- Disponibilizar máscaras que são de uso obrigatório e EPI’S para funcionários (luvas, jalecos, óculos de proteção).

- Todos os funcionários devem informar e cobrar o uso de máscaras pelos clientes; exceto quando estiverem se alimentando ou bebendo. O estabelecimento deve ter máscaras para venda ou distribuição gratuita caso o cliente chegue sem a proteção.

- Disponibilizar materiais para higiene nos banheiros: sabão líquido, toalhas de papel, álcool 70% ou outro produto adequado para higienização das mãos.

- Usar lixeiras de abertura não manual para evitar o contato.

- Manter nos pontos de entrada/saída, banheiros e balcão de atendimento, álcool em gel 70% ou outro produto adequado para uso comum.

- Deverá ser feita higienização constante de superfícies onde haja toque, após cada uso, com álcool ou produto adequado (mesas, equipamentos, teclados, cadeiras, interruptores, elevadores, etc).

- Deverá ser feita a higienização cada 3h00, no mínimo: pisos, paredes e teto dos banheiros e em ambientes internos fechados.

- O empregador é orientado a manter os funcionários do grupo de risco afastados das atividades, bem como, quando possível, fazer regime de escala, revezamento de turno ou diminuição de jornada. Dessa forma, garante a redução do fluxo e contato de funcionários.

- Nos restaurantes e áreas de alimentação, deve haver o reforço da higienização dos utensílios, equipamentos e superfícies, evitando ao máximo a manipulação direta dos alimentos por clientes e colaboradores. No caso de existir buffet, é necessário um atendente para servir o alimento ao cliente.

- Manter mesas e estações de trabalho com espaçamento de 2m entre elas, e diminuir a capacidade máxima de lotação para 50% do APPCI, garantindo assim, o distanciamento entre as pessoas.

- O empreendimento deve garantir um distanciamento de 2m entre os clientes que aguardam para adentrar ao estabelecimento. Isso pode ser feito por filas com marcação no chão ou alguma outra forma de indicação do local.

- Ao limpar o estabelecimento, dar preferência para limpeza úmida, passando pano ao invés de varrer. Dessa maneira, evita que a poeira espalhe o vírus.

- Dar preferência para entrada e circulação de ar natural, mantendo portas e janelas abertas. Caso não seja possível, manter os filtros e dutos de ar condicionado sempre limpos.

- Fazer a desinfecção logo após o uso de piscinas, jacuzzis e equipamentos existentes em SPA, seguindo o protocolo interno do estabelecimento.

- Orientar os funcionários que a remoção das roupas de cama e toalhas deve ser feita sem agitar ou sacudir; apenas enrolando-as no sentido de fora para dentro, sem encostar ao corpo. Em seguida, transportá-las diretamente para a máquina de lavar.

Lavagem em separado à máquina e a temperatura elevada da roupa de cama/toalhas em aproximadamente 60ºC. Seguir o mesmo procedimento com os uniformes.

- As agências de viagens, hotéis, pousadas e guias de turismo, deverão enviar, preferencialmente, de forma digital aos clientes, as orientações e informações das regras que estão sendo aplicadas no município, bem como as regras do seu estabelecimento em questão (modelo anexo).

- As agências de viagens, hotéis, pousadas, guias de turismo deverão observar se os parceiros, envolvidos nos passeios vendidos, estão seguindo as recomendações e protocolos de higienização que garantem a proteção dos clientes.

Esses procedimentos foram estabelecidos conforme Decretos do Município e protocolos do Ministério da Saúde; podendo ser alterados de acordo com a evolução dos casos de Coronavírus/Covid-19.


Fonte: Ascom PMSCC

Colaboradores do GPS são treinados para reabertura dos hotéis

Lideranças das diversas áreas, além de colaboradores do GPS (Grupo Porto Seguro de Hotéis) estão participando de uma série de reuniões, estudos e treinamentos como preparação para a abertura dos dois hotéis da rede – Porto Seguro Praia Resort e Porto Seguro Eco Bahia Hotel. A retomada das atividades, programada inicialmente para 1º de agosto, foi adiada para 1º de setembro, em função das incertezas em relação às operações das companhias aéreas.

No final do mês de junho, foi realizado, no Porto Seguro Eco Bahia Hotel, mais um encontro dos gestores das duas unidades, que contou ainda com a presença do diretor geral da rede, Guto de Paula e do diretor executivo Richard Alves.  “Estamos vivendo um momento histórico. E essa reunião formal do Comitê de Prevenção de Riscos é uma das formas de garantir a saúde, segurança e bem estar de nossos hóspedes e colaboradores”, afirmou o diretor Richard Alves.

Richard destacou a importância de consolidar os procedimentos com antecedência, para que a partir da abertura, toda a equipe esteja preparada para colocar em prática os protocolos e acordos firmados pela rede GPS. O diretor lembrou que os hotéis estarão seguindo rigorosamente as normas e orientações do Ministério da Saúde e Anvisa, World Travel and Tourism Council (WTTC), Ministério do Turismo e Secretaria de Municipal de Saúde de Porto Seguro. Ele acrescentou que o treinamento prático e teórico está sendo direcionado também para fornecedores e terceirizados.

Bom senso e alegria

“Precisamos compreender a fundo esse novo modo de viver e trabalhar, considerando a importância desse cuidado não apenas com os nossos hóspedes, mas também com os próprios colaboradores. Vamos nos reinventar para atravessarmos essa expectativa de reabertura com alegria, bom senso e comprometimento”, salientou a diretora de RH, Lívia Barcelos, informando que já está em fase final a produção de uma cartilha específica para os colaboradores e cada setor.

Richard Alves enfatizou que ambos os hotéis do grupo vêm de uma onda crescente de satisfação dos clientes e de grande aceitação no mercado. “Temos muitas qualidades, como amplas áreas verdes e muitos espaços de lazer arejados. Vamos continuar a nossa missão de servir bem, deixando nossos hóspedes tranquilos e satisfeitos”, assinalou o diretor executivo.

Segundo o diretor geral, Guto de Paula, é impossível prever exatamente como será a retomada do turismo, mas “é grande a oportunidade para nos fortalecer e sairmos ainda melhores dessa crise que atingiu o mundo inteiro”. Para ele, a volta dos turistas será gradativa. “Já temos demanda para setembro; outubro e novembro serão melhores e o Verão será extraordinário. Mais do que nunca, as pessoas vão precisar viajar e com o empenho de todos vocês, estaremos preparados para oferecer o que temos de melhor para nossos clientes”, resumiu o diretor.

As orientações e normas a serem seguidas pelos hóspedes e colaboradores poderão ser acessadas através do link: https://pspresort.com.br/medidas-seguranca.


Hilda Rodrigues

Assessoria de Imprensa

GPS (Grupo Porto Seguro de Hotéis)

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade