Live: Tôa Tôa realiza Luau do Bem com Érica Paes e convidados

Doe e concorra a prêmios

A Live será realizada dia 30/06/20, às 20h e terá duas horas de duração. Levará para a casa de dos fãs do Tôa Tôa e de Porto Seguro o Luau que acontece todas as terças-feiras, e atrai semanalmente aproximadamente muitos turistas de todas as regiões do país.

30 de junho é também aniversário de Porto Seguro, e faz parte a comemoração. Porto Seguro há centenas de anos recebe o Brasil de braços abertos com o calor e alegria do povo baiano, e mais de 25 anos de sucesso carimbam a história do Tôa Tôa.

Campanha em prol dos artistas

Agora é a vez do Brasil abraçar essa causa e ajudar com doações a cidade mãe do Brasil apoiando o turismo que se prepara para voltar a receber. A Campanha Solidária Vibra é feita em prol de músicos, equipe de staff de eventos, produtores culturais, artistas, profissionais informais do turismo, três instituições sociais, assim como outros trabalhadores autônomos de diversos setores foram completamente afetados e "hoje" precisam de você.

Gêneros alimentícios e itens de limpeza podem ser entregues nos postos de arrecadação espalhados por toda a cidade (Tôa Tôa, Point Açaí Restaurante, O Rei no Centro, Rede de Mercado Vipão). Outra forma de doação será via pagamento durante a live, o Picpay, onde o doador poderá contribuir com qualquer valor minimizando os impactos econômicos da pandemia na cidade. Também serão entregues EPI's na capacitação da Campanha Popular de Combate ao COVID -19 Vibra/@vibra.info direcionado para guias de turismo e demais profissionais do trade turístico da cidade.

A live será transmitida via Facebook - Complexo de lazer Tôa Tôa, Instagram - @toatoaba e no Youtube - Complexo e lazer TôaTôa, com a participação de diversos artistas do Tôa Tôa e de outras Cabanas: Vaninha Bahia, Raio de Sol, Raio de Lua, MC Ralado, Gustavo Brandão, Manga Show, XuXa, DJ Kleber, DJ Renato, Showcolate, Ney Vocal, Alan Cardoso, Stylo  e com a Banda Erica Paes e Convidados: Virou Bahia, Lenon, Tainá Meoli, Ricardinho, e mais.

Será sorteado um ano de ingressos para todos os shows do Tôa Tôa, e também para acompanhante, um pacote com sete dias em hotel, passeios e shows, e para acompanhante. Confira instruções nas redes sociais e participe!

Para maiores informações: 73 9 8833.3163 ou midiastoatoa@gmail.com


Fonte: Complexo de Lazer Tôa Tôa

Receptivos se reúnem para avaliar protocolo de retomada do turismo

Os diretores das principais agências de receptivo da Costa do Descobrimento promoveram um encontro inédito para discutir o protocolo de retomada do turismo. A reunião aconteceu dia 25/06/2020, no Hotel Vitória Régia, em Porto Seguro. Participaram representantes da Top Mais Turismo, AR Turismo, Coconut Experience, Yes Receptivo, Taípe Turismo, Atlântico Tour, Pataxó Turismo e Porto Travel. Juntos, as empresas respondem por cerca de 90% da demanda receptiva na região.

O Decreto Municipal que autoriza o retorno da exploração da atividade turística a partir de 15 de julho foi editado pela Prefeitura de Porto Seguro no dia 23/06. O texto estabelece regras e diretrizes que os diversos setores do trade devem cumprir. De acordo com Andrea Lima, da Taípe Turismo, o objetivo da reunião foi debater todos os pontos previstos no Decreto, buscando padronizar e contribuir com o aperfeiçoamento do documento.

“Os receptivos se reuniram para buscar melhorias em relação aos serviços de logística, assistência e acompanhamento de passageiros previstos no Decreto.  Ao todo são oito empresas que defendem uma colaboração horizontal, sem lideranças, voltada para o turismo e o bem da cidade de Porto Seguro”, disse. “Nosso próximo passo é marcar uma audiência com a prefeita Cláudia Oliveira e sugerir algumas alterações a partir da expertise de cada empresa”.

Como exemplo de aperfeiçoamento, Andrea aponta o item 14 da seção sobre Transporte Turístico do Decreto, determinando que ‘o uso de veículo deverá ser destinado a grupos do mesmo hotel’. A empresária destaca também o ineditismo do encontro e a união do setor. “A iniciativa privada precisa se unir para auxiliar o poder público a traçar medidas que vão proteger as pessoas e retomar o turismo na região”.

Leia aqui a íntegra do PROTOCOLO DE SEGURANÇA SANITÁRIA E PARÂMETROS DE SERVIÇOS PARA AGENTES RECEPTIVOS do Decreto N° 10.867/2020.

Hoteleiros criticam aluguéis de casas pela internet, enquanto hotéis estão fechados

Em tempos de pandemia do coronavírus, uma discussão vem tirando o sono de muitos donos de hotéis e pousadas em Porto Seguro. Eles reclamam que enquanto todos os empreendimentos estão fechados por força do decreto municipal que trata do assunto, muitas casas de aluguel estão sendo oferecidas e alugadas a turistas, por meio de plataformas online, como Airbnb e Booking. “Qual é a diferença de se hospedar em uma casa ou um hotel, quando estamos nos segurando para evitar a disseminação da doença?”, questiona Fábio Garcia, dono de pousadas na Praia do Espelho, no Litoral Sul do município.

O empresário argumenta que enquanto os CNPJs estão fechados, as casas estão sendo alugadas normalmente, em uma concorrência desleal. “Das casas que estão sendo alugadas aqui no Condomínio Outeiro das Brisas tem mais de 50 casas pelo Airbnb. As pessoas estão vindo fazer turismo normalmente na pandemia e colocando todos os que moram aqui em risco. Essa é a minha indignação”, desabafa. Ele lembra que depois de um tempo, o site da Airbnb colocou um aviso sugerindo que as pessoas não viajem. “Mas não tem essa, se você pagar, amanhã você pode entrar em uma casa”.

Segundo Fábio, a mesma coisa está ocorrendo em Porto Seguro, onde a maioria dos hoteleiros foi obrigada a demitir. “Enquanto os CNPJs estão arcando com altos custos, os condomínios da vida estão nadando em dinheiro, ninguém fechou. Se realmente estivessem preocupados com a nossa saúde, teriam vetado também esses sites. A gente fica com as mãos atadas, porque não existe decreto tratando desse assunto”, reclama.

Rigores da Lei

Através do Decreto Nº 10.684, assinado dia 20/03/20, a prefeita Cláudia Oliveira proibiu o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais, incluindo hotéis e pousadas, como medida preventiva para conter o avanço do Coronavírus. Todo o comércio e serviços foram fechados, com exceção de padarias, supermercados, farmácias, clínicas médicas, entre outros.  No dia seguinte, um novo decreto proibiu a utilização das praias.

De acordo com representantes do poder público municipal, um dos empecilhos para o controle do acesso de pessoas que moram no Sudeste e outras regiões do país, é que muitas delas possuem casas em Arraial, Trancoso e em condomínios da Orla Norte de Porto Seguro, o que dificulta a fiscalização. Com o fechamento do aeroporto e rodoviária, esses “hóspedes” chegam de carro e muitas vezes de jatinho. Outra dificuldade apontada é contabilizar o volume de casas alugadas e o qual a influência disso na economia da região.

O assunto foi tema também da live realizada dia 20/05, pela CVC Corp, quando o diretor de produtos nacionais do grupo, Clailton Armelin, questionou a prefeita Cláudia Oliveira, sobre os aluguéis de casas e apartamentos através de plataformas digitais. A prefeita Cláudia argumentou que a fiscalização está presente, mas sabe que não consegue alcançar toda a demanda. Ela informou que o aluguel de casas com a finalidade de passeio está proibido a partir do último decreto municipal e que serão feitos bloqueios na BR 367. “Com a ajuda da Polícia Militar e da equipe de saúde faremos barreiras para identificar essas pessoas que teimam em vir para a nossa cidade, enquanto os hotéis estão fechados”, assegurou.    

No dia 25/05, a prefeita baixou um novo decreto determinando a implantação de barreiras sanitárias nas entradas do município de Porto Seguro “por qualquer meio de transporte, terrestre, marinho ou aéreo, devendo ocorrer 24 horas por dia”. Mas, apesar deste decreto, vereadores afirmam que as barreiras sanitárias não têm ocorrido. Eles cobram providências urgentes, já que os distritos da Orla Sul, como Arraial d’Ajuda, Trancoso, Itaporanga e Nova Caraíva, têm registrado ocorrências de casos de Covid-19, bem como os bairros afastados do Centro.

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade