Seguimos em frente

Publicado na edição 424 do Jornal do Sol

Após dois meses da reabertura dos bares e restaurantes, e ainda se adaptando ao novo normal, podemos enxergar uma projeção positiva para essa temporada que está chegando. O feriado de setembro surpreendeu a todos com um grande movimento na cidade, mas também levantou indagações quanto às aglomerações e o não cumprimento do protocolo sanitário por parte de alguns. Devemos reforçar o cumprimento de todas as medidas contra a propagação do vírus, pois só assim evitaremos uma segunda onda e poderemos aproveitar o Verão ao seu máximo.

Esse mês é super importante para mim, pois completamos um ano de Banzé. Como todos sabem, não foi um ano nada fácil para se manter de pé. Aprendemos muito em pouco tempo e estamos usando todo esse aprendizado para cada vez mais oferecer um produto e serviço de qualidade pra população de Porto Seguro e seus visitantes. Agradeço a todos os nossos clientes que se mantiveram fiéis todo esse tempo e aos parceiros e fornecedores que ajudaram a construir essa história linda, que está apenas começando. Para comemorarmos em grande estilo, vai aí uma receita que faz parte do nosso cardápio e que está fazendo muito sucesso! Espero que gostem.

 

Polvo Alho e Óleo com Batatinhas ao Murro

Serve 2 pessoas

Ingredientes: 01 kg de polvo limpo e eviscerado, 01 cebola roxa, 02 limões taitis, 50 ml de azeite extra virgem, 04 dentes de alho picados, 400 g de batata bolinha, sal a gosto, pimenta do reino a gosto, salsinha picada a gosto, 50 ml de vinho branco.

Modo de Preparo:  Em uma panela com água abundante e fervente coloque 01 limão e 01 cebola roxa cortada ao meio. Mergulhe o polvo 3 vezes nessa água segurando pela cabeça para que dê um formato a ele e depois deixe cozinhar por 30 minutos ou até que o polvo esteja macio.

Enquanto o polvo cozinha, coloque em uma assadeira as batatinhas, temperando-as com azeite, sal e pimenta do reino e leve ao forno por 30 minutos a 180ºC; ou até que estejam macias.

Depois de tudo pronto, em uma frigideira grande e em fogo brando, acrescente azeite, adicione as batatas já assadas dando uma leve dourada, adicione o alho e a salsinha picada e por fim o polvo já cozido e temperado com limão, sal e pimenta do reino. Para finalizar, adicione o vinho branco para soltar o sabor do fundo da panela e ajuste os temperos.

Agora é só servir em um refratário com as batatas por baixo e o polvo sobre elas. Decore com mais salsinha picada e um fio de azeite. Bom apetite!


Caio Silva é Chef de Cozinha do Restaurante Banzé

Primavera tá aqui e o verão é logo ali!

Publicado na edição 423 do Jornal do Sol

É galera, depois de um longo e rigoroso Inverno, ainda mais com essa quarentena que não acaba nunca, a Primavera está chegando para esquentar o clima e nos preparar para o Verão. A expectativa é grande, pois sabemos que é nessa temporada que vem aí que podemos ganhar força, nos reestruturando para seguir em frente.

Porto Seguro e região vêm sendo um dos destinos mais procurados, ainda há muitas restrições para viagens para o exterior e a tendência é que as pessoas se sintam mais seguras em lugares mais próximos. No entanto, temos que nos preparar bem para atender essa demanda, já que agora o cliente deve ficar cada vez mais exigente quanto à qualidade, atendimento e estrutura. É importante ficar atento aos mínimos detalhes. É necessário também se reinventar para receber cada vez melhor nossos visitantes e moradores, obtendo assim resultados mais positivos e fidelizando nossos clientes.

Mas já que o frio está indo embora e o Inverno acabando, fechando com chave de ouro, uma receita de Nhoque ao Ragu de Lingüiça, que aquece a alma e o coração!  #vaipassar

Nhoque ao Ragu de Linguiça

Serve de 2 a 4 pessoas

Ingredientes:

½ kg de batata Asterix, 01 ovo, 200 g de farinha de trigo, 100 g de parmesão ralado, sal a gosto,  noz moscada a gosto, pimenta do reino a gosto, 400 g de passata de tomate, 150 g de linguiça calabresa moída, 150 g  de linguiça toscana moída, 150 g  de cebola picada, 50 g de cenoura ralada, 02 dentes de alho picados, 50 ml de vinho tinto, 50 ml de azeite.

Modo de preparo

Coloque as batatas para cozinhar inteiras com casca em água quente com uma pitada de sal. Enquanto as batatas cozinham, comece a fazer o molho.

Refogue a cebola, alho e cenoura com azeite, depois adicione a mistura de linguiças moídas, deixe refogar bem para que dê sabor no fundo da panela e acrescente o vinho tinto para soltar esse sabor. Acrescente a passata de tomate, ajuste o tempero com sal e pimenta do reino deixando cozinhar em fogo baixo com a panela tampada por pelo menos 01 hora para que pegue sabor.

Após as batatas cozidas, passe no espremedor de batatas pelo menos duas vezes para que fique sem grumos.  Após esfriar adicione os ovos tempere com sal e noz moscada e acrescente a farinha de trigo. Misture bem e com um pouco de farinha abra os rolinhos para formar os nhoques, corte no tamanho de 1 a 2 cm cada. Em uma panela com água fervente e sal, cozinhe os nhoques pouco a pouco, assim que boiar na água retire e coloque em uma assadeira untada com azeite. Coloque o molho por cima e sirva com parmesão em abundância.

Bom Apetite!


Caio Silva é Chef de Cozinha do Restaurante Banzé

Frio, comida e cobertor

Publicado na edição 421 do Jornal do Sol 

Pois é amigos, o Inverno chegou e junto com ele vem aquela preguiça de sair da cama de manhã cedo. Dá vontade de ficar o dia todo debaixo da coberta vendo aquele filminho e se deliciando com guloseimas. Não sei pra você, mas pelo menos para mim, o frio é um fator preponderante pra que o apetite aumente consideravelmente. É por isso que temos que tomar muito cuidado para não passar dos limites, porque depois já sabe né, haja atividade física para correr atrás do prejuízo. Eu sou suspeito para falar, pois sou comilão por natureza. No entanto, sabemos que o ideal é dar preferência para comidas que aqueçam e deem a sensação de saciedade, assim conseguimos nos controlar para não comer tantos doces e outros petiscos que não fazem tão bem pra saúde. 

As sopas cremosas são uma ótima opção, porque além de saudáveis, têm essas características e ajudam a controlar essa vontade de beliscar o dia todo. Uma dica é sempre dar uma incrementada na sopa para que ela fique mais apetitosa. Veja que na receita de hoje temos um creme de batata baroa, que é super saudável, porém com um leve toque de bacon para dar aquela valorizada no prato, até porque ninguém é de ferro.

Como tudo nessa vida, devemos prezar pelo equilíbrio e não pela privação total, pois já ficou comprovado que nenhum excesso (incluindo a falta) é saudável.  E falando em equilíbrio, com esse friozinho não dá pra ficar sem aquele chocolate quente antes de dormir. Com licença, que vou preparar o meu para assistir um filme e deixo vocês com essa deliciosa receita de creme de batata baroa com farofa de bacon. Aproveitem!

Creme de Batata Baroa com Bacon

Ingredientes:

1 kg de batata baroa em pedaços, 03 xícaras de chá de água, 01 xícara de chá de leite, 02 colheres de sopa de manteiga, 250g de bacon em cubos, 01 cebola picada, 01 caixa de creme de leite 200g, sal, pimenta-do-reino e cebolinha picada a gosto.

Modo de Preparo:

Leve uma panela ao fogo médio e adicione a cebola picada com um fio de azeite até que fique translúcida. Adicione a batata baroa em pedaços e a água. Deixe cozinhar até que fique macio. Transfira para o liquidificador, junte o leite e bata até ficar cremoso. Reserve. Aqueça uma panela em fogo médio, e frite o bacon até dourar, reserve em papel toalha até que fique bem sequinho para finalizar o prato.  Coloque a batata baroa batida em uma panela e adicione o creme de leite, a manteiga e tempere com sal e pimenta, cozinhando até ferver. Em uma sopeira de preferência quente, coloque o creme e finalize com o bacon e a cebolinha por cima. Bom apetite!


Caio Silva é Chef de Cozinha do Restaurante Banzé

 

A união faz a força!

Publicado na edição 422 do Jornal do Sol

Os bares e restaurantes da cidade, um dos setores mais prejudicados devido às sanções diante da crise de saúde, vêm sofrendo muito, já que estão com poucos recursos e os auxílios do governo simplesmente não chegam para sua grande maioria. Estima-se que 25% dos restaurantes fechem as portas até o final dessa crise. Até o momento, aqui na cidade de Porto Seguro, quem obtiver o Selo Porto Mais Seguro poderá reabrir nos horários estabelecidos.

Desde março desse ano, a Abrasel (Associação Brasileira de bares e Restaurantes) vem tentando formar um grupo para que se estabeleça uma sede regional aqui na Costa do Descobrimento. A princípio, com uma tímida participação dos empresários da região, a entidade vem ganhando força no decorrer dessa crise, e já conta com mais de 50 associados, encabeçando as demandas para que se tenha uma reabertura organizada, rápida e cumprindo todos os protocolos estabelecidos. 

Dito isso, é evidente que a categoria precisa se unir cada vez mais em busca de representatividade para que se tenha maior poder de negociação. Como faço parte desse grupo, vejo necessário o meu apoio total e incondicional ao movimento e peço para que os empresários do ramo venham fazer parte também, uma vez que já estamos conseguindo melhorias e pleiteando ações concretas para nossos estabelecimentos.  É como diz o título: a união faz a força!

Para a receita de hoje um prato que você pode encontrar lá no Banzé a partir dessa reabertura.

 

 

Ossobuco ao molho de cerveja preta com aipim cremoso na manteiga de garrafa

 Rendimento: 2 pessoas

Ingredientes: 02 unidades de ossobuco (350 g cada), 50 ml de azeite de oliva, 02 garrafas de cerveja preta, sal a gosto, pimenta do reino a gosto, 01 cebola picada, 01 cenoura ralada, 500 g de aipim descascado, 100 ml de manteiga de garrafa e salsinha picadinha.

 

Modo de Preparo

Primeiramente pegue o ossobuco e tempere com sal e pimenta. Doure o ossobuco na panela de pressão com azeite e reserve.  Na mesma panela refogue a cebola e a cenoura. Depois adicione o ossobuco novamente e complete com a cerveja preta. Tampe a panela e depois que pegar pressão deixe cozinhar de 30 a 45 minutos ou até que a carne esteja bem macia.

Em outra panela corte o aipim em cubos e cozinhe em água fervente até que fique macio. Bata no liquidificador com a água do próprio cozimento até que fique um creme espesso e liso. Termine o creme na panela ajustando o sal e com a manteiga de garrafa.

Sirva em um prato com o creme por baixo e o ossobuco e o molho por cima, finalize com a salsinha picada e agora é só comer essa delícia.

Bom Apetite!


Caio Silva é Chef de Cozinha do Restaurante Banzé

A retomada pós coronavirus

Publicado na edição 420 do Jornal do Sol

Fala galera, hoje a coluna é especial para os donos de restaurantes que já estão se preparando para o retorno. Muitos como eu, estão oferecendo o serviço de entrega, então não pararam por completo, mas a volta vai ser bem diferente do que estamos acostumados, e devemos nos preparar.

Um ponto importante que temos que pensar é na elaboração do cardápio. Além da questão do cardápio físico, como: qual será o material? Será descartável? Será individual ou será um cardápio fixo apenas para consulta? Você também terá de pensar no que vai ser servido. É hora de mudanças gerais e de dar preferência a um cardápio com opções reduzidas e que sejam bem ecléticos.

Otimizar o estoque é outra coisa fundamental. Não sabemos como será a entrega dos fornecedores e o que estará disponível no mercado. É importante ficar em contato com os fornecedores e saber o que está acontecendo.  Pensando num mundo pós coranavírus, uma coisa a se analisar também é que você pode ter de trabalhar com a mão de obra reduzida. Não só por conta de distanciamento, mas também pela instabilidade que provavelmente se apresentará.

E o que isso tem a ver com o cardápio? Tudo! Ter menos gente é talvez não conseguir entregar todos os pratos disponíveis no seu cardápio atual. Outra coisa importante é a quantidade de pessoas que você poderá atender em seu estabelecimento, espaçamento das mesas, padrões de serviço, tudo isso terá de ser revisto.

Enfim, a melhor opção é voltar aos poucos e ir sentindo o que a clientela está procurando, uma vez que o padrão de consumo deverá mudar substancialmente. Boa sorte a todos nós e vamos em frente!

Para a receita de hoje um clássico que todos amam e nunca muda. A tradicional lasanha bolonhesa.
 

Lasanha Bolonhesa

Ingredientes: 01 litro de água, 350g de farinha de trigo, 02 ovos, 250g de carne moída, 02 colheres de sopa de óleo ou azeite, 03 dentes de alho, 01 cebola média ralada, sal e pimenta do reino a gosto, 350g de molho de tomate, cebolinha e salsa a gosto, 03 colheres de sopa de manteiga, noz moscada a gosto, 250g de queijo mussarela, 100g de queijo parmesão ralado.

Modo de Preparo:

Massa: Misture 200 g de farinha de trigo e 2 ovos para fazer a massa e uma pitada de sal, deixe descansar por 30 minutos e depois abra com o rolo até que fique com uma espessura de 1mm e corte  do tamanho de sua travessa. Coloque a água para ferver e cozinhe a massa até ficar no ponto ao dente. Após cozida, passe um pouco de óleo ou azeite para não grudar. Reserve para a etapa posterior.

Molho Bolonhesa: Refogue a cebola, o alho e depois acrescente a carne moída. Misture o molho de tomate ao refogado. Acrescente a cebolinha e a salsa. Deixe cozinhar por 05 minutos mexendo sempre e reserve.

Molho Branco: Em uma panela misture a manteiga derretida com a farinha de trigo, diluindo a mistura e acrescente o leite, mexendo bem até ir engrossando.  Tempere com sal a gosto e noz moscada. Aqueça por mais 03 minutos e desligue o fogo

Montagem: Coloque um pouco do molho à bolonhesa no fundo de uma forma. Coloque uma camada da massa e depois uma camada de Mussarela e depois uma camada do molho branco. Coloque uma camada de massa e repita essa sequência. Para finalizar, salpique o queijo parmesão ralado por cima.

Assar: Leve ao forno 180ºC para assar, por aproximadamente 20 minutos até que fique dourado. Agora é só servir e bom apetite! 


Caio Silva é Chef de Cozinha do Restaurante Banzé

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade