Com sequelas da Covid, atleta de taekwondo mobiliza ajuda

A pandemia fez muitas vítimas por todo o País e o Mundo. Só no Brasil, o número de mortos ultrapassa 615 mil pessoas. Além deles, ainda há os outros milhares que por conta da Covid – 19 desenvolveram sequelas sérias.

Como é o caso da atleta portossegurense de taekwondo, Valéria de Jesus Claudino, que após contrair a doença, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A Atleta, por conta disso, teve que passar por uma cirurgia no crânio e ficou 18 dias em coma.

Ainda em recuperação, Valéria agora depende de ajuda para custear as despesas do tratamento de reabilitação fora da cidade. A família e amigos tem feito diversas campanhas para angariar fundos. Mas ainda não são suficientes. Para quem quiser ajudar a atleta, pode fazê-lo por meio de pagamento via PIX – celular (73) 9 9848-6261 em nome de Flávia Claudino, ou de depósito Caixa Econômica Ag. 3948 / OP 13 / Conta 17668-5.

Vitórias

Valéria é uma das mais brilhantes atletas e inclusive foi representante do taekwondo baiano, a participar do Campeonato Mundial Juniores, em 2016.  Sua carreira no esporte tem diversos títulos sendo hexacampeã baiana e multicampeã em eventos nacionais, além de campeã do Argentina Open. Iniciou sua trajetória através do Projeto Social Esporte Para Todos, participando de campeonatos nas categorias infantil e juvenil.


Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Kits esportivos são entregues em Trancoso

Jiu Jitsu: Bruno Cardoso é o Top 2 Mundial

Corrida do Bem mobiliza Arraial para ajuda humanitária

Skate Day mobiliza por construção e reforma de pistas

Porto Seguro volta medalhada do Norte Nordeste de Natação

 

© 2022 Jornal do Sol - Informação com Credibilidade