Mais de 33 mil mesários já foram convocados pelo TRE-BA

O calendário eleitoral para a convocação dos mesários pelo TRE-BA se encerra em 3 de agosto, mas o eleitor que pretende atuar como mesário nas Eleições Gerais do próximo mês de outubro deve ficar atento às notificações do WhatsApp. Isso porque estão sendo feitas convocações por meio do aplicativo de mensagens para preenchimento das vagas daqueles que não responderam ao chamamento ou solicitaram dispensa da função. Ao todo mais de 33 mil pessoas já receberam a mensagem.

Estes chamamentos são feitos por um sistema próprio, desenvolvido pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do TRE-BA. A notificação, de acordo com o Eleitoral baiano, possui informações sobre o local em que a pessoa deve se apresentar no dia da eleição, além de orientações sobre como acessar a carta de convocação. Em caso de dúvidas, o Regional orienta ao eleitor convocado que entre em contato com seu respectivo cartório. A lista completa com endereço e telefones dos cartórios eleitorais da Bahia pode ser encontrada no site do TRE-BA, acessando aqui. www.tre-ba.jus.br

Além do WhatsApp, os convocados podem ser chamados via e-mail e carta. A estimativa é a de que 147.460 mesários atuem durante as eleições deste ano no Estado.

Recusa

Já a justificativa para a recusa deve ser apresentada ao cartório eleitoral em um prazo de cinco dias, a partir da data da notificação. A servidora do TRE baiano, Silvana Caldas, explica que por conta dos pedidos de dispensa essa convocação pode seguir até bem próximo da data do pleito.

“Por isso aqueles que desejarem participar das eleições como mesários devem se inscrever, o quanto antes, no Programa Mesário Voluntário, o que pode ser feito por meio do site do TRE-BA ou, presencialmente, no cartório eleitoral do interessado”, revela.


 

Com informações do MTP Foto: Reprodução 

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Corrida Rústica reúne atletas amadores e profissionais em Arraial d’Ajuda

Gol cria na Bahia 'hub' para novos voos nacionais e internacionais

Partidos lançam doze candidaturas à presidência da República

‘Ana Botafogo, Palco e Vida!’ é atração no L’Occitane, em Trancoso

Proibição de publicidade eleitoral no rádio e TV começa sábado

Bahia tem cinco candidatos a governador e quatro ao Senado

A Bahia já têm a definição de seus candidatos ao Governo nas eleições desse ano. Os partidos lançaram cinco candidaturas para ocupar o Palácio de Ondina nos próximos quatro anos. A disputa vai ser acirrada para ver quem será seu novo morador. O governador Rui Costa (PT) está se despedindo depois de 8 anos de mandato. Para o Senado Federal, quatro candidatos vão tentar cativar o eleitorado pela única vaga existente esse ano, incluindo Raíssa Soares, ex-secretária de Saúde de Porto Seguro.

Candidatos ao Governa da Bahia (por ordem de número eleitoral)

13 - Jerônimo Rodrigues (PT) - A vida acadêmica de Jerônimo tem um peso forte em sua caminhada. Foi professor, diretor e coordenador universitário e com toda essa bagagem ser o Secretário de Educação da Bahia estava alinhado com sua história. Com suas linhas de pesquisas voltadas ao desenvolvimento, semiárido, educação ambiental, sustentabilidade e participação social, ele foi secretário Nacional do Desenvolvimento Social, assessor especial da secretaria de Planejamento e secretário de Desenvolvimento Rural.

21 - Giovani Damico (PCB) – Giovani completa 30 anos em setembro, um mês antes das eleições, com 29 anos, atualmente, ainda não possui a idade mínima para governador, pelo menos até setembro. Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Damico tem carreira como professor de geografia da rede estadual de ensino. Militante do Partido Comunista do Brasil (PCB), ele foi candidato em Salvador a vereador nas eleições de 2020, mas não foi eleito.

22 - João Roma (PL) – Foi Chefe da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Chefiou o Gabinete de ACM Neto, enquanto prefeito de Salvador, até 2018, quando concorreu as eleições para Deputado Federal, a qual se elegeu. Se tornou depois disso Ministro da Cidadania e é uma das grandes apostas do presidente Jair Bolsonaro para ocupar o Governo da Bahia.

44 - ACM Neto (União Brasil) – Prefeito de Salvador por dois mandatos e Deputado Federal três vezes consecutivas. Em 2010 recebeu mais de 300 mil votos, sendo o deputado mais votado na Bahia naquele pleito. De família tradicional de políticos, seguiu os passos, se formou em Direito, e trilhou a carreira política desde jovem.

50 - Kleber Rosa (PSOL) - Essa é a primeira disputa eleitoral de Rosa, que fez carreira como investigador da Polícia Civil e fundou o Movimento Policiais Antifascismo na Bahia. O pré-candidato também é professor, graduado em ciências sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

 

Candidatos ao Senado pela Bahia (por ordem de número eleitoral)

11 - Cacá Leão (PP) – Atualmente Deputado Federal pelo Estado da Bahia e o atual vice-líder do seu partido. Graduado em Administração e Planejamento Municipal. Foi candidato a prefeito da cidade de Lauro de Freitas mas acabou sendo derrotado por Moema Gramacho.

22 - Raissa Soares (PL) – Ex-secretária de saúde de Porto Seguro na gestão do prefeito Jânio Natal, deixou o posto da secretária para se dedicar à vida política. A médica, formada na UFMG, é também pregadora do Aviva Brasil.

50 - Tâmara Azevedo (PSOL) – O Coletivo de Entidades Negras (CEN) e a participação no Conselho Gestor da Salvaguarda da Capoeira na Bahia estão alinhadas com sua formação em Sociologia, caminho que percorre durante sua vida. Também foi agente de turismo e nunca foi eleita para cargo público.

55 - Otto Alencar (PSD) – Médico com formação na Universidade Federal da Bahia, nascido na região da Chapada Diamantina. Foi Governador da Bahia e vice-governador da Bahia. Atualmente, é senador da República pelo mesmo estado, já tendo sido, ainda, deputado estadual e secretário da Saúde.


Dan Hudson (estagiário - sob supervisão de Hilda Rodrigues) - Foto: divulgação Gov/BA

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Mais de 33 mil mesários já foram convocados pelo TRE-BA

Luigi desiste de candidatura a deputado federal

Partidos lançam doze candidaturas à presidência da República

Prazo para solicitar direito ao voto em trânsito termina dia 18/08

Eleições 2022: pesquisa boca de urna é legal?

 

Partidos lançam doze candidaturas à presidência da República

Com o fim do período para realização das convenções partidárias, foram lançadas doze candidaturas para presidente da República. O Tribunal vai analisar ainda possíveis impugnações e brigas judiciais. Os partidos têm até 15/08 para registrar os candidatos junto à Justiça Eleitoral. A propaganda eleitoral começa no dia 16/08.

Têm candidatos para todos os gostos. Pela primeira vez desde a redemocratização, um presidente vai enfrentar um ex-presidente pela cadeira poderosa do Planalto. Quatro mulheres vão concorrer em 2022, um recorde nas eleições, sendo duas chapas totalmente feminina.

Quem são o(a)s candidato(a)s? (em ordem do número na urna)

12 - Ciro Gomes (PDT). Vice: Ana Paula Matos (PDT)

13 - Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Vice: Geraldo Alckmin (PSB) - Partidos que apoiam: federação partidária (PT, PSB, PV e PC do B) mais Solidariedade, PSOL, Rede e Avante.

14 - Roberto Jefferson (PTB). Vice: Kelmon Luís da Silva Souza (PTB)

15 - Simone Tebet (MDB). Vice: Mara Gabrilli (PSDB) - Partidos que apoiam: federação partidária (PSDB e Cidadania) e Podemos

16 - Vera Lúcia (PSTU). Vice: Raquel Tremembé (Kunã Yporã) (PSTU)

21 - Sofia Manzano (PCB). Vice: Antonio Alves (PCB)

22 -  Jair Bolsonaro (PL). Vice: Walter Braga Netto (PL) - Partidos que apoiam: Progressistas e do Republicanos.

27 - José Maria Eymael (DC). Vice: João Barbosa Bravo (DC)

30 - Luiz Felipe d’Avila (Novo). Vice: Thiago Mitraud (Novo)

44 - Soraya Thronicke (União Brasil). Vice: Marcos Cintra (União Brasil)

80 - Leonardo Péricles (UP). Vice: Samara Martins (UP)

90 - Pablo Marçal (Pros). Vice: Fátima Pérola Neggra (Pros) * em processo judicial

Eleitores

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Brasil bateu o recorde de eleitores aptos a votar, com 156.454.011 de brasileiros, ante as 147.306.275 pessoas votantes de 2018 – uma diferença 6,2% que representa quase 10 milhões de eleitores a mais.

Outro número que chama a atenção foi o de adesão de adolescentes de 16 e 17 anos ao processo eleitoral, um aumento de 51,1% (2.116.781 jovens ante os 1.400.617 adolescentes de 2018). Lembrando que nesta faixa etária, o voto é facultativo.


Foto: divulgação

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Proibição de publicidade eleitoral no rádio e TV começa sábado

Prazo para solicitar direito ao voto em trânsito termina dia 18/08

Eleições 2022: pesquisa boca de urna é legal?

TRE inicia convocação de mesários para as eleições

Fake news: é preciso atenção com informações falsas sobre pesquisas

Luigi desiste de candidatura a deputado federal

O empresário Luigi Rotunno anunciou em comunicado à imprensa que não será candidato à deputado federal nessas eleições. Apesar de ter recebido o convite do PSDB, após ter sido pela primeira vez candidato a prefeito de Porto Seguro em 2020, ele optou por não participar desse pleito eleitoral. Em 2020 Luigi obteve 11.589 votos (16,82% dos votos válidos).

Luigi afirmou que seu projeto político é para Porto Seguro, portanto pretende continuar trabalhando pelo desenvolvimento do município. “Agradeço o apoio de todos, mas minha paixão por políticas públicas é para Porto Seguro. É aqui que quero trabalhar, visitando cada bairro, conhecendo de perto as necessidades das pessoas e lutando por uma cidade melhor, com mais oportunidades. Esse é o meu propósito.”

Presidente do PSDB local, Luigi reforçou o apoio aos candidatos do partido, com Adolfo Viana para Deputado Federal e Tiago Correia para Deputado Estadual. Para Governador, reiterou todo apoio à candidatura de ACM Neto e vice Ana Coelho, junto com Cacá Leão para senador.


Com informações e fotos de Gabriela Caldas (Yaa Yoo)

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Partidos lançam doze candidaturas à presidência da República

Prazo para solicitar direito ao voto em trânsito termina dia 18/08

Eleições 2022: pesquisa boca de urna é legal?

TRE inicia convocação de mesários para as eleições

TRE-BA publica série Cargos Eleitorais

Prazo para solicitar direito ao voto em trânsito termina dia 18/08

Quem vai estar em viagem no dia das eleições também pode votar. O voto em trânsito é garantido pela legislação. Mas o eleitor precisa solicitar esse direito junto a um Cartório Eleitoral e estar em situação regular com o TSE. Se esse é seu caso, fique atento. O prazo para requerer votar fora do seu domicílio eleitoral termina dia 18 de agosto.

Porto Seguro é uma das cidades baianas habilitadas a receber o voto em trânsito. Conforme Marcelo Ostern, chefe de cartório da 122a Zona Eleitoral, a solicitação é estritamente presencial e gratuita. O eleitor pode escolher livremente, dentre os pontos de votação vigentes, em qual deseja votar no dia da eleição. Em Porto Seguro existem dois cartórios eleitorais localizados na Rua da Jaqueira, no 562, bairro Tabapiri, com atendimentos das 08h às 14h.

O voto em trânsito é uma transferência temporária do domicílio eleitoral para outra cidade. Se o eleitor é de Minas Gerais, por exemplo, e estiver em Porto Seguro no dia da votação, basta comunicar à Justiça Eleitoral, até a data prevista, que vai se encontrar na localidade. É necessário que a cidade possua mais de 100 mil habitantes para validar a transferência junto ao TSE.

O que diz a lei

Segundo o artigo 233-A do Código Eleitoral e a Resolução TSE no 23.669.2021, existem duas possibilidades de voto em trânsito: quem estiver fora de sua cidade, mas no mesmo estado, poderá votar para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital. Já os que estiverem em outro estado poderão votar apenas para o cargo de presidente da República. A medida não se aplica a quem está, momentaneamente, no exterior.

Entretanto, aqueles com título cadastrado no exterior que estiverem, no dia do pleito, em território brasileiro, poderão fazer a solicitação e votar para o cargo de presidente da República, desde que habilitados no prazo. A mudança de local de votação é temporária. Após as eleições, o eleitor passa a votar em sua zona eleitoral normalmente.

Ao todo, o TRE-BA disponibiliza 89 locais de votação em Salvador. Já no interior, 233 locais de votação funcionarão em 12 cidades. Os municípios do interior do estado habilitados para o voto em trânsito são: Porto Seguro, Jequié, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Juazeiro, Barreiras, Feira de Santana, Alagoinhas, Camaçari, Lauro de Freitas e Teixeira de Freitas.

A disputa presidencial é sempre muito acirrada, o que acaba deixando o eleitor com seu foco maior de votação nesse cargo. Marcelo Ostern orienta para que a população preste atenção na ordem da votação e que se lembre que o voto presidencial é o último na ordem dos candidatos.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022:

- Deputado federal (quatro dígitos)

- Deputado estadual (cinco dígitos)

- Senador 1 (três dígitos)

- Governador (dois dígitos)

- Presidente da República (dois dígitos)


Dan Hudson (estagiário - com supervisão de Hilda Rodrigues) - Foto: reprodução TSE

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Prazo para solicitar direito ao voto em trânsito termina dia 18/08

Eleições 2022: pesquisa boca de urna é legal?

TRE inicia convocação de mesários para as eleições

Fake news: é preciso atenção com informações falsas sobre pesquisas

Comissão Municipal luta pela erradicação do trabalho infantil