7º Festival de Paródias integra agenda de ações de enfrentamento a Aids

Com o tema "Um por todos e todos contra a AIDS", a Secretaria de Saúde de Porto Seguro realizou a 7ª edição do Festival de Paródias, dia 04/12/19. Integrado ao calendário de ações alusivas ao mês de enfrentamento a AIDS, o projeto idealizado pelo Departamento DST/AIDS e Hepatites Virais do município lotou o anfiteatro do SENAC, com a participação dos estudantes que atuam diretamente na campanha.

Depoimento do jovem soro positivo

Um dos pontos altos do festival aconteceu por meio da exibição do depoimento emocionado, através de vídeo, de João, nome fictício para preservar a identidade do rapaz de 25 anos, morador de Porto Seguro, diagnosticado como soro positivo. Depois da veiculação do relato, o público presente pôde fazer perguntas ao jovem, que fez questão de participar pessoalmente, mas manteve-se resguardado sem expor o rosto. Feliz pelo acolhimento e amor por parte dos familiares e amigos, ele reforçou a necessidade do uso do preservativo para o sexo seguro.  Atualmente, o rapaz segue submetido a tratamento no Sistema Único de Saúde.

Paródias criativas

Completando 12 anos de existência, a Companhia de Arte Ed Aquino, formada por 80 adolescentes de 12 a 17 anos, sob a coordenação do assistente social e técnico do projeto de formação de adolescentes multiplicadores de informações de prevenção, Edilson Dias, apresentou letras criativas, elaboradas pelos próprios estudantes, com base na recriação de músicas da atualidade conhecidas do grande público.

Equipe vencedora

Marcado pelo viés da prevenção, através do uso da camisinha nas relações sexuais, tendo conceito prático educativo, os musicais coreografados foram protagonizados por alunos residentes nos bairros Vila Vitória, Baianão, Vila Jardim e distrito de Arraial D'Ajuda. Após avaliação dos jurados, a equipe vencedora de 2019 foi Arraial D'Ajuda.

Referência no tratamento a HIV/ AIDS

Durante a programação, dados referentes aos casos de HIV/ AIDS foram apresentados. Atualmente, o município atende 900 pessoas diagnosticadas com a doença. Em Porto Seguro, o Serviço de Atendimento Especializado em HIV/AIDS e Hepatites Virais, SAE ED. Aquino, sob a direção da enfermeira Beatriz Duarte, tornou-se referência na prevenção, tratamento e acompanhamento aos pacientes portadores de infecções sexualmente transmissíveis.


Fonte: Ascom PMPS

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade