Seis homens são condenadas por chacina que deixou oito mortos em Porto Seguro

Seis homens foram condenados, dia 23/10/20, pela chacina que matou oito pessoas em Porto Seguro, em 2017. A decisão foi da 1ª Vara Criminal e as penas vão de 195 e 248 anos. Juntas, somam 1.237 anos.

Antônio José dos Reis, acusado de ordenar a chacina, foi condenado a 248 anos de prisão. Isnaldo Silva Santos, Rafael Miranda Nascimento e Ueber Souza dos Santos foram condenados a 195 anos cada um; Jackson Araújo Nascimento e Walas Silva dos Santos foram condenados a 202 anos cada.

O crime foi cometido em 05/02/2017, quando as vítimas, entre elas quatro filhos de policiais, voltavam de uma festa na Orla Norte de Porto Seguro. As vítimas estavam numa casa no bairro de Porto Alegre I, e foram surpreendidas por homens com pesadas armas de fogo, numa caminhonete, que chegaram atirando. Os homens, que se passaram por policiais e, após muitos tiros, fugiram. Segundo os depoimentos, eles estavam encapuzados, usavam coletes à prova de bala e roupas de camuflagem. Três homens atingidos e algumas mulheres que estavam no local sobreviveram. De acordo com a polícia, os condenados fazem parte de uma facção criminosa que atua na cidade.

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade