Vila Criativa, em Santo André, realiza campanha para manutenção da sede

 

A Vila Criativa, espaço cultural criado no verão de 2017 para entretenimento de visitantes e moradores de Santo André em Santa Cruz Cabrália, está fazendo uma vaquinha eletrônica para levantar verbas de custeio das despesas, neste período de pandemia.

“Com a pandemia, nossas atividades foram suspensas e não estamos conseguindo honrar nossos compromissos com os aluguéis e a luz. Então, estamos solicitando apoio e contribuição para alcançarmos a meta que nos permita quitar o aluguel e a energia elétrica até o mês de dezembro”, afirma Miriam da Silva, coordenadora e fundadora.

Para colaborar, as pessoas devem acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-a-vila-criativa-manter-sua-sede e doar a partir de R$ 25,00. “Se não puder doar, compartilhe com os amigos e conhecidos. Vamos fazer essa corrente crescer!”, dizem os coordenadores da campanha. “Temos contado com a comunidade sempre e todas as nossas atividades têm participação de quem conhece o nosso trabalho direta ou indiretamente. E desde já deixamos nossa gratidão a todos os que nos estenderem sua mão neste momento, para que continuemos nossas atividades comunitárias”, diz MIriam.

A Vila Criativa já recebeu artistas de diversas áreas e de diversas regiões do pais. Recentemente, hospedou artistas do Carimbó Cobra Venenosa que, devido a quarentena, não puderam voltar ao Pará. Recebeu a exposição de André Simeão, com apresentação do Palhaço Farrapo, lançamento do Livro "Luz Vestir" de Dodi Leal, o show de Marina Mathey, com a apresentação da Cia Benedita na Estrada e diversos outros artistas que, além de apresentarem na casa, podiam se hospedar nela durante a realização dos festivais de verão de que participaram.

Além dos Festivais de Verão, a Vila Criativa tem música, teatro, cultura popular, cinema, artes visuais, literatura e feira de artesanato, abrindo espaço para os artistas locais compartilharem seus trabalhos com a comunidade e visitantes, durante todo o ano, gerando renda tanto para si quanto para a sustentabilidade do projeto.

Trabalhadores de cultura devem se cadastrar para auxílio da Lei Aldir Blanc

As secretarias estaduais da Cultura (Secult) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) disponibilizaram desde o dia 14/07/20, plataforma do Cadastro Estadual dos trabalhadoras e trabalhadores da cultura. Para além da criação de banco de dados, o cadastro servirá de base para o acesso do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc. Quem já realizou o cadastro da trabalhadora e do trabalhador da cultura lançado em 14 de julho não precisa fazê-lo novamente.

A ferramenta também vai traçar um panorama dos profissionais do segmento nos 27 territórios de identidade baianos, fornecendo informações para elaboração de políticas públicas no campo cultural. A plataforma está disponível no site www.cultura.ba.gov.br, ou clique aqui.


Fonte: Assessoria de Comunicação - SecultBA

Poetas da Costa do Descobrimento terão obras publicadas

Poetas da Costa do Descobrimento terão suas obras publicadas em um conjunto de livros que divulgarão 1.350 poetas baianos dos 27 territórios de identidade do Estado da Bahia. A iniciativa é do Projeto Bardos Baianos, da Cogito Editora, e tem como organizador geral o poeta e jornalista Ivan de Almeida e articulação geral da produtora cultural Suely Melo.

O objetivo é fomentar a produção poética por toda Bahia, divulgar os poetas e suas obras, cada qual com a sua peculiaridade. O projeto prevê a publicação de 27 coletâneas, uma para cada território de identidade, dentre elas o da Costa do Descobrimento, que já tem 23 inscritos. As inscrições vão até o final de julho ou até que se completem 50 participantes por território. Só podem participar poetas nascidos ou residentes na região.

De acordo com Ivan, o projeto já tem mais de 550 participantes. Ele conta que, com a suspensão de atividades artísticas e o fechamento das estradas devido à pandemia do Covid-19, houve algumas mudanças na agenda. As visitas a cada território tiveram que parar após o decreto do distanciamento social, mas o trabalho continuou durante a pandemia, só que, a partir daí, com as pessoas em casa. “Tínhamos medo de o projeto se dissolver mas percebemos que teve um efeito de explosão de lives, shows virtuais e crescimento no interesse das pessoas. Continuamos nosso trabalho e o projeto se desenvolveu de maneira muito positiva”, diz o coordenador.

Cada livro vai ter um sarau para lançamento. “Acreditamos que para as atividades culturais que envolvam aglomerações, o relaxamento do distanciamento social seja um pouco mais demorado que outros setores. Analisando essa situação, é possível que se faça o lançamento virtual do livro de cada território, mas isso não inviabiliza o lançamento presencial no momento mais oportuno”, afirma Ivan, que prevê a possibilidade do lançamento das obras também em e-books. Por enquanto, as viagens deverão ser substituídas lives no You Tube, com os Saraus Bardos Baianos, em julho.

A coordenação diz que a iniciativa tem ainda o importante papel de mapear a poesia baiana, uma vez que vai publicar essa quantidade expressiva de autores, com “cuidado extremado na revisão para garantir a qualidade dos livros”. Mas a obra, adianta, conterá tanto poetas já conhecidos como novatos e até iniciantes. Como parte da coletânea, eles vão fazer homenagem póstuma a um poeta de cada território, seja ele conhecido ou não. Da Costa do Descobrimento, o homenageado será o poeta Sosígenes Costa.


Foto: Cogito Editora

SecultBA e Setre realizam cadastro de trabalhadores da cultura na Bahia

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e a Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) realizam cadastro de trabalhadores do campo cultural atuantes nos 27 territórios de identidade baiano. Um dos objetivos é aproximar as ações da secretaria do seu público alvo, tendo em vista a adoção das políticas públicas no campo cultural.

A ideia também consiste na criação de banco de dados a partir de formulário digital disponibilizado no site da SecultBA, voltado para trabalhadores do segmento cultural. A partir desse banco de dados ter um reflexo de quantos, onde e a área cultural que cada um desses agentes atua dentro da cadeia produtiva. O corpo técnico do Sinebahia dará suporte para o levantamento dos dados coletados e para os relatórios estatísticos a partir do banco de dados a ser criado a partir destes cadastros.

Acesse o formulário: https://forms.gle/XzWjSCdibxXGQ79F8


Fonte: Ascom SecultBA

Carlos Bombordo convida para live no Dia dos Namorados

No Dia dos Namorados, dedique uma canção a quem você ama. Com a missão de embalar os corações apaixonados nessa quarentena, Carlinhos Bombordo promove Live dos Namorados dia 12/06, a partir das 20h, no YouTube.

Com sucessos de Roberto Carlos, Djavan, Marisa Monte, Nando Reis, a Bossa Nova de Tom Jobim, voz, violão e bateria eletrônica, o artista promete envolver os expectadores com o melhor repertório da MPB em duas horas de puro romantismo.

Haverá cover artístico para quem desejar colaborar.

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade