Embarcações deterioradas são retiradas da Tarifa de Pescadores

Com apoio do Ministério Público Estadual, Cippa, Guarda Civil Municipal, Capitania dos Portos, Secretaria de Trânsito e Serviços Públicos, Rio Buranhém Navegações e Colônia de Pescadores Z22, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente providenciou, dia 04/08/20, a retirada de embarcações deterioradas da Tarifas dos Pescadores.

Há algum tempo, essas embarcações vinham ocasionando poluição ambiental e visual. Segundo reclamações dos próprios pescadores, os barcos velhos prejudicavam muito a área destinada a carga e descarga dos pescados. Segundo o presidente da Colônia Z22, Pedro Menezes, o local agora receberá um cuidado maior para preservar e manter o rio limpo e navegável. Localizado em frente à Casa da Lenha, o conjunto acabou se transformando em um apreciado ponto de atração turística, onde se descortina um belo pôr do sol.

De acordo com o coordenador do Departamento de Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Macksuel Campeche, o local era alvo constante de muitas denúncias e pedidos por parte dos pescadores, que se sentiam prejudicados com as embarcações velhas e deterioradas, pois colocavam em riscos pescadores, catadores e marisqueiros, que utilizam o local para embarque e desembarque de pescados, mariscos e crustáceos.


Fonte: Ascom PMPS

Veracel está entre as melhores empresas para trabalhar na Bahia

 

O levantamento da Great Place To Work avaliou 45 companhias em todo o estado e foi divulgado dia 22/07/20

A Veracel Celulose, indústria que atua na região da Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, é uma das Melhores Empresas para Trabalhar do estado da Bahia. O ranking, elaborado pela Great Place To Work (GPTW), consultoria global que avalia e certifica ambientes de trabalho em mais de 60 países, foi divulgado hoje. A Veracel figura na 9ª posição.

Pelo sétimo ano, o ranking estadual do GPTW identificou 10 organizações que trabalham para desenvolver excelentes locais de trabalho. Ao todo, 45 inscritas concorreram à premiação. A metodologia de análise inclui uma fase quantitativa, em que os colaboradores respondem a um questionário, e uma avaliação de práticas adotadas pelas empresas.

De acordo com Dienane Brandão, gerente de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Veracel Celulose, a pesquisa demonstra o resultado de práticas que a GPTW chama de culturais e que embasam o cuidado da Veracel com seus colaboradores, como diálogo aberto, foco no desenvolvimento constante dos colaboradores e, principalmente, respeito.

“Muitas das ações que realizamos na Veracel fortalecem essas práticas, como o nosso canal de atendimento emocional, chamado Conte Comigo; a adoção do home office para os colaboradores do administrativo, que já havia começado antes da pandemia e, desde março, está sendo adotado por 100% do pessoal desse setor; a implementação de um processo de desenvolvimento que chamamos de Ciclo de Gente; e a realização de muitos eventos a distância que estimulamos nesse período de isolamento social para manter vivo o diálogo interno, incluindo lives semanais do CEO para toda a empresa, encontro de executivos e happy hours online”, afirma a gerente.

A empresa tem priorizado o diálogo, a transparência e a postura de estar abertos ao novo. “Quando as pessoas entendem o motivo de algo ser feito e o porquê de uma certa decisão, recebem esse fato de maneira muito mais positiva. Precisamos, cada vez mais, dar espaço para ouvir as pessoas, independentemente de cargo e função”, afirma Andreas Birmoser, diretor-presidente da Veracel Celulose.

O executivo ressalta que essa postura também cria vínculos de confiança. “Como líderes, precisamos entender que o mais importante é como manter esses laços e o bom relacionamento no longo prazo. Delegar e empoderar é mais importante do que nunca. Por isso, entendo que o papel do líder é retirar os obstáculos para que a equipe brilhe”, avalia Birmoser.

A nona posição neste ranking confirma que a empresa está seguindo no caminho certo. “Primeiramente, definimos o nosso propósito e a nossa ambição, frutos de um planejamento estratégico iniciado em 2018. Com isso definido, conseguimos enxergar o nosso jeito de ser, focando em comportamentos que gostaríamos de fomentar dentro da empresa. E também definimos os nossos grandes objetivos, que internamente chamamos de jornadas”, conta Dienane.

Entre as ações que se destacam dentro da companhia está o Ciclo de Gente, um processo um robusto de gestão e liderança, que visa a fomentar a cultura de dar e receber feedback em todos os níveis. “Para fazer isso de uma maneira estruturada, iniciamos treinando as pessoas. A pesquisa do GPTW foi mais uma maneira de obtermos um feedback amplo e transparente, que engajou as equipes e acelerou a nossa transformação”, comenta a gerente de DHO.

Desde o início do ano, a Veracel consolidou antigos programas e criou novos, como o primeiro Encontro Virtual com os Executivos. O evento contou com 80 pessoas e teve por objetivo compartilhar conhecimentos e experiências, além de aproximar as pessoas, ainda mais, durante a quarentena. Esse encontro, de acordo com a especialista do DHO, sempre ocorreu de forma presencial, com duração de oito horas. Agora, por conta da Covid-19, passou a ser online e foi divivido em vários encontros.

“Tudo foi pensado para garantir interação para 100% do time, que estava distribuído em várias cidades da região e em outros estados. Para engajá-los ainda mais, enviamos um kit para cada participante do evento, com itens para o coffee break e para as atividades que ocorreriam durante o encontro”, conta Dienane.

Para o diretor-presidente, essa e muitas outras ações que são realizadas na Veracel, voltadas para os colaboradores, estão conectadas com o planejamento estratégico e com o propósito da empresa de ser responsável, inspirar as pessoas e valorizar a vida.

“A união, a transparência e o compromisso com as pessoas é essencial, sempre. Mais do que nunca, as organizações precisam realmente colocar as pessoas no centro, como o ativo mais importante que têm. Isso precisa sair do discurso e ser percebido por todos na prática, a partir da alta liderança, por meio de ações e comportamentos novos. Várias iniciativas, além dessa, precisam ocorrer em sincronia para que se possa mudar uma cultura, somando a comunicação mais intensa, aberta e transparente”, finaliza Birmoser.  

Resultados da pesquisa GPTW

Ao todo, o levantamento avaliou 45 empresas. Nos dois últimos anos, a companhia já havia conquistado a certificação GPTW, um selo de qualidade com uma análise apurada sobre o nível de satisfação dos funcionários. Neste ano, o ranking foi divulgado com exclusividade pelo jornal CORREIO em toda a Bahia.

De acordo com o diagnóstico do clima organizacional da GPTW, o índice de satisfação dos colaboradores da Veracel evoluiu de 83% em 2018 para 89% em 2019. O acompanhamento dos resultados é feito de perto pela equipe de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) e também por toda liderança da companhia. A Veracel conta com mais de 3 mil colaboradores, sendo 732 próprios e 2.459 tercerizados.

Atuação durante a pandemia Covid-19

Desde o início da pandemia, a atuação da Veracel também se destaca pela agilidade e pela eficiência em orientar e proteger os  colaboradores.  A companhia foi uma das pioneiras do setor a alterar as rotinas de trabalho, contemplando todas as áreas da empresa. Vale destacar que o setor de celulose, por seu papel fundamental no combate aos efeitos da disseminação da Covid-19, segue operando durante a quarentena.

As iniciativas implementadas têm por objetivo apoiar, orientar e engajar os colaboradores nesse período e estão inseridas dentro de um conjunto integrado de ações da Veracel. A companhia engajou ainda um grupo de parceiros que inclui outras empresas, autoridades, universidades e organizações sociais e estabeleceu um conjunto de medidas para apoiar a sociedade no combate à pandemia. Essas ações externas estão voltadas para as comunidades, especialmente as mais vulneráveis, da área de atuação da empresa e fazem parte do cuidado da Veracel com a região onde atua, a Costa do Descobrimento, na Bahia, além de abranger também outras regiões do estado.

A Veracel está promovendo ainda uma maior conscientização sobre a prevenção contra o coronavírus. Para isso, reforçou a comunicação com seus colaboradores, parceiros e comunidade para orientar sobre os cuidados necessários. Além de focar nas informações sobre medidas preventivas e de apoio para o público interno, a companhia tem utilizado anúncios nas rádios e jornais locais e também seus espaços nas redes sociais, entre outros meios, para orientar a comunidade sobre como se proteger.

Outras iniciativas de apoio estão em desenvolvimento pela empresa, que seguirá contribuindo com a comunidade no combate aos impactos trazidos pelo novo coronavírus.

Sobre a Veracel Celulose

Fundada em 1991, com início da produção de celulose em 2005, a Veracel Celulose é fruto da parceria entre duas empresas grandes no setor de celulose e papel em âmbito internacional: a brasileira Suzano e a sueco-finlandesa Stora Enso, que compartilham o controle acionário da companhia, detendo, cada uma, 50% das ações. Localizada em Eunápolis, no Sul da Bahia, a companhia integra operações florestais, industriais e de logística em 11 municípios da região. Com uma produção anual média de 1,1 milhão de toneladas, a empresa gera 3.191 empregos próprios e de terceiros. 


Fonte: Ascom Veracel

Veracel Celulose comemora 29 anos

Referência em produtividade, a empresa tem papel primordial para o crescimento sustentável da região da Costa do Descobrimento,

na Bahia, com foco em inovação, conservação ambiental e compromisso com os colaboradores e com a comunidade

 

A Veracel Celulose comemora em 15 de julho seus 29 anos. A companhia tem muito a celebrar: ao longo de sua história, tem sido reconhecida pela produtividade e qualidade da celulose. Também desempenha papel fundamental para o desenvolvimento sustentável da Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, com forte atuação para a conservação do meio ambiente e apoio às comunidades do seu entorno.

“Estamos evoluímos como empreendimento econômico, somando o papel de também atuamos como agente de desenvolvimento regional. Compreendemos que só existe empresa de sucesso quando ela gera e compartilha valor com o seu território e com a sociedade”, afirma Andreas Birmoser, diretor presidente da empresa.

Com mais de 3 mil colaboradores, sendo 732 próprios e 2.459 terceirizados, a Veracel acaba de ser reconhecida pela pesquisa Great Place to Work (GPTW) como uma das melhores para trabalhar do setor de agronegócio no Brasil. “Esse reconhecimento mostra que estamos no caminho certo ao atuarmos sempre com responsabilidade, segurança e valorização do bem-estar de todos os nossos colaboradores”, afirma o diretor presidente.

Sustentabilidade: um dos pilares da empresa

Recentemente, a empresa divulgou seu Relatório de Sustentabilidade de 2019, com download permitido no site www.veracel.com.br. No ano passado, mais de 16 mil pessoas foram beneficiadas pelos programas de geração de renda e educação da Veracel, a partir de um investimento social de R$ 12,5 milhões, que resultou em melhoria na qualidade de vida dessas comunidades. Desse valor, foram investidos R$ 8 milhões no programa de agricultura familiar na região, considerando projetos como os assentamentos agroecológicos sustentáveis, Agrovida, apicultura, piscicultura e beneficiamento de mariscos.

Entre os demais destaques do ano, estão o crescimento da produtividade florestal, a despeito dos desafios do clima – com investimento em melhorias de processo – e o recorde no índice de reciclagem de resíduos industriais.

Atividades ambientais

A Veracel atua em 11 municípios no sul da Bahia, possui uma área total de 223.776 hectares, sendo 87.962 hectares de plantios comerciais de eucalipto, 101.347 hectares de área de preservação permanente e 21.901 hectares de plantio em áreas de fomento florestal.

Nos últimos 20 anos, a companhia já restaurou mais de 6.500 hectares com espécies nativas, que conectaram mais de 65.000 ha de áreas naturais, em um planejamento de paisagem que leva em consideração todos os fragmentos de mata nativa existentes na paisagem local.

Além disso, em parceria com a Suzano, a Veracel tem monitorado fauna e flora da paisagem regional nos estados da Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo. A área total monitorada é de cerca de 900 mil hectares.

Localização privilegiada

A Veracel está inserida no Corredor Central da Mata Atlântica, que vai do Espírito Santo chegando quase até Salvador. Nessa região, a empresa tem muitas áreas protegidas, sendo que a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Estação Veracel é uma delas, com 6.069 hectares de mata em excelente estado de conservação. Na RPPN Estação Veracel há exemplares florísticos datados de mais de 600 anos de idade, que antecederam à chegada dos portugueses na Costa do Descobrimento, em 1500.

O princípio da companhia é traçar ações vinculadas a políticas públicas para orientar as decisões no tocante à conservação ambiental. Um exemplo foi o financiamento, realizado pela Veracel em 2014, para a elaboração dos Planos Municipais da Mata Atlântica de dez municípios nos quais se distribui sua base florestal. Esses planos direcionam ações nas áreas prioritárias para conservação ou restauração da Mata Atlântica.

Diálogo para conservação ambiental

A Veracel mantém uma rede de relacionamento com diferentes stakeholders, que possibilita troca e compartilhamento de experiências visando à melhoria do território. A companhia faz parte do Diálogo Florestal Nacional e, regionalmente, do Fórum Florestal da Bahia.

Essas iniciativas independentes facilitam a interação entre representantes de empresas do setor de base florestal e organizações ambientalistas e sociedade civil, com o objetivo de construir visão e agendas comuns entre esses setores. São canais de diálogo pautados pelo respeito e pela construção de estratégias, acordos e parcerias.

Atualmente, a companhia está discutindo, em conjunto com essas entidades, um modelo denominado Diálogo do Uso do Solo. Um exemplo interessante dessa proposta é a possibilidade de estabelecer um corredor ecológico para conectar o Parque Nacional do Pau Brasil, unidade de conservação federal, com 19.027 mil hectares, à RPPN Natural Estação Veracel, com 6.069 hectares.

Certificação inédita

Devido à conservação de 25 espécies de mamíferos de médio e grande porte, 229 espécies de aves e 242 espécies de flora, a Veracel acaba de receber a Certificação de Serviços Ecossistêmicos da Conservação da Biodiversidade (FSC® C017612), criado pelo @fsc_brasil e emitido no Brasil pelo Imaflora. Esse é um reconhecimento inédito no setor brasileiro de florestas plantadas.

Atuação durante a Covid-19

Diante dos impactos trazidos pela pandemia, a Veracel implementou um conjunto integrado de ações para apoiar as comunidades da região onde atua, a Costa do Descobrimento, na Bahia, e também de outras áreas do interior do estado. Dentro de seu compromisso essencial com as pessoas, a empresa adotou, de um lado, uma série de medidas para reforçar a proteção, a segurança e o bem-estar dos colaboradores e, de outro, organizou diversas iniciativas voltadas à comunidade.

Nas ações externas, a Veracel desenvolveu uma série de ações de apoio para as comunidades mais vulneráveis da região, atuando individualmente ou com um conjunto de parceiros, que inclui outras empresas, universidades, entidades setoriais e organizações sociais. Entre as iniciativas já realizadas estão as doações de 216.484 EPIs (equipamentos de proteção individual), como máscaras e luvas; 3.540 cestas básicas; e 49 mil litros de água tratada com hipoclorito de sódio.

Além disso, em parceria com a Suzano, a empresa contribuiu para a construção de um hospital de campanha em Teixeira de Freitas (BA) e realizou a doação de 20 respiradores para esse hospital, que foram entregues em 6 de junho. O hospital foi inaugurado do dia 13 do mesmo mês, e está sob administração do governo do estado.

O setor de celulose tem papel fundamental no combate aos efeitos da disseminação da Covid-19 por produzir produtos de higiene e outros materiais básicos para a saúde. A Veracel segue operando com segurança durante a quarentena, com atividades adaptadas, respeitando e seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde e dos demais órgãos competentes.


Fonte: Ascom Veracel

Embarcação naufragada em área de proteção preocupa moradores de Caraíva

A embarcação "Veleiro Venator", de origem polonesa, encalhada nos Corais do Tatuaçu, perto da praia de Caraíva, distrito de Porto Seguro, completa uma semana no local, dia 20/07/20. Os corais estão em área de preservação ambiental que faz parte da Reserva Extrativista Marinha Corumbal. O naufrágio preocupa moradores da vila, que fica a cerca de duas milhas náuticas. De acordo com a jornalista Alethea Costa, moradora, o condutor envolvido no acidente, um polonês, estava dando a volta ao mundo em seu barco, e já teria até passado por Salvador.

A embarcação está naufragada e o polonês está vivo na vila. Mas, segundo a jornalista Alethea, ao tentar recuperar objetos de dentro da embarcação, ele se machucou com ouriços-do-mar e teve que receber cuidados. Ela informa também que “moradores estão prestando auxílio dentro do possível”.

Dia 19/07, a Marinha do Brasil (Capitania dos Portos de Porto Seguro), emitiu nota informando que tomou conhecimento do problema em 15/07 e que foi ao encontro do navegador para o socorro imediatamente. Mas ao chegar em Caraíva, a Marinha constatou que o condutor da embarcação já estava em terra firme e bem de saúde, tendo sido resgatado por outra embarcação que passava no momento do encalhe.

De acordo com a Marinha, a remoção da embarcação dos corais deverá ser promovida pelo proprietário, que foi notificado e orientado sobre o assunto e teria entrado em contato com sua seguradora para efetuar a retirada. A Marinha afirmou ainda que instaurou inquérito administrativo para investigar as circunstâncias do ocorrido. A informação é de que, em virtude de estar com os pés machucados, o polonês só pôde se apresentar à Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro nesta segunda-feira, 20/07.

Segundo informou a Marinha, não há registro de poluição hídrica até o momento e a delegacia dos Portos continuará monitorando o local.

Veracel está entre melhores empresas para trabalhar no ranking da Great Place to Work

O levantamento avaliou 111 companhias do setor em todo o país e foi divulgado pela primeira vez em parceria entre a GPTW,

a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e a revista Globo Rural

A Veracel Celulose, indústria que atua na região da Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, foi classificada com uma das melhores empresas para trabalhar no setor de agronegócio, segundo a pesquisa Great Place To Work (GPTW), consultoria global que avalia e certifica ambientes de trabalho em mais de 60 países. Ao todo, o levantamento avaliou 111 empresas que, juntas, somam 78.476 funcionários, e a Veracel ficou entre as 30 melhores, na 13ª posição.

O Top 30 foi composto por dez empresas de grande porte e 20 foram enquadradas como pequenas ou médias (avaliadas de acordo com o faturamento das companhias). O ranking foi divulgado pela primeira vez em parceria exclusiva firmada entre GPTW, a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e a revista Globo Rural. A metodologia de análise utilizada, nesta edição, inclui uma fase quantitativa, em que os colaboradores respondem a um questionário, e uma avaliação de práticas adotadas pelas empresas.

Para Andreas Birmoser, diretor presidente da Veracel, “estar entre as melhores empresas para trabalhar, no setor, é o reconhecimento de que estamos no caminho certo ao atuarmos sempre com responsabilidade, segurança e disciplina, priorizando o bem-estar de todos os nossos colaboradores”. O executivo ressalta, além disso, o papel da Veracel na região onde atua.

Construção contínua

De acordo com o diagnóstico do clima organizacional da GPTW, o índice de confiança dos colaboradores evoluiu de 83% em 2018 para 89% em 2019. O acompanhamento dos resultados é feito de perto pela equipe de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) e também por toda diretoria da companhia.

“A metodologia do Great Place to Work é uma ferramenta que apura informações sobre como podemos atuar de maneira sempre melhor em relação aos colaboradores e também sobre como eles podem melhorar a empresa. É uma via de mão dupla”, diz Dienane Brandão, gerente de DHO da Veracel. Segundo a especialista, a empresa busca através do seu pilar da cultura, diálogo, ter uma comunicação com transparência e escuta ativa presando sempre pelo respeito mútuo como a matriz de toda a gestão. Isso engaja os colaboradores e faz com que os programas internos sejam mais efetivos e alcancem a todos, em todas as áreas da empresa, promovendo melhorias contínuas.

“Em 2019, adotamos o trabalho remoto para as áreas administrativas. Isso foi fruto da escuta aos colaboradores para a melhoria da qualidade de vida”, conta Dienane. “Implementamos também ações de desenvolvimento individual e outras iniciativas, como a definição de metas, a instituição de comitês de mérito e de reconhecimento, além do modelo de gestão de carreira e sucessão. Neste ano, os avanços estão no Programa de Qualidade de Vida e na adoção de práticas de inclusão e de promoção da diversidade.

Desde o início da pandemia, a atuação da Veracel também se destaca pela agilidade e pela eficiência em orientar e proteger os colaboradores.  A companhia foi uma das pioneiras do setor a alterar as rotinas de trabalho, contemplando todas as áreas da empresa. Vale destacar que o setor de celulose, por seu papel fundamental no combate aos efeitos da disseminação da Covid-19, segue operando durante a quarentena.

As iniciativas implementadas têm por objetivo apoiar, orientar e engajar os colaboradores nesse período e estão inseridas dentro de um conjunto integrado de ações da Veracel. A companhia engajou ainda um grupo de parceiros que inclui outras empresas, autoridades, universidades e organizações sociais e estabeleceu um conjunto de medidas para apoiar a sociedade no combate à pandemia. Essas ações externas estão voltadas para as comunidades, especialmente as mais vulneráveis, da área de atuação da empresa e fazem parte do cuidado da Veracel com a região onde atua, a Costa do Descobrimento, na Bahia, além de abranger também outras regiões do estado.

 

Empresa anuncia banco de currículos para pessoa com deficiência

A Veracel Celulose está recebendo currículos para formação de banco de profissionais a serem considerados em futuros processos seletivos. O processo seletivo é extensivo a pessoas com deficiência, para possíveis futuras vagas de assistente administrativo, auxiliar ambiental e viverista, por meio do link vagas.com.br/v2077718. No campo Objetivo do currículo, o candidato deve indicar para qual vaga gostaria de concorrer. O período de cadastro é de 30/06 a 29/08/20.


Fonte: Ascom Veracel

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade