Porto Sport faz história e estreia com empate na Série B do Baianão

 

O Porto Sport Club estreou na Série B do Baianão 2024 fora de casa com um empate sem gols contra o SSA FC. A partida foi disputada sábado, 08/06, no Estádio Roberto Santos (Pituaçú). É a primeira vez que ambas as equipes disputam a competição.

O time entrou em campo com a seguinte formação: Thiago Passos; Nereia, João Paulo, Bandeira e Marcelo Bispo; Augusto Recife, Ramires e Luan; Max, Bruno Nunes e Rodolfo. O SSA teve o jogador Gabriel expulso aos 21’ do segundo, após retardar o reinício do jogo e levar o segundo cartão amarelo. Num jogo nervoso, nove jogadores foram amarelados, seis do SSA e três de Porto.

 

 

Pela segunda rodada, Porto recebe o Grapiúa na quarta, 12/06, às 15h, no estádio municipal Agnaldo Bento. Depois, dia 15/06, viaja a Ilhéus para enfrentar o Colo Colo, no estádio Mário Pessoa.

A Série B do Baiano de 2024 segue o formato com 10 equipes jogando entre si em turno único. Os quatro primeiros avançam às semifinais. Os finalistas garantem acesso à Série A do Baianão 2025. Novos times se juntam a clubes tradicionais do estado.

A primeira rodada teve quatro empates. Apenas o Fluminense de Feira venceu. Os resultados apertados podem antever uma disputa quente na busca do título e da primeira divisão.

 

Baianão Série B - Times participantes

- Colo Colo (Ilhéus)

- Feirense (Feira de Santana)

- Fluminense (Feira de Santana)

- Galícia (Salvador)

- Grapiúna (Itabuna)

- Jacobinense (Jacobina)

- Leônico (Salvador)

- Porto Sport (Porto Seguro)

- SSA FC (Salvador)

- Vitória da Conquista

 

Resultados - 1ª rodada

SSA FC 0 x 0 Porto Sport

Colo Colo 1 x 1 Leônico

Galícia 1 x 2 Fluminense

Grapiúna 0 x 0 Vitória da Coquista

Jacobinense 1 x 1 Feirense

 

Porto Sport Club

O Porto Sport Club foi fundado no início do ano e está apto a participar das competições de futebol organizadas pela CBF e pela Federação Baiana. O clube segue o modelo de Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e foi constituído por sócios moradores, empreendedores, investidores, apoiadores do esporte e apaixonados por futebol e por Porto Seguro, com apoio da prefeitura.

O projeto proposto é ambicioso e prevê um cenário de até cinco anos para o time participar de competições regionais, como o Nordestão; e nacionais (Copa do Brasil e Brasileirão). O primeiro objetivo é chegar à primeira divisão no estado.

“É um orgulho poder participar desse momento histórico. Ver um time profissional de futebol de Porto Seguro estreando na série B do Campeonato Baiano”, disse o secretário municipal de Esporte, Hélio de Paula.

O presidente Porto Sport Club é André Santos. Os diretores Administrativo e de Futebol são Ehler Luiz e Sandro Duarte, respectivamente. O treinador é Beto Oliveira. Compõe a comissão técnica ainda o assistente Thiago Pereira; Sergio Picanco (preparador físico); Rafael Soares Rodrigues (médico); Paulo Fernando Leal Neto (fisioterapeuta) e Fernando Vagner (treinador de goleiros).

A atletas que foram a Salvador e fizeram história na primeira partida oficial do Porto Sport Club, em ordem de numeração das camisas:

01 - Matheus

03 - João Paulo

04 - Rafael

06 - Marcelo Bispo

07 - Augusto Recife

08 - Ramires

09 - Bruno Nunes

10 - Luan

11 - Rodolfo

12 - Thiago Passos

13 - Ciel

14 - Pedro Lima

15 - Mateus

16 - Max

18 - Kleiton

20 - João Henrique

21 - Léo Matos

22 - Patyego

23 - Nerea

25 - Bandeira

26 - Lucas

27 - Bruno Ferreira


Foto: reprodução Instagram Porto Sport Club

Siga o Jornal do Sol no Instagram

 

LEIA TAMBÉM:

Escolinha Porto Seguro United é vice-campeã no Sub-13 da Valecup 2024

Guto Jones assume secretaria de Turismo de Porto Seguro

Câmeras auxiliam Polícia Militar a recuperar veículo roubado

Comitê debate criação de unidade de conservação na bacia da Lagoa Azul

Chalés da Floresta: opção de hospedagem e ecoturismo em meio à natureza

Jogos Indígenas Pataxó reúnem 800 atletas de 20 aldeias em Cabrália

 

800 atletas e 110 dirigentes de 20 aldeias são esperados para a 17ª edição dos Jogos Indígenas Pataxó, de 18 a 20/04 em Santa Cruz Cabrália. As disputas acontecem na Praça do Cruzeiro, na Coroa Vermelha, local onde foi celebrada a primeira missa no Brasil.

 

 

A expectativa é de que pelo menos três mil pessoas acompanhem o evento. Os jogos incluem modalidades como Arco e Flecha; Arremesso de Takape; Cabo de Guerra; Canoagem; Corridas de Maraká, de Tora e Rústica; Luta Corporal (Patxywmywkâ’ây) e Zarabatana; além Prova de Conhecimento, com foco na promoção, preservação e difusão das manifestações culturais indígenas.

As delegações serão recepcionadas a partir das 14h de quarta, 17/04. A abertura oficial é na quinta-feira (18), às 15 h, com apresentação cultural, homenagem às representações indígenas e cerimônia com a presença do secretário da Setre, Davidson Magalhães.

 

 

As competições ocorrem na sexta (19) e sábado (20), com apresentação cultural sempre na abertura e encerramento. Os Jogos Indígenas Pataxó são realizados pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) em parceria com o Movimento Indígena da Bahia (Miba). Tem apoio da Veracel.

 

Programação

 

18/04 (quinta-feira)

- 15h: Abertura Oficial

 

19/04 (sexta-feira)

- 8h: Apresentação cultural

- 9h: Corrida de Maraká

- 10h30: Zarabatana

- 12h: Almoço (Mãgutxi)

- 13h30: Apresentação cultural

- 14h: Arco e Flecha

- 15h30: Luta Corporal (Patxywmywkâ’ây)

- 18h30: Apresentação cultural

 

20/04 (sábado)

- 8h: Apresentação cultural

- 8h30: Corrida Rústica

- 9h30: Canoagem

- 10h30: Arremesso de Takape

- 12h: Almoço (Mãgutxi)

- 14h: Corrida de Tora

- 15h: Cabo de Guerra

- 16h30: Desfile pataxó

- 18h: Encerramento

 

Repercussão

“A Bahia tem uma das maiores populações indígenas do Nordeste, e os Jogos marcam a valorização de nossa cultura, além de fortalecer os laços entre as aldeias, ampliar a solidariedade étnica e de transmitir e facilitar a apropriação de práticas culturais fundamentais para a afirmação da identidade indígena”, disse Zeca Pataxó, cacique de Coroa Vermelha.

“Os Jogos não apenas celebram as habilidades esportivas dos participantes e identificam novos talentos, mas também promovem a afirmação da cultura pataxó e a preservação de tradições milenares. Enquanto celebramos, difundimos e preservamos nossas manifestações culturais milenares”, ressaltou Juari Pataxó, presidente do Instituto Pataxó de Etnoturismo da Reserva da Jaqueira.

Para  Alexandre Campbel, gerente de Responsabilidade Social e Comunicação da Veracel, “apoiar os Jogos é uma forma de demonstrarmos o compromisso da Veracel com a preservação e a promoção da cultura indígena em nossa região, além de comprovar a importância de valorizar e respeitar as tradições dos povos originários do nosso país”.


Fonte: Ascom/Setre e Ascom Veracel - Fotos: Ascom/Sudesb

 

Siga o Jornal do Sol no Instagram

 

LEIA TAMBÉM:

Instrutor Márcio representa Porto Seguro no Circuito Baiano de Canoagem

Federação se posiciona sobre morte de nadador em Porto Seguro

Bartender do Arraial é semifinalista de concurso nacional de drinks

Veja a programação das comemorações do Descobrimento em Porto Seguro

UFSB mantém nota máxima no Índice Geral de Cursos do Inep

Escolinha Porto Seguro United é vice-campeã no Sub-13 da Valecup 2024

 

 

A escolinha Porto Seguro United representou a cidade na Valecup 2024, o principal torneio de futebol de base do interior da Bahia. A competição aconteceu no início do mês em Santa Inês, no Estádio Romildo Alcântara de Andrade. Reuniu cerca de 800 atletas de todo o país, incluindo grandes times como Vitória, Flamengo e Vasco da Gama.

 

 

Os meninos de Porto Seguro disputaram as Sub-11, Sub-13 e Sub-14. O Sub-13 foi vice-campeão Ouro após fazer grandes partidas contra a escolinha do Vitória, do Flamengo e do Paris de Jiquiriçá. Na final, perdeu para o Limeira de Salvador.

Destaque para os zagueiros Caio Pinheiro e Victor Daniel; para o goleiro Beto Fortes e o ponta Jorginho, que foi selecionado para participar de uma peneira professional pelo empresário Bruno Martins.

 

 

A equipe Sub-11 terminou em 4º lugar com boas apresentações contra a escolinha do Vasco, do Flamengo e Santa Inês. Assim com o Sub-14 que enfrentou equipes dao Vale de Jiquiriçá e de Salvador. Destaque para o goleiro Carlos Gabriel e Francisco Neves entre os nascidos em 2011; e Brayan Miranda e Raylan Pindorama para os de 2010.

 

 

A comissão técnica formada da Andrea Cioni, Wanderson Mendes, Anderson Veríssimo e Juraci Lima, elogiados pelo trabalho, pela organização e pelo nível de futebol que as equipes da nossa cidade mostraram.


Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Guto Jones assume secretaria de Turismo de Porto Seguro

Câmeras auxiliam Polícia Militar a recuperar veículo roubado

Comitê debate criação de unidade de conservação na bacia da Lagoa Azul

Chalés da Floresta: opção de hospedagem e ecoturismo em meio à natureza

SAMU realiza treinamento com simulação realística de acidente grave

Instrutor Márcio representa Porto Seguro no Circuito Baiano de Canoagem

 

O Circuito Baiano de Canoagem abre o calendário 2024 com a realização da segunda edição da Copa Z6 Va’a Bahia (canoa havaiana), dia 20/04, em Salvador. E Porto Seguro terá, pela primeira vez, um atleta disputando o circuito estadual.

Márcio Miguel Freitas Jr, o instrutor Márcio, já está na capital treinando para essa primeira etapa. Serão realizadas provas no masculino e feminino nas modalidades V1; V1R e OC6; 20 Km Principal; e 6 Km Estreantes. As categorias são Open; 40+; 50; 60+; e Estreantes. Márcio vai competir na V1 (individual) - Estreante. As largadas acontecem a partir das 9h.

 

 

A II Copa Z6 Va’a Bahia terá dois percursos diferentes, de acordo com as categorias. O percurso 1 é de 20 Km para as modalidades V1, V1R e OC6, ambos os sexos. A saída é na Marina da Penha, na Ribeira, com a chegada prevista na Marina Aratu, na Baía de Aratu, em Simões Filho. Já o percurso 2 é de 6 Km, para as modalidades V1 e V1R Estreantes, masculino e feminino, partindo da Marina Aratu até o Porto da Capadócia.

A Copa Z6 VA’A deve contar com a participação de cerca de 150 atletas e é uma iniciativa conjunta da Z6 Náutica e da Federação Baiana de VA’A (FEVAABA). O Circuito Baiano de Canoagem 2024 prevê mais três etapas: Salinas, Ilhéus e Salvador.

 

Pioneirismo

O instrutor Miguel é um dos pioneiros da prática da canoa havaiana/polinésia em Porto Seguro. Ele é o responsável pelo clube/escola “CPPExtreme -  PortoSeguro”, que funciona na Cabana Manito Praia, em Itacimirim, na Orla Norte.

A adesão ao esporte tem sido crescente em nossa cidade e vem ganhando visibilidade no cenário nacional. Hoje, são cinco bases em Porto Seguro, quatro clubes no Arraial d´Ajuda e dois em Caraíva.

 

Fique por dentro

- OC (outrigger canoe) - termo havaiano para denominar canoa

- Va’a - termo usado na Polinésia para canoa

- OC1 - canoa individual com leme

- V1 (Va´a) - canoa individual sem leme

- V1R (Va´a) ou OC1 - canoa individual com leme.

- OC6 - canoa de seis pessoas


Com informações de Mitiko Aoki - Foto: divulgação

 

Siga o Jornal do Sol no Instagram

 

LEIA TAMBÉM:

Federação se posiciona sobre morte de nadador em Porto Seguro

Futebol de base de Porto Seguro tem grande resultado na Dani Cup 2023

Meninas de Porto Seguro são bronze no Campeonato Baiano de Vôlei

Henrique Avancini encerra carreira com vice na Brasil Ride 2023

Porto Seguro sedia encontro anual de remadores de canoa havaiana