IPSE: instituto digital pretende fortalecer destino e gerar negócios

O empresário Deassis Nogueira, presidente do Instituto Porto Seguro Espetacular (IPSE)

 

Um novo conceito para o desenvolvimento do turismo e da economia local vai ser lançado em Porto Seguro. É o Instituto Porto Seguro Espetacular (IPSE), uma instituição sem fins lucrativos, criada e mantida por um grupo de empresários com a chancela de atuação há vários anos na cidade. Eles se uniram com o intuito de fortalecer o destino, consolidar os negócios e proporcionar experiências únicas e exclusivas para os turistas. O lançamento será no dia 03 de fevereiro, às 17h, no auditório do Senac.

“Esse é um antigo sonho da hotelaria, que está prestes a se tornar realidade. Unindo tecnologia, experiência dos idealizadores e compromisso com Porto Seguro, juntos vamos trabalhar para incrementar a economia da cidade através de plataformas digitais e ações estratégicas de marketing”, afirma o presidente do Instituto, Deassis Nogueira, do Nauticomar Resort. Segundo ele, o objetivo é envolver as 15 mil empresas locais, cuja renda será reinvestida na cidade.

A linha de atuação do IPSE é ancorada em dois produtos: o aplicativo PSE (Porto Seguro Espetacular) e o Cidade Bank, com aprovação do Banco Central, que oferecerá uma série de vantagens e benefícios para a classe empresarial. Já o aplicativo Porto Seguro Espetacular, será uma importante ferramenta que irá conectar o turista a toda a cadeia do comércio e prestadores de serviço, oferecendo sugestões de passeios, roteiros turísticos, sistema de reservas para hotéis e restaurantes, entre outros.

Para atingir suas metas, o IPSE está preparando uma grande campanha de divulgação e promoção, envolvendo um time comercial com executivos de negócios, contabilistas, entidades de classe, parceiros e mídia local. “Através desse projeto inédito, que vem sendo planejado cuidadosamente há muito tempo, pretendemos envolver e conscientizar empresários, entidades, poder público, prestadores de serviços, profissionais liberais, colaboradores e moradores de Porto Seguro, realizando ações que terão reflexos decisivos na vida da nossa cidade”, afirma Deassis.

Além do presidente Deassis Nogueira, o IPSE tem como fundadores os empresários Amândio Pinto (Hotel Brisa da Praia) - vice-presidente; Luiz Antonio Jatobá, Bruno Barbieri (Travessia das Balsas) e Marco Antônio Diniz (Hotel Porto Cálem), como Conselho Fiscal; Reinaldo Filho (Reylux), diretor administrativo financeiro; Vinícius Oliveira (Rede Soberano), diretor de marketing; Carlos Augusto de Paula (Porto Seguro Praia Resort), diretor de relações institucionais; e Richard Alves (Lab Turismo).


Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Porto Seguro inicia vacinação infantil

Governo da Bahia reduz novamente limite de público para eventos

Empresários e trabalhadores das balsas fecham acordo salarial

Caraíva Folia cancela Carnaval de rua no distrito

Fortalecendo a imunidade para ficar saudável

Grupo Conexão (da Cabo Telecom e Outcenter) apresenta novo CEO

O Grupo Conexão anunciou Denis Marcel Ferreira como novo CEO da companhia. Ferreira também assumirá o cargo de membro do Conselho de Administração, sucedendo Gilbert Minionis. O Grupo Conexão (Triple Play Brasil Participações S/A) fornece serviços de banda de larga através de fibra ótica e opera várias marcas, incluindo Outcenter (que atua na região), Cabo Telecom, Multiplay, Conexão, StarWeb, entre outras. A companhia é controlada pelo fundo de investimentos Grain Management, LLC.

Denis Ferreira tem mais de 20 anos de experiência em alta liderança no setor de telecomunicações com foco em soluções de fibra ótica e banda larga. Antes de ingressar no Grupo Conexão, foi Head de Residential Solutions da TIM. Na TIM Live, foi responsável pelas áreas de marketing, vendas, operações, finanças e planejamento, aumentando organicamente as receitas e base de clientes de modo substancial ao longo de seu mandato de quatro anos.

“Estou muito motivado e animado em me juntar à equipe do Grupo Conexão neste momento de grandes oportunidades. Acredito que a companhia está bem posicionado para aproveitar as muitas perspectivas de crescimento do mercado brasileiro de banda larga”, planeja Ferreira.

O novo CEO também ocupou cargos de liderança nos setores de telecomunicações e consultoria de gestão, incluindo posições na Vivo, GVT e Claro, onde manteve histórico de aceleração do crescimento. Iniciou sua carreira como consultor de gestão na Accenture, Gemini Consulting e Siemens Telecommunications. Possui MBA pela SDA Bocconi School of Management, Especialização em Administração de Empresas (CEAG) pela FGV/Escola de Administração de Empresas de São Paulo e bacharelado em Ciências da Computação pela Universidade de São Paulo, Campus de São Carlos.

“O Denis é um gestor talentoso com as habilidades e experiência certas para aproveitar este momento do Grupo Conexão e liderar o negócio em sua próxima fase de expansão. Estamos confiantes de que elevará ainda mais nossa forte equipe e será um sucessor altamente capaz para o posto. A Grain espera trabalhar em parceria com Denis enquanto o Grupo Conexão desenvolve suas iniciativas estratégicas na busca contínua por excelência no atendimento a seus clientes atuais e futuros”, disse Ricardo Rodriguez, Presidente do Conselho do Grupo Conexão e Diretor da Grain.

Já Giberto Minionis integrou o Conexão desde sua fundação, em 2015 e liderou a expansão do grupo a partir da operação em Natal com a Cabo Telecom - à época com aproximadamente 93 mil assinantes. Hoje, o Grupo Conexão possui presença em mais de 100 municípios e aproximadamente 460 mil assinantes até 30 de setembro de 2021. Minionis foi fundamental para a transformação do Grupo através de uma expansão orgânica e 14 aquisições estratégicas.

Ricardo Rodriguez agradeceu o trabalho de Minionis. “Desde o início do nosso investimento, foi um grande prazer contar com a parceria com Gilbert, cuja liderança e visão estratégica foram fundamentais para transformar o Grupo Conexão no negócio excepcional que é hoje. Agradecemos a Gilbert por suas muitas contribuições e orientação durante essa transição coordenada e por nos ajudar a preparar essa equipe para o sucesso futuro. Desejamos a ele o melhor nesse momento em que busca assumir novos empreendimentos familiares e profissionais”.

O Grupo Conexão tem uma carteira de aproximadamente 438.000 clientes residenciais e 22 mil clientes empresariais em seis estados do Brasil: no Nordeste (Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Bahia) e Sudeste (São Paulo e Sul de Minas Gerais).


Com informações e foto da Assessoria de Imprensa

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

IPSE: instituto digital pretende fortalecer destino e gerar negócios

Area Beach recebe Jorge Vercillo em show intimista e emocionante

Cheerleading inaugura sede em Porto Seguro

Porto Seguro inicia vacinação infantil

Governo da Bahia reduz novamente limite de público para eventos

Anac intima ITA a dar assistência aos passageiros

A empresa Itapemirim Transportes Aéreos foi intimada oficialmente pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a cumprir medidas para assistência aos passageiros que adquiriram bilhetes aéreos da companhia. A Ita deve prestar também à Agência informações atualizadas sobre as ações previstas para honrar os bilhetes vendidos e a realocação dos seus clientes em outros voos. Devido a uma crise financeira, a empresa suspendeu na sexta, 17/12, todos os seus voos no país. Horas depois, a Anac cassou o a autorização para a empresa voar.

Segundo a Anac, os passageiros devem contatar a Itapemirim para realocações e não comparecerem aos aeroportos antes de obter um novo bilhete aéreo válido. Outra recomendação é de que a Ita priorize a reacomodação de menores desacompanhados e os passageiros com necessidade especial, que estavam em processo de deslocamento na noite de sexta-feira, 17/12 e na manhã de sábado, 18/12.

A Anac ainda aconselhou a adoção de uma série de providências no atendimento aos passageiros, como a ‘imediata suspensão da comercialização de passagens aéreas; imediata, ostensiva e ampla informação em seu site e em todos os canais de comunicação sobre a suspensão de suas operações; comunicação aos passageiros de forma individualizada com orientação para que não se dirijam desnecessariamente aos aeroportos; e a disponibilização de amplos canais de atendimento ativo e receptivo aos passageiros afetados’.

Já em relação aos passageiros, a Anac recomendou o não-comparecimento aos aeroportos antes de contatar a empresa aérea. A Itapemirim disponibilizou canais de atendimento aos usuários pelo e-mail falecomaita@voeita.com.br e pelo chat disponível no site da empresa. A Anac orienta que os passageiros também recorram à plataforma consumidor.gov.br. Apesar de informar que também teria atendimento presencial, até o momento este serviço não é realizado.

A Ita possuía mais de 400 funcionários e cerca de 30 voos diários, o que pode impactar mais de 80 mil passageiros (45 mil somente com duas grandes empresas do mercado). Empresa como a CVC Corp, Gol e BeFly já realizam mutirões para atender seus clientes Ita.

A CVC Corp criou uma central de crise para resolver o problema de seus passageiros que iriam embarcar com a Ita, fretando duas aeronaves da Gol para os voos São Paulo-Maceió e Brasília-Aracaju.


Foto: reprodução

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Ita suspende operações e deixa passageiros na mão - e a pé

Rio dos Frades: estrada deve ser liberada a qualquer momento

1º Campeonato de Canoa Havaiana é realizado de Arraial

Prefeitura de Cabrália cancela festa pública de Revéillon

Ações solidárias ajudam reconstrução nas localidades afetadas

 

Veracel anuncia edital para motorista e operador de máquinas

A Veracel Celulose divulgou edital para contratação de motorista de veículos pesados e operador de máquinas de silvicultura II. Ambos os cargos, para os quais podem concorrer homens e mulheres, inclusive pessoas com deficiência, serão para a área de Coordenação de Silvicultura.

Para motorista, os requisitos são: ter Ensino Médio completo; Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E; e experiência comprovada em veículos pesados. Interessados à vaga devem cadastrar currículo até o dia 20/01/22, acessando o site da Veracel.

Já, para a vaga de operador de máquinas de silvicultura II, são necessários: ter Ensino Médio Completo; experiência na operação de trator de pneu e esteira em atividades florestais (como por exemplo: aplicação de defensivos, distribuição de calcário/cinza, adubações de manutenção, preparo de solo, conservação e construção de estradas, irrigação, plantio semimecanizado, roçada mecanizada, rebaixamento de cepas e aplicação mecanizada de isca formicida); Carteira Nacional de Habilitação Categoria C; disponibilidade para viagens à regionais em que a Veracel tenha plantio.

Os interessados a esta vaga devem cadastrar currículo até o dia 21/01/2022, também acessando o site da Veracel.


Com informações da Ascom da Veracel - Foto: Divulgação

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Cadastro vacinal para crianças é liberado em Porto Seguro 

Sinebahia oferece cursos e bolsa a municípios atingidos pelas chuvas 

Eventos na Bahia: Penalidade a empresas que desrespeitarem decreto 

De Trancoso a Nova Iorque: "Os Construtores" entra em festival nos EUA 

Em meio ao caos, jovem itabunense lança livro e canções

Ita suspende operações e deixa passageiros na mão - e a pé

Passar férias em Porto Seguro é sempre um sonho, mesmo para quem já visitou a região. Ainda mais quando a viagem é para celebrar o amor e encontrar os parentes e amigos para um casamento. Esse sonho quase se tornou pesadelo para a mineira Ana Paula Fróes de Oliveira. Ela e a família tiveram as passagens canceladas pela Ita Transportes Aéreos às vésperas da viagem, que seria no sábado, 18/12. A empresa não deu a eles qualquer outra opção.

O que aconteceu com o grupo de Ana Paula antevia o que estava por vir. Na noite de sexta-feira, 17/12, a empresa anunciou a suspensão "temporária" de todas as suas operações aéreas no Brasil. Os passageiros com viagens compradas pela Ita, muitos pegos de surpresa já nos aeroportos, ficaram sem voos. De acordo com a imprensa especializada, a companhia vem enfrentando problemas com enormes atrasos de voos e reclamações de fornecedores de falta de pagamento nos últimos meses.

E na mesma noite de sexta-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) cancelou o Certificado de Operador Aéreo da ITA Transportes Aéreos. Sem o documento, a empresa não poderá voltar a voar.

A pé

“Meu marido tentou por várias vezes fazer o web check-in e só aparecia a mensagem ‘sua compra foi cancelada’. Então ele ligou para a Ita e a atendente simplesmente informou que o voo havia sido cancelado e a Itapemirim faria o reembolso do valor pago pela passagem. Não nos ofereceram para nos alocar em outro voo, apenas cancelaram a passagem de uma viagem que faríamos amanhã”, explicou Ana Paula. Cada passagem comprada custou R$ 1 mil.

A mineira relata sua indignação. Principalmente porque é um evento que ao qual se preparam desde o início do ano. “As passagens foram compradas em maio e estávamos ansiosos para vir, já que minha filha será dama de honra. Nos programamos para vir é um encontro da família, tiramos férias, compramos roupas, locamos hospedagem e quase que não pudermos estar aqui. Imagina nosso transtorno emocional. É a primeira viagem da minha filha com os avós. Era para ser um momento mais que especial”, ressaltou.

Para não perder o casamento, as férias e o valor pago pela locação, Ana escolheu outra companhia, pagando o triplo do valor em cada passagem foi o triplo. “Além do emocional, tem ainda o transtorno financeiro. É um descaso, um desrespeito total pelo cliente” diz. Ela já acionou um advogado para resolver o impasse na Justiça.

Outros casos

A cozinheira Selma Carioca passou pela mesma situação, quando voltava do Rio de Janeiro para Porto Seguro, após visitar os filhos e neto e realizar uma cirurgia. No caso dela, a falta de respeito com o usuário foi ainda pior: ela já havia feito o check-in e estava dentro do aeroporto, aguardando o embarque, que seria feito em 40 minutos, quando um atendente informou que o voo havia sido adiantado e que só teriam um outro para o destino, no dia seguinte.

“Todos ficamos transtornados, nos avisaram duas horas antes do embarque. Eu, recém operada, aguardando um voo que simplesmente adiantou. Nesse voo tinham pessoas que precisariam voltar por conta do trabalho, e tiveram que se arrumar de diversas formas. No outro dia mais transtorno, com o voo remarcado para 3 horas adiante. Foi chá de cadeira, canseira e stress”, declarou. Selma também impetrou processo por meio de advogados.

Procurada para comentar a respeito da informação, a empresa de transporte Aéreo informou dia 16/12, em nota, que “a denúncia não procede, já que a companhia nunca operou a rota Belo Horizonte-Porto Seguro. Os voos entre as duas cidades são feitos com uma conexão no aeroporto de Guarulhos (SP). Os voos seguem operando normalmente”. Dois dias depois, a empresa cancelou todos os voos no Brasil.


Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

1º Campeonato de Canoa Havaiana é realizado de Arraial

Pousada Estrela D’Água imprime novo charme com mobiliário da Breton

Rio dos Frades: estrada deve ser liberada a qualquer momento

Prefeitura de Cabrália cancela festa pública de Revéillon

MP embarga obra de casa de shows pé na areia em Taperapuã

 

© 2022 Jornal do Sol - Informação com Credibilidade