Veracel divulga edital para contratação de operador de área

A Veracel Celulose divulgou edital para contratação de operador de área – secagem. Os requisitos necessários aos candidatos são: formação técnica em Celulose e Papel, Elétrica, Mecânica, Instrumentação e Química; vivência consolidada com processos de secagem em fábrica de celulose; conhecimentos em pacote Office (Word, Excel, PowerPoint e Outlook) e no sistema PIMS.

O local de trabalho será na Fábrica Veracel - Eunápolis/BA. Os interessados à vaga devem cadastrar currículo até o dia 03/03/20, acessando o site www.vagas.com.br/veracel.  Localize a opção ‘Conheça as nossas vagas’ – Clique no título da vaga para ter acesso às informações detalhadas e como candidatar-se – Depois, clique em ‘Candidatura’. A candidatura à vaga só é possível após o cadastro das informações no site. Todas as vagas também são destinadas a candidatos com deficiências.


Fonte: Ascom Veracel

 

Veracel divulga edital para contratação de assistente administrativo

 

A Veracel Celulose divulgou edital para contratação de assistente administrativo. Os requisitos necessários são: ensino médio completo ou formação superior em andamento, vivência em rotinas administrativas, elaboração de relatórios, arquivamento e controle de documentos e registros, programações, atendimento a clientes internos/externos e conhecimentos do pacote Office: Word, Excel, PowerPoint e Outlook. Desejável conhecimento no Sistema SAP – Módulo MM.

O local de trabalho será no Núcleo Florestal da empresa, situado em Eunápolis. Os interessados devem cadastrar currículo até o dia 09/02/20, acessando o site www.vagas.com.br/veracel.  Localize a opção ‘Conheça as nossas vagas’ – Clique no título da vaga para ter acesso às informações detalhadas e como candidatar-se – Depois, clique em ‘Candidatura’. A candidatura à vaga só é possível após o cadastro das informações no site. Todas as vagas também são destinadas a candidatos com deficiências.


Fonte: Ascom Veracel

Energia solar gera três vezes mais benefícios do que custos aos brasileiros

 

Setor rebate cálculos incompletos da Aneel e Ministério da Economia, incluindo na análise os ganhos para consumidores e sociedade

 

Levantamento inédito da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), com base em dados oficiais dos órgãos de governo, mostra que os benefícios proporcionados pela energia solar na geração distribuída ajudam todos os consumidores brasileiros e a economia do País.

As análises da entidade apontam que, para cada R$ 1 investido em sistemas fotovoltaicos de pequeno e médio portes usados para abastecer residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos, o setor devolve mais de R$ 3 em ganhos elétricos, econômicos, sociais e ambientais aos brasileiros.

O cálculo foi feito a partir dos dados de investimentos realizados na área desde 2012, levando em consideração os incrementos de arrecadação dos governos federal, estaduais e municipais decorrentes desses aportes e a geração de novos empregos e renda no País com os negócios e projetos desenvolvidos no período, entre outros importantes indicadores. Tais atributos, ressalta a entidade, foram deixados de fora da conta tanto pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quanto pelo Ministério da Economia.

Desde 2012, os consumidores brasileiros já investiram mais de R$ 8,4 bilhões em sistemas de geração distribuída solar fotovoltaica. Os investimentos privados da população acrescentaram uma potência de mais de 1,9 gigawatt (GW) operacional, espalhado em mais de 70% dos municípios brasileiros. Só em 2019, a ABSOLAR calcula que o segmento criou 92 postos de trabalho por dia no País. No acumulado, já são mais de 100 mil empregos. 

Estes sistemas ajudam a aliviar a operação da matriz elétrica brasileira, economizando água das hidrelétricas e reduzindo o uso de termelétricas caras e poluentes, trazendo economia mesmo aos cidadãos que nunca investiram na energia solar.

“Importante destacar que o dinheiro economizado na conta de luz do consumidor de energia solar é reinjetado na economia e ajuda a movimentar os setores de comércio e serviços, aquecendo a atividade econômica local. Surpreendente que o Ministério da Economia não tenha feito uma conta sequer sobre estes e outros benefícios para a economia do nosso País. A quem interessa este tipo de conta incompleta?”, indaga Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR.

Caso as regras vigentes sejam mantidas, a ABSOLAR projeta que a geração distribuída solar fotovoltaica pode acrescentar mais de R$ 13,3 bilhões em benefícios líquidos para todos os consumidores do setor elétrico até 2035. Os benefícios incluem ganhos pela energia evitada, diminuição de perdas de transmissão e distribuição e redução de contratação de novas usinas de geração.

Por isso, a entidade defende que todos os benefícios da geração distribuída solar fotovoltaica devam ser devidamente valorizados. “É chegada a hora, portanto, do Brasil fazer as contas completas e estabelecer um marco legal transparente, estável, previsível e justo, que acabe com a insegurança jurídica que paira sobre o mercado. O Executivo e o Congresso Nacional se mostraram sintonizados com os anseios de 93% dos brasileiros, que querem gerar energia limpa e renovável em seus telhados”, comenta Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR.

 “As análises devem incluir, por exemplo, a postergação de investimentos em transmissão e distribuição de eletricidade, alívio das redes pelo efeito vizinhança, geração de emprego e renda, diversificação da matriz elétrica e redução de emissões de gases de efeito estufa, entre diversos outros benefícios que superam, em muito, quaisquer eventuais custos da geração distribuída”, conclui Sauaia.

Sobre a ABSOLAR

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) congrega empresas e profissionais de toda a cadeia produtiva do setor solar fotovoltaico com atuação no Brasil, tanto nas áreas de geração distribuída quanto de geração centralizada. A ABSOLAR coordena, representa e defende o desenvolvimento do setor e do mercado de energia solar fotovoltaica no Brasil, promovendo e divulgando a utilização desta energia limpa, renovável e sustentável no País e representando o setor fotovoltaico brasileiro internacionalmente.

Fonte: Totum Comunicação

Veracel divulga editais para contratação de diversos cargos

Os cargos são: analista de operações florestais, estagiário nível técnico em meio ambiente, auxiliar de serviços gerais, operador máquina colheita I e operador máquina colheita II.      

Requisitos para analista de operações florestais

Formação Superior (Administração, Engenharia Florestal, Engenharia Agronômica, Engenharia Agrícola, Engenharia de Produção, Agrimensura) preferencialmente Engenharia Florestal, sólida vivência em Negociação de Administração de Terras e negociações de comodatos com terceiros, conhecimento em certificações na área florestal (ISO 14.001, CERFLOR e FSC) e conhecimentos do pacote Office (Word, Excel, PowerPoint e Outlook), SAP e SGF.

Requisitos para estagiário nível técnico em meio ambiente

Estar cursando técnico em Meio Ambiente, conhecimento em Pacote Office (Word, Excel, PowerPoint e Outlook) nível intermediário.

Os interessados nestas vagas devem cadastrar currículo até o dia 07/02/20, acessando www.vagas.com.br/veracel.  Localize a opção “Conheça as nossas vagas” – Clique no título da vaga para ter acesso às informações detalhadas e como candidatar-se. Depois, clique em “Candidatura”. A candidatura à vaga só é possível após o cadastro das informações no site.

Requisitos para o cargo de auxiliar de serviços gerais:

Ensino fundamental completo (antiga 8ª série), vivência em atividades de serviços gerais em processos florestais, disponibilidade para residir em outro estado ou cidade e disponibilidade para viagens.

Requisitos para o cargo de operador máquina colheita I:

Ensino fundamental completo (antiga 8ª série), imprescindível apresentação de Comprovante de Formação (Certificado) no Curso Operação de Máquinas Florestais, Carteira de Habilitação (CNH) – Categoria a partir de C, vivência comprovada em operação de máquinas florestais (Harvester, Forwarder), disponibilidade para residir em outro estado ou cidade e disponibilidade para viagens.

Requisitos para o cargo de operador máquina colheita II:

Ensino médio completo (antigo 2º grau), imprescindível apresentação de Comprovante de Formação (Certificado) no curso operação de máquinas florestais, Carteira de Habilitação (CNH) – Categoria a partir de C, vivência comprovada em operação de máquinas florestais (Harvester, Forwarder), disponibilidade para residir em outro estado ou cidade e disponibilidade para viagens.

Os interessados nas últimas três áreas devem cadastrar currículo até o dia 06/02/20, acessando www.vagas.com.br/veracel.  Localize a opção “Conheça as nossas vagas” – Clique no título da vaga para ter acesso às informações detalhadas e como candidatar-se. Depois, clique em “Candidatura”. A candidatura à vaga só é possível após o cadastro das informações no site. Todas as vagas também são destinadas a candidatos com deficiências.


Fonte: Ascom Veracel

Porto Seguro tem novo voo direto para Salvador a partir de novembro

A Azul Linhas Aéreas anunciou a criação de mais um voo direto para atender a rota Porto Seguro - Salvador. O voo entrará em operação dia 1° de novembro, com decolagem às 15h40 e chegada na capital baiana às 16h40. O horário de Salvador para Porto Seguro será às 14h15, aterrissando às 15h10.

Na operação, serão utilizadas aeronaves modelo Embraer 195, com capacidade para transportar até 118 passageiros. A novidade pode trazer alívio para um grande número de usuários, que reclamavam do desconforto de serem obrigados a utilizar um único voo disponível, partindo de Porto Seguro às 5h25 e retornando às 00h50. Agora os dois voos atenderão à rota. Espera-se que outra reclamação constante seja atendida: a redução dos altos preços das passagens nesse trecho.


Foto: divulgação

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade