Na Bahia, PF prende três pessoas acusadas de tráfico internacional

A Polícia Federal realizou, dia 04/03/21, a Operação Ikaro II, segunda fase da Operação Ikaro, em cidades da Bahia, incluindo Porto Seguro e Salvador, para desarticular uma organização criminosa no estado, especializada no tráfico internacional de drogas. Mais de 50 policiais federais cumpriram cinco mandados de prisão (duas preventivas e três temporárias) e 14 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal da Seção Judiciária de Salvador.

As ações ocorrem também em Lauro de Freitas; e em Ponta Porã (MS), na divisa com o Paraguai. A Justiça Federal também determinou o bloqueio de valores depositados em contas bancárias em nome de 11 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

De acordo com o que foi apurado, o grupo usava o modal aéreo, cujo principal modus operandi era a cooptação de “mulas” para realização do transporte em voos comerciais para a Europa. A droga, geralmente, era escondida em bagagens. Entre os meses de janeiro e fevereiro do ano de 2020, foram realizadas sete prisões em flagrante nos Aeroportos Internacionais Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, e Antônio Carlos Jobim – Galeão, no Rio de Janeiro. Na maioria dos casos, tratava-se de casais tentando transportar cocaína para Lisboa, Portugal, de forma oculta em suas malas.

A semelhança do modo de atuação e das circunstâncias levaram à identificação do envolvimento de uma mesma organização criminosa em todos os casos, cujos integrantes estão sendo alvo das medidas judiciais cumpridas na presente data. A operação conta com o apoio da Polícia Militar do Estado da Bahia, já que um dos investigados, com prisão preventiva decretada, era policial militar até janeiro deste ano.

As prisões de novos integrantes da organização criminosa decorrem da análise do material apreendido na primeira fase da operação, deflagrada em 10/06/20, e da identificação da movimentação de valores realizado entre os investigados para concretizar a prática da atividade criminosa. Segundo a PF, os investigados serão indiciados pelos crimes de organização criminosa e tráfico internacional de drogas.


Fonte: PF - Foto: PF

Polícia cumpre mandados de busca e apreensão contra fraudes no Detran/BA

Polícia investiga fraudes na contratação de fundação para prestar serviço para Escola Pública de Trânsito.

Estimativa é de que fraudes geraram prejuízo de R$ 19 milhões aos cofres públicos

A Polícia Civil da Bahia cumpriu, na manhã desta quarta-feira (24/03/21), 11 mandados de busca e apreensão em uma operação contra fraudes em licitações no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA), em Salvador. O esquema criminoso envolvia a Escola Pública de Trânsito (Eptran). A polícia investiga fraudes em licitações para contratar uma fundação de direito privado, prestadora de serviço para a Eptran. A estimativa é de que essas fraudes geraram prejuízo de cerca de R$ 19 milhões aos cofres públicos.

As investigações começaram a partir de uma denúncia. A suspeita da polícia é de que a contratação da fundação foi de "fachada", porque apesar do contrato essa fundação não prestava serviço direto ao Detran e não tinha servidores para executar contrato. Para receber o dinheiro, a fundação contratou outras empresas pequenas para prestar o serviço, que foi feito de forma deficitária, segundo a polícia.

São investigados ex-dirigentes do Detran, que seriam os responsáveis pelas fraudes nos processos licitatórios. Também são investigados empresários, agentes públicos e duas fundações de direito privado que teriam participado do esquema criminoso. Os mandados foram cumpridos na própria sede do Detran, em empresas privadas e nas duas fundações envolvidas. Os nomes dos suspeitos e das empresas não foram divulgados pela polícia.

Os R$ 19 milhões foram acumulados após repasses mensais de R$ 605 mil, em um contrato de licitação fraudada em 2016, que foi prorrogado até 2019 de maneira irregular. A Polícia Civil apreendeu documentos e quantias em dinheiro e cheques.

Nos endereços de dois alvos da operação, nos bairros de Jardim Armação e Stiep, a polícia apreendeu R$ 79,5 mil, entre dinheiro em espécie e cheques, além de U$ 2,5 mil. Nos outros endereços, foram apreendidos notebooks, smartphones, um HD externo, mídias digitais, documentos e R$ 75 mil em cheques.

Em nota, o Detran-BA informou que colabora com a investigação da Polícia Civil. Disse ainda que suspendeu o funcionamento da Eptran em março de 2019, "após recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que se manifestaram contrários à realização dos cursos oferecidos pela escola, para a formação e capacitação de condutores".

A operação foi batizada de “Mão dupla” e teve o apoio da Coordenação de combate à corrupção e Lavagem de Dinheiro e do Centro de Operações Especiais, ambos da Polícia Civil.


Fonte: Por G1 BA - Foto: Haeckel Dias/Polícia Civil da Bahia

Homem suspeito de assaltos em Porto Seguro morre em confronto com a PM

Um homem morreu em confronto com policiais militares do 8° BPM na tarde de domingo (21/02/21) em Santa Cruz Cabrália, na rua do Telégrafo, distrito de Coroa Vermelha.

De acordo com a PM, o fato aconteceu quando a guarnição de serviço verificava a informação de que criminosos tinham efetuado assaltos na Orla de Porto Seguro e fugido para Cabrália. Os policiais se depararam com seis homens em três motocicletas, onde os garupeiros começaram a efetuar disparos contra a guarnição, que revidou a agressão, segundo informa a PM.

Os acusados se espalharam para facilitar a fuga, mas um deles foi encontrado ferido em uma rua próxima portando uma pistola calibre .380 com oito munições intactas e quatro bolsas femininas penduradas no pescoço. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital de Santa Cruz Cabrália. Nas bolsas foram encontrados R$ 121,30 em espécie, cinco celulares e um relógio dourado. Uma Motocicleta Honda XRE dourada, de placa policial EQE-8891 também foi recuperada na ação.


Fonte: Ascom/8°BPM

Porto Seguro tem novo comandante da PM

O tenente-coronel Mauro de Souza Araújo Coutinho é o novo comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, em Porto Seguro. O tenente-coronel Anacleto França Silva deixa o comando do 8º BPM para assumir o cargo de comandante da 87ª Companhia Independente de PM, em Teixeira de Freitas. As nomeações foram publicadas no Diário Oficial do Estado, dia 23/02/21.

O tenente-coronel Mauro Coutinho respondia pela coordenação do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças em Salvador. Já em Teixeira de Freitas, o major Silvio de Cerqueira Nunes, que deixa o comando da 87ª CIPM, continua na cidade, na direção do 13º Beic – Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação.

Tenente-coronel França ficou cinco anos no comando do 8º BPM, em Porto Seguro

Em Porto Seguro, o tenente-coronel Anacleto França Silva ocupou o cargo de comandante do 8º BPM por cinco anos.


Fotos: Divulgação

Bandidos furtam equipamentos de ambulância do Samu em Porto Seguro

Na madrugada de 1°/02/21, bandidos furtaram dois desfibriladores e um ventilador mecânico da única ambulância de suporte avançado do Samu de Porto Seguro. Dois homens são suspeitos de cometerem o delito. Eles teriam chegado de moto à base do Samu, na avenida Adno Musser, BR 367, pulado o muro e furtado os aparelhos.

Estima-se que o prejuízo seja de aproximadamente R$ 200 mil. Funcionários registraram boletim de ocorrência na polícia civil. A ambulância de onde foram furtados os equipamentos também tem sido usada para transporte de pacientes com Covid-19.