PM desobstrui acesso a Caraíva e Monte Pascoal

A Polícia Militar desobstruiu, dia 27/03/20 a estrada de acesso a Caraíva, Monte Pascoal e outras comunidades da região. Segundo o comando da PM em Porto Seguro, a estrada havia sido fechada por moradores que alegaram necessidade de isolamento contra a epidemia de coronavirus.

A polícia foi até o local e retirou os obstáculos que impediam a passagem de veículos e pessoas. A estrada é uma importante via de acesso a BR 101, além várias outras pequenas comunidades.

O Comandante do 8º BPM, Ten. Cel. França, salientou que a obstrução de vias públicas não pode ocorrer sem autorização do poder público, e embora entenda o temor da comunidade, o bloqueio naquela estrada em nada ajudará na solução da crise atual. “Cria mais pânico tumulto, podendo por em risco a vida e a saúde de várias pessoas que precisam trafegar pela estrada”. Disse ainda que é necessário as pessoas cumprirem as recomendações das autoridades evitando ações semelhantes. "Todos os esforços devem ser focados em soluções efetivas contra a doença”, enfatizou.


Fonte: Ascom 8º BPM

PM prende homens acusados de furto a lojas no Centro da cidade

 

A Polícia Militar prendeu na madrugada de 25/03/20, um homem acusado de roubar uma loja de colchões localizada no Centro de Porto Seguro. Segundo a PM, o homem foi surpreendido pela guarnição caminhando por uma das ruas transversais da av. dos Navegantes carregando dois colchões novos de forma suspeita. Durante abordagem, foram encontradas com o mesmo duas chaves Philips usadas para forçar a porta do estabelecimento.

O suspeito foi detido e, ao realizarem uma diligência ao estabelecimento, os policiais detectaram que a porta da loja em questão tinha sido forçada. O homem já tem passagens pela polícia por prática de furtos qualificados no centro da cidade.

Outras ocorrências

Uma ação da PM na mesma data recuperou diversos produtos que tinham sido furtados de uma ótica localizada, também no Centro. O fato aconteceu no momento em que policiais militares efetuavam rondas pela av. dos Navegantes e avistaram um homem em atitude suspeita carregando sacolas e uma caixa grande. Desconfiados, os policiais efetuaram a abordagem pessoal e acharam com o suspeito diversos objetos sobre os quais o suspeito não soube explicar a origem.

De acordo com a polícia, no momento da diligência, foi constatado que o suspeito havia furtado a ótica depois de ter invadido um imóvel ao lado e quebrado uma parede de gesso que separava as duas edificações. Com ele foram apreendidos 15 óculos de sol (02 Secret, 07 Raiban, 01 Wonder Wall, 01 HB, 03 Ana Hicmann, 01 Michael Kors), 08 armações, 15 caixas de lentes descartáveis, 01 kit reparo de óculos, 01 micro-ondas Philco, 01 calculadora, 01 aparelho de medição olftamológica, 01 lâmpada de led, 01 pendrive e 01 celular. Do imóvel em reforma foram encontrados com o suspeito 20 itens de material elétrico, 03 itens de material hidráulico e 01 tesoura. O suspeito teve voz de prisão em flagrante e foi conduzido com todo o material apreendido e apresentado para a realização dos devidos procedimentos legais cabíveis, segundo informou a PM.

No dia 24/03, alguns comerciantes veicularam vídeos nas redes sociais e se queixaram de que na av. Getúlio Vargas, outras lojas teriam sido assaltadas em plena luz do dia. Os roubos ocorrem no momento em que os comerciantes cumprem o decreto municipal de manter os estabelecimentos fechados, em apoio às ações de prevenção ao coronavírus.

Ação da PM prende homem armado acusado de cometer assaltos em Porto Seguro

Uma ação da Polícia Militar realizada no dia 03/03/20 resultou numa apreensão de arma de fogo e na recuperação de uma motocicleta roubada no bairro Vera Cruz, em Porto Seguro. Segundo a PM, o fato aconteceu no momento em que policiais militares averiguavam denúncias de que, na localidade, estava transitando um homem com uma motocicleta Bros roubada; e que o mesmo estava assaltando transeuntes.

Com as informações, a guarnição começou a efetuar rondas e, ao adentrar a rua São Sebastião, se deparou com um suspeito que se enquadrava nas descrições das denúncias. De acordo com o relato da PM, o mesmo, ao avistar a viatura, abandonou a motocicleta e empreendeu fuga, se escondendo em uma construção. Os policiais cercaram o perímetro e, ao adentrarem o local, encontraram o suspeito tentando se esconder em um dos cômodos. A guarnição efetuou a abordagem pessoal e encontrou um revólver calibre .38 com seis munições intactas.

Também foi apreendida na ação a motocicleta Bros Branca, de placa PKL-7022 que constava em registros de furto e roubo. Durante as averiguações, a PM descobriu que a motocicleta estava sendo usada por criminosos em assaltos ocorridos no distrito de Pindorama.


Fonte: Ascom 8ºBPM-Porto Seguro

Treze mil policiais receberão R$ 12,7 milhões por redução de mortes

Cerca de 13 mil policiais militares, civis e técnicos receberão R$ 12,7 milhões, através do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), pela redução de 1,4% das mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte), no segundo semestre de 2019, comparando com o mesmo período do ano anterior. A lista com as unidades que alcançaram a diminuição será publicada na edição de 19/03/20, do Diário Oficial do Estado (DOE).

Em 84 unidades da Polícia Militar, 10.464 oficiais e praças serão premiados. Na Polícia Civil, 2.246 delegados, escrivães e investigadores que atuam em 61 delegacias, coordenadorias regionais e departamentos ganharão o PDP. No Departamento de Polícia Técnica (DPT), por sua vez, 205 peritos, lotados em 17 unidades receberão o recurso.

Os servidores das forças de segurança receberão prêmios com valor mínimo de R$ 371,55 e no máximo de R$ 1.857.


Fonte: Secom GovBA

Justiça decreta prisão preventiva de acusado de estupro em Caraíva

A justiça decretou prisão preventiva de Tácio da Conceição Bonfim, conhecido por Tácio Pataxó, acusado de estuprar Maria do Carmo Ribeiro, de 27 anos, moradora de Caraíva, distrito de Porto Seguro, no dia 21/01/20.

A prisão preventiva foi pedida pelo delegado regional Moisés Damasceno e assinada, nesta quarta-feira, 29/01, pelo juiz da 1ª Vara Crime André Strogenski. Tácio Pataxó, que já teria pago a fiança de R$ 3.500,00, também é acusado de praticar o mesmo crime contra outras cinco mulheres.

No dia 25/01, Maria do Carmo Ribeiro, a moradora de Caraíva que denunciou o homem, postou nas redes sociais o abuso que sofreu e os objetos que ele usava. Ela inicia o texto de forma direta, dizendo: “Fui estuprada e não vou me calar”. E afirma que o ocorrido foi às 5h30 da manhã, na própria casa.

“Acordei na minha cama e havia um homem em cima de mim...Uma camisa vermelha encobria seu nariz e sua boca. Assim que me viu abrir os olhos ele continuou, como se nada tivesse acontecido”.  Continua o relato.

Maria do Carmo relata o horror que viveu naquele momento e afirma que, apesar de estar sendo subjugada, conseguiu se livrar do homem. “Nunca esquecerei daqueles olhos frios e daquele corpo asqueroso sobre o meu. Não sei de onde tirei forças - comecei a bater nele e levantar. Ele se esquivava e tentava segurar meus braços, comecei a gritar e xingar”.

A vítima afirma que o companheiro dela estava dormindo no cômodo ao lado e despertou perguntando o que houve e foi à busca do acusado. Disse ainda: “num pulo o agressor, abriu a porta do banheiro, pegou impulso no vaso e na máquina de lavar e pulou pela parte destelhada da casa”. Ao retornar ao quarto, a vítima afirma que notou que seu celular havia sumido. E que, na cama em que ela estava, havia uma “cueca e um protetor solar que ele teria usado como lubrificante”.

Vizinhos teriam avistado o homem acusado, identificado por meio da camiseta vermelha que deixou numa moita onde havia se escondido e devido a uma tatuagem nas costas e um boné preto. Ela afirma que relatou o ocorrido aos moradores do vilarejo, mostrando os pertences dele. E que, no final do dia, ela já sabia de quem se tratava, devido à descrição da tatuagem, dos pertences e “ao fato de ele ter um histórico de acusações anteriores”.

Reconhecendo o agressor

Maria do Carmo afirma que o acusado foi contido na noite seguinte, quando voltou à vila. “Imediatamente me chamaram pra reconhecê-lo. Arrogantemente ele portava meu celular, com a mesma capinha e película que eu usava. Reconheci o aparelho e o homem na hora”. Na delegacia, às 3h30 da manhã, o acusado teria negado o crime. A mulher, que recebeu o celular de volta, conta que voltou para casa “exausta, abalada, exaurida”. E que à conduta do acusado foram imputados os crimes de importunação sexual e furto simples. E considerou: “crimes brandos cuja pena mínima é um ano!”

A vítima afirma também que nesse meio tempo, foi procurada por muita gente que afirmou existirem outras vítimas dele, mas com medo de se manifestar, porque a família dele é numerosa. “Muitas confirmaram seu perfil agressivo e frio. Meu vizinho está com medo de depor. Mulheres estão com medo de represálias. Amigos e conhecidos que ajudaram na identificação do estuprador pediram que eu não citasse seus nomes”.

Conforme disse Maria do Carmo, a justiça havia concedido a ele a chance de ter liberdade provisória mediante o pagamento de fiança no valor mínimo. “Se pagar R$ 3.500 reais, Tácio da Conceição Bonfim, que me estuprou há menos de uma semana, vai voltar às ruas da pequena vila onde resido, oferecendo perigo para mim em especial, mas também para outras potenciais vítimas”, lamentou a mulher.

Maria do Carmo, que se apresenta como alguém que estudou Direito Penal e Criminologia na no Instituto de Criminologia e Política Criminal – ICPC, direito na UniRio e na Universidade do Porto, também se apresenta como mulher, feminista, astróloga, massoterapeuta, escrevente, poetisa e viajante. E no final de seu relato, pede ajuda para acompanhar o caso com a contratação de um advogado.

Este é um depoimento que chegou a público. Mas, de acordo com relatos de moradoras de Caraíva, outros casos aconteceram no distrito, em dezembro de 2019 e no início de janeiro.

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade