Hospital e médica se pronunciam sobre encerramento de contrato

 

Diante de informação de desligamento da médica Raíssa Soares do corpo médico do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães, o HRDLEM e a médica se pronunciaram sobre o assunto nas redes sociais.

O HDLEM emitiu nota afirmando que a médica Raissa Soares fez parte do quadro clínico da Unidade com carga horária reduzida, cumprindo apenas com 2 plantões mensais. “Dra Raissa foi admitida há 1 ano, e agora, diante dos fluxos de renovação contratual, o setor responsável procurou a profissional, esclarecendo a necessidade de aumento da carga horária, tendo em vista que necessitamos de plantonistas com maior disponibilidade”.

O hospital disse ainda que “diante disso, a própria médica, optou pela não renovação do contrato, com a justificativa da grande demanda de trabalho nesse período de enfrentamento ao coronavírus, onde ela é diretora da UPA e tem priorizado também os atendimentos em um hospital particular.”

A médica afirmou que realmente não trabalha mais no HRDLEM e que foi “convidada a ceder as horas de trabalho aos colegas que estavam lá cumprindo com mais tempo.” Disse ainda: “Confesso que não estava tendo tempo de cumprir esta escala – estava em dois plantões...eu falava...que o soldado não abandona o campo de batalha na guerra. Então eu não tinha coragem de pedir ao Luís Eduardo para me tirar da escala. Mas ontem, com essa questão deles, é uma questão de RH, eles me pediram e deram aminha carga horária para outro colega.” A médica afirmou que, em decorrência de sua demanda de trabalho no atendimento a pacientes de Covid-19, estava pedindo a colegas que a substituíssem naqueles plantões.

Por fim, Dra. Raíssa Soares falou da importância do HRDLEM e do apoio deste no combate ao Covid-19 na região e afirmou que continua no atendimento na rede pública municipal e particular. Neste momento, precisamos unir forças, e não separá-las”, disse.   

Cabrália recebe EPIs da Sesab para atuação no combate à Covid-19

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia - Sesab, entregou à Prefeitura de Santa Cruz Cabrália, cerca de 7030 unidades a serem utilizadas durante a pandemia do novo coronavírus. Além disso, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, distribuiu 15 uniformes à equipe de Vigilância Sanitária.

A Secretária de Saúde, Renata Pinheiro, recebeu os materiais a serem utilizados no combate à Covid-19. E em relação aos coletes, esses foram entregues e já estão sendo utilizados.

Dentre os produtos, recebidos da Sesab, estão: 600 unidades de máscaras KN95 sem válvula; 6.000 máscaras triplas com elásticos; 30 óculos de proteção de ampla visão; 100 unidades de protetores faciais; 300 toucas hospitalares descartáveis.


Fonte: Ascom Sesab

347 municípios baianos estão com transporte intermunicipal suspenso

Porto Seguro registrou, até dia 02/07, 571 casos confirmados de Covid-19. Destes, 238 já estão recuperados. 315 estão em isolamento respiratório, 12 estão internados e até o momento, foram registrados 06 óbitos. 126 pessoas aguardam resultado de exame.

Os bairros com mais ocorrências continuam sendo Parque Ecológico (56), Cambolo (53), Mercado do Povo (51), Centro (46) e Orla Norte (41). Dos 10 leitos destinados a pacientes com Covid-19, todos estão ocupados. E dos 34 leitos clínicos, 20 estão disponíveis.

Covid-19 na Bahia

Na Bahia, dos 79.349 casos confirmados desde o início da pandemia, 53.334 já são considerados curados, 24.068 encontram-se ativos e 1.947 tiveram óbito confirmado. As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.986,24), Gandu (1.897,97), Ipiaú (1.569,55), Uruçuca (1.447,44) e Itabuna (1.291,61).

80.085 estão em investigação. Na Bahia, 9.236 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Covid-19 no Brasil

No país, foram registrados até agora 1.496.858 casos da doença. Destes, 852.816 estão recuperados e 582.158 estão em acompanhamento. Ao todo, foram registrados 61.884 óbitos.

Bahia tem mais três cidades com transporte suspenso; total chega a 347

O transporte intermunicipal será suspenso em Botuporã, Caraíbas e Pedrão a partir desta sexta-feira (03/07). A medida, publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (02/07), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 06/07, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Ibitiara, Macaúbas, Salinas de Margarida e Varzedo, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

A Bahia totaliza 347 municípios com transporte suspenso.  São eles: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Coribe, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D'Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

A restrição também inclui Governador Mangabeira, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituberá, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macururé, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Ibiá e Nova Itarana.

Estão com restrição no transporte ainda Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedrão, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia,  Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Felipe, São Félix, São Félix do Coribe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.


Fontes: Ascom PMPS; Secom Governo da Bahia; Ascom Sesab; Ministério da Saúde

Porto Seguro deve receber 40 mil comprimidos de hidroxicloroquina

O município de Porto Seguro deve receber 40.000 comprimidos de hidroxicloroquina. O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a enviar o medicamento para tratamento da Covid-19 após apelo da médica Raíssa Soares, que está atendendo, juntamente com as equipes médicas do SUS e da rede particular, pacientes com a doença, inclusive vindos de diversas cidades da região. A previsão é que o medicamento chegue até dia 03/07, sexta-feira. A informação foi confirmada pelo presidente da ABIH Extremo Sul, Oliver Abade.

A informação está postada nas redes sociais. Diz o presidente: “Conversei com ela [Dra Raíssa] ontem. Hoje com o ministro Pazuello da Saúde. Na próxima sexta chegam 40.000 comprimidos de hidroxicloroquina em Porto Seguro/BA.” O presidente parabenizou a médica pela sua iniciativa.

No início de junho, o município adotou o protocolo com o medicamento, associado à azitromicina, ivermectina e vitamina D3. De acordo com Dra. Raíssa, o uso assistido de hidroxicloroquina logo no início da doença torna o tratamento mais eficaz, reduzindo sintomas já no segundo dia do paciente medicado, reduzindo também as chances de contágio.

A notícia da chegada de novos comprimidos vem no momento em que a cidade está registrando relevante aumento de casos diariamente, ao mesmo tempo que  empresários estão se reunindo para doar ao município kits de tratamento da Covid-19, e que Porto Seguro se prepara para o retorno às atividades comerciais. De acordo com o presidente da ABIH Regional Extremo Sul, a chegada do medicamento confere mais tranquilidade no tratamento da Covid-19 e faz com os olhos do Brasil e voltem ainda mais para o destino turístico Porto Seguro.

A cidade registrou, até dia 1º/07, 557 casos confirmados de Covid-19. Destes, 237 já estão recuperados. 304 estão em isolamento respiratório, 10 estão internados e até o momento, foram registrados 06 óbitos. 146 pessoas aguardam resultado de exame.

Os bairros com mais ocorrências continuam sendo Parque Ecológico (56), Cambolo (52), Mercado do Povo (50), Centro (45) e Orla Norte (41). Dos 10 leitos destinados a pacientes com Covid-19, todos estão ocupados. e dos 34 leitos clínicos, 24 estão disponíveis.

Covid-19 na Bahia

Dos 76.485 casos confirmados desde o início da pandemia, 50.924 já são considerados curados, 23.659 encontram-se ativos e 1.902 tiveram óbito confirmado. As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,53%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.932,56), Gandu (1.737,49), Ipiaú (1.536,85), Uruçuca (1.369,46) e Itabuna (1.236,73).

78.797 casos estão em investigação. 9.005 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Covid-19 no Brasil

No país, foram registrados 1.448.753 casos. Destes, 826.866 estão curados. 561.255 estão em acompanhamento. Desde o início da pandemia, foram registrados 60.632 óbitos.


Fontes: Ascom PMPS; Secom Governo da Bahia; Ascom Sesab; Ministério da Saúde

 

© 2020 - Jornal do Sol - Informação com Credibilidade